İzmir escort » İzmir eskort bayan » Vip Escorts beydağ escort bornova escort buca escort çeşme escort seferihisar escort beylikdüzü escort avrupa yakası escort mecidiyeköy escort beşiktaş escort Escort Paris porn tube porno porn porno amateur

    [PNED] Boletim de 24/VIII/2004

    BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
    resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

    Terça-feira, 24 de Agosto de 2004
    ==========================
    Para os textos integrais das notícias consultar as ligações indicadas.
    ==========================
    Coisas da Foz
    BERNARDINO GUIMARÃES

    Debruçado sobre a esplanada do Molhe, atirando o olhar sobre o velho
    paredão de Carreiros pelo mar adiante. E pensar que podia ficar assim
    horas – pingos de água salpicando tudo, céu fosco, mar imenso azul-
    cinzento, azul horizonte, até que a noite apague tudo, lentamente,
    trazendo as luzes e o longe dos cargueiros misteriosos ao largo. A
    Foz é isto – e é mais e diferente para cada um. A cidade atlântica,
    com o mundo à sua frente, como o Douro nos traz o interior das
    terras. Este Porto é rio e mar e as duas coisas juntas sem se
    confundirem.

    Mas a Foz também é sítio de muitas mágoas. Também aqui é visível o
    efeito devastador do tipo de “crescimento” urbano que sofremos.

    https://jn.sapo.pt/2004/08/24/grande_porto/coisas_foz.html

    ==========================
    1. “Porto 2001” desperdiçou condições extraordinárias
    HELENA NORTE

    A Sociedade Porto 2001 desperdiçou as enormes e quase inéditas
    facilidades que o modelo de gestão em parceria lhe permitia. O
    resultado foi uma derrapagem generalizada dos custos e dos prazos e
    uma falta de diálogo entre os accionistas que penalizou a cidade.
    Conclusões de uma investigadora do Instituto Politécnico do Cávado e
    do Ave, que estudou o caso da Capital Europeia da Cultura como
    paradigma de uma nova forma de administrar em colaboração.

    https://jn.sapo.pt/2004/08/24/grande_porto/porto_2001_desperdicou_condi
    coes_ext.html

    Três anos volvidos sobre a Capital da Cultura, os balanços são
    inevitáveis. Aos dos responsáveis e dos fazedores de opinião juntou-
    se, recentemente, o do Tribunal de Contas, que elaborou um relatório
    demolidor sobre a gestão da Sociedade Porto 2001. Embora discorde de
    uma “análise meramente economicista, já que o bem público não se mede
    apenas por números”, Irene Portela não deixa de criticar a deficiente
    planificação e execução financeira. “Um projecto muito bem pensado e
    mal executado”.

    https://jn.sapo.pt/2004/08/24/grande_porto/falhou_apoio_comunidade_e_po
    der_poli.html

    “O trabalho da Porto´2001 foi criminoso para a nossa freguesia”
    MARLENE SILVA

    Maria João Nunes (…) vai já no seu terceiro mandato na Junta da
    Vitória: “Destruiram um jardim romântico, o da Cordoaria, o qual se
    encontra agora completamente descaracterizado. Outra coisa muito,
    muito grave, foi o que se fez na Praça Carlos Alberto. Considero
    inadmissível terem-na deixado naquelas condições durante tanto tempo.
    A Praça dos Leões ficou bem, apesar de que a nível de trânsito,
    aquele local vai ter de ser repensado.”

    https://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?
    pIdNoticia=8598&pIdSeccion=7

    ==========================
    2. Câmara de Gondomar preocupada com atraso na Alameda de Azevedo
    JOSÉ CARLOS GOMES E ANA CRISTINA GOMES

    O vereador da Câmara Municipal de Gondomar, Fernando Paulo, disse
    ontem ao COMÉRCIO que a edilidade gondomarense quer ver o IC29, Via
    Rápida de Gondomar, concluído dentro dos prazos – até Agosto de 2005.
    Para isso é necessário que a Alameda de Azevedo, na zona Oriental do
    Porto, avance rapidamente. A primeira fase do IC29 consiste na
    ligação de Gondomar à Via de Cintura Interna (VCI) do Porto, através,
    precisamente, da alameda cuja construção tem suscitado polémica entre
    os vereadores portuenses Ricardo Figueiredo (Urbanismo) e Rui Sá
    (Ambiente).(…) Fernando Paulo afirma ter indicações de que a obra
    está a “decorrer com normalidade” e quer acreditar que também não
    existe qualquer ilegalidade. “Acreditamos que o Instituto das
    Estradas de Portugal (IEP), organismo responsável pela construção da
    acessibilidade, tomou todas as providências e que a obra se encontra
    dentro da legalidade. Queremos crer que foram ouvidas todas as
    instituições que deveriam ter sido ouvidas”, enfatizou o autarca
    gondomarense. (…) Do lado do Porto parece manter-se algum impasse.
    Depois de um aparente acordo entre o vereador do Ambiente, o vereador
    do Urbanismo e o IEP com vista a estudar o reperfilamento da alameda,
    a declaração de intenções parece ter caído por terra. A julgar pelo
    discurso de Ricardo Figueiredo, a alameda deve mesmo avançar como
    estava prevista inicialmente. (…) Entretanto, no início do mês, a
    associação ambiental Campo Aberto pediu o embargo da obra e enviou
    uma queixas à Inspecção do Ambiente devido à ausência de uma
    avaliação de impacto ambiental. Documento idêntico seguiu para a
    Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N),
    que, de acordo com as Medidas Preventivas (documento que antecipa o
    novo PDM) em vigor, devia ter sido consultada nesta matéria.

    https://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?
    pIdNoticia=8620&pIdSeccion=7&

    ==========================
    3. Póvoa de Varzim: alforrecas obrigaram a interditar as praias

    As praias da Póvoa de Varzim, desde o Cais Norte até Santo André, em
    Averomar, foram palco de uma “invasão” de alforrecas, anteontem a
    tarde. Um fenómeno que acontece sempre que a há uma corrente anormal
    de águas quentes. Alertado pelos serviços de Urgência do Hospital da
    Póvoa, onde foram receber tratamento seis crianças num curto espaço
    de tempo, o comandante Costa Rei mandou colocar bandeira vermelha nas
    praias.

    https://jn.sapo.pt/2004/08/24/grande_porto/alforrecas_obrigaram_a_inter
    ditar_pr.html

    ==========================
    4. Ainda há 3,2 milhões de euros por atribuir às vítimas dos
    incêndios em 2003
    MARIANA OLIVEIRA

    Mais de 423 mil hectares de floresta resumidos a cinzas, 20 mortos,
    117 habitações permanentes totalmente destruídas e 190 pessoas
    desalojadas. Os números relativos à época de incêndios florestais de
    2003 sensibilizaram os portugueses que, com as suas contribuições,
    engordaram as múltiplas campanhas de solidariedade lançadas pelo
    país. Quase um ano depois das campanhas de solidariedade às vítimas
    dos incêndios florestais do ano passado, ainda estão por atribuir 3,2
    milhões de euros dos cerca de 10 milhões angariados.

    https://jornal.publico.pt/2004/08/24/Sociedade/S01CA.html

    ==========================
    5. Obra dos molhes do Douro poderá avançar em Setembro
    ANDREA CUNHA FREITAS

    A obra dos Molhes do Douro – oficialmente designada
    como “Concepção/Projecto e Execução das Obras Necessárias à Melhoria
    das Acessibilidades e das Condições de Segurança na Barra do Douro”-
    emperrou mais uma vez.

    https://jornal.publico.pt/2004/08/24/LocalPorto/LP10.html

    ==========================
    6. Desbastada zona de pinhal junto à ponte do rio Caldo no Gerês
    ABEL COENTRÃO

    Uma zona de Pinhal com mais de meio século, na área de confluência
    entre os rios Caldo e Cávado, na estrada de acesso à Vila do Gerês,
    foi na semana passada desbastada no âmbito das obras de
    requalificação da albufeira da Caniçada.

    https://jornal.publico.pt/2004/08/24/LocalPorto/LP20.html

    ==========================
    7. Fundão quer transformar estações ferroviárias desactivadas em
    espaços culturais
    SANDRA INVÊNCIO

    As negociações com a Rede Ferroviária Nacional (Refer) para que as
    seis estações desactivadas do concelho do Fundão passem para o
    património da autarquia ainda decorrem, mas já está no terreno a
    experiência-piloto que constitui o embrião de um projecto que
    pretende transformar estes espaços em centros de actividade cultural.

    https://jornal.publico.pt/2004/08/24/LocalCentro/LC35.html

    ==========================
    8. Nova técnica para substituir tubos da água
    JOAQUIM ALMEIDA

    Um sistema inovador de substituição das tubagens de abastecimento e
    distribuição de água está a ser testado em Coimbra, concretamente na
    Avenida Fernão Magalhães. A nova tecnologia dispensa dispensa
    escavações, pois os novos tubos são introduzidos, através de
    compressão hidráulica, no mesmo traçado das condutas antigas, sendo
    estas destruídas e eliminadas.

    https://jn.sapo.pt/2004/08/24/centro/nova_tecnica_para_substituir_tubos
    _a.html

    ==========================
    9. Terra Viva sem dinheiro devido a atraso do IPJ

    O atraso no pagamento dos apoios financeiros por parte do Instituto
    Português da Juventude (IPJ)está a deixar a associação de Ecologia
    Social Terra Viva com a corda na garganta. As verbas destinadas a
    cobrir as despesas dos dois campos de férias promovidos no final de
    Julho e no início deste mês demoram a chegar e a conta bancária da
    associação está “seca”, refere, indignado, José Paiva, da direcção.

    https://jn.sapo.pt/2004/08/24/grande_porto/terra_viva_dinheiro_devido_a
    _atraso_.html

    ==========================
    ==========================
    INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

    Acima apresentam-se sumários ou resumos de notícias de interesse
    urbanístico ou ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal
    de Notícias, de O Primeiro de Janeiro, de O Comércio do Porto e do
    Público Local Porto e Minho (em um ou vários dos citados, não
    necessariamente em todos).

    Para se desligar ou religar veja informações no rodapé da mensagem.

    O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
    https://groups.yahoo.com/group/pned/

    Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e
    está aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu
    âmbito específico são as questões urbanísticas e ambientais do
    Noroeste, basicamente entre o Vouga e o Minho.

    Para mais informações e adesão à Associação Campo Aberto:
    campo_aberto@oninet.pt
    telefax 229759592
    Apartado 5052, 4018-001 Porto

    Selecção hoje feita por Maria Carvalho

    =============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

    Para difundir mensagens escreva para: pned@yahoogrupos.com.br

    Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogroups.com.br e com o corpo da mensagem vazio.

    Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

    Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@yahoogrupos.com.br

    Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

    https://groups.yahoo.com/group/pned/

    Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

    =============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============
    Links do Yahoo! Grupos

    <*> Para visitar o site do seu grupo na web, acesse:
    https://br.groups.yahoo.com/group/pned/

    <*> Para sair deste grupo, envie um e-mail para:
    pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

    <*> O uso que você faz do Yahoo! Grupos está sujeito aos:
    https://br.yahoo.com/info/utos.html

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Categorias: Boletim

    Deixar comentário