İzmir escort » İzmir eskort bayan » Vip Escorts beydağ escort bornova escort buca escort çeşme escort seferihisar escort beylikdüzü escort avrupa yakası escort mecidiyeköy escort beşiktaş escort Escort Paris porn tube porno porn porno amateur

    [PNED] Fwd: infoPNED 30.09.03

    Para desligar-se/religar-se ou para ler as mensagens em modo página
    net veja informações no rodapé da mensagem.

    O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
    https://groups.yahoo.com/group/pned/

    A estrutura deste Boletim INFOPNED tem vindo a variar por motivo de
    experiências e tentativas de fixação de um modelo a seguir no futuro.
    Agradecem-se sugestões e comentários.

    Terça-feira, 30 de Agosto de 2003

    INDICE

    1. Ippar Diz Que Casa da Música Não Pode Ser Já Classificada
    2. Perdro Burmester: “Estranho Muito o Silêncio de Siza e Souto Moura”
    3. Rui Sá Denuncia o “Disparate” Que Pode Matar o Parque Oriental
    4. CDU Tem Dúvidas Sobre a Legalidade da Contribuição Autárquica em Matosinhos
    5. Narciso Miranda Promete Combater Venda Ambulante Junto ao Mercado de
    Matosinhos
    6. A Iniciativa da Casa da Animação
    7. Vale do Lima Aposta no Mercado Europeu de Emissões de Dióxido Carbono
    8. Menos 40 por Cento de Incêndios e Área Ardida em Braga
    9. Construção de Escola Polémica Avança em Paredes de Coura
    10. Ambiente – Pilhões chegam às grandes superfícies
    11. Época de fogos agravou riscos de cheias e desmoronamentos
    12. Protocolo de Quioto ainda sem prazos
    13. Alunos aprendem a cuidar da Natureza
    14. Gondomar vai ganhar ou perder mais com o Parque Nascente? Vamos esperar
    para ver.
    15. Imposto sem suporte legal
    16.Mão criminosa em 30% dos incêndios florestais
    17. Votação de Sá depende do Parque Oriental

    1.
    Público – cultura
    Ippar Diz Que Casa da Música Não Pode Ser Já Classificada
    Por ISABEL SALEMA E LUÍSA PINTO
    Terça-feira, 30 de Setembro de 2003
    O Instituto Português do Património Arquitectónico (Ippar) diz que, para já, “o
    futuro edifício da Casa da Música não reúne condições para ser sujeito à
    abertura de um processo de classificação, dado estarmos diante de uma obra em
    curso”.
    A direcção do Ippar respondeu assim à possibilidade de a Casa da Música, no
    Porto, passar a ter uma zona especial de protecção, uma figura cuja existência
    está prevista quando um edifício entra em processo de classificação. A hipótese
    foi avançada por alguns arquitectos no PÚBLICO (ver edição do passado dia 27),
    a propósito da construção de um edifício da autoria de Ginestal Machado nas
    traseiras da Casa da Música.
    Segundo o presidente do Ippar, João Belo Rodeia, “na perspectiva patrimonial, é
    impossível ajuizar sobre o respectivo valor sem estar concluído e habitado o
    edifício”. Ou seja, “no quadro estrito da lei, o edifício da Casa da Música não
    faz parte integrante do património arquitectónico português e, por isso, o
    Ippar não tem qualquer possibilidade de actuação no referido contexto”.

    2.
    Público – cultura
    Perdro Burmester: “Estranho Muito o Silêncio de Siza e Souto Moura”
    O pianista Pedro Burmester, responsável pelo projecto da Casa da Música e
    actualmente consultor da instituição, confessa-se surpreendido pelo facto de os
    arquitectos Siza Vieira e Souto Moura ainda não terem tomado qualquer posição
    pública a respeito do edifício concebido por Ginestal Machado para as traseiras
    da Casa da Música. “Estranho muito o silêncio de Siza e Souto Moura, sendo
    ambos responsáveis pelo arranjo da envolvente da Casa da Música”, afirma
    Burmester, que prevê que “daqui a cinco ou dez anos, quando já ninguém se
    lembrar onde passava exactamente a linha de demarcação, vão ser co-
    responsabilizados por esta solução de má qualidade”.
    Por L.M.Q./L.P

    3.
    Público – Local Porto
    Rui Sá Denuncia o “Disparate” Que Pode Matar o Parque Oriental
    “Um completo disparate que significaria a morte do projecto para o Parque
    Oriental” – é desta forma que o vereador do Ambiente da Câmara do Porto encara
    a ligação viária prevista no Plano Director Municipal (PDM) que ameaça rasgar a
    meio os 90 hectares de zona verde com a denominada “Avenida Colectora de
    Azevedo”. TEXTO
    Distrito do Porto Teve Menos 2851 Incêndios do Que no Verão de 2002
    O distrito do Porto registou, entre 1 de Julho e 26 de Setembro deste ano,
    menos 2851 incêndios do que em idêntico período do ano passado, revelou ontem o
    governador civil.
    Por ANDREA CUNHA FREITAS

    4.
    Público – Local Porto, Matosinhos
    CDU Tem Dúvidas Sobre a Legalidade da Contribuição Autárquica em Matosinhos
    A CDU considera que a taxa do Imposto Municipal Sobre Imóveis (vulgo
    contribuição autárquica) recentemente fixada pela Câmara de Matosinhos não tem
    qualquer eficácia legal, pelo que os deputados municipais comunistas
    tencionavam recusar-se a votar a respectiva proposta na Assembleia Municipal
    (AM), que decorria à hora do fecho desta edição. Por JORGE MARMELO

    5.
    Público – Local Porto, Matosinhos
    Narciso Miranda Promete Combater Venda Ambulante Junto ao Mercado de Matosinhos
    Centena e meia de pequenos e médios comerciantes do mercado municipal de
    Matosinhos reuniram-se ontem com o presidente da câmara, Narciso Miranda, para
    tentarem concertar soluções com vista à requalificação do mercado e à proibição
    da venda ambulante nas proximidades daquele equipamento e junto às instalações
    da Docapesca, próximo do cais sul do porto de Leixões.
    Por MARGARIDA GOMES

    6.
    Público – Local Porto
    A Iniciativa
    A Casa da Animação preparou para o mês de Outubro um preenchido programa de
    oficinas que terá início já na próxima segunda-feira. A primeira formação a
    arrancar, orientada pelos monitores Abi Feijó (também responsável pela Casa da
    Animação), Manuel Tentúgal e Tânia Duarte, dirige-se a maiores de 18 anos que
    queiram dar os seus primeiros passos no cinema animado e decorrerá em horário
    pós-laboral. TEXTO

    7.
    Público – Local Porto,
    Vale do Lima Aposta no Mercado Europeu de Emissões de Dióxido Carbono
    Por ANA PEIXOTO FERNANDES
    A região do vale do Lima está a implementar um projecto pioneiro na Europa no
    controlo das emissões de dióxido de carbono (CO2) para a atmosfera que poderá
    render, já a partir de 2004, cerca de 200 mil euros por ano a seis freguesias
    dos concelhos de Arcos de Valdevez e Ponte da Barca.

    8.
    Público – Local Porto
    Menos 40 por Cento de Incêndios e Área Ardida em Braga
    Por ISABEL GERALDES FREIRE
    No distrito de Braga foram registados menos 40 por cento de incêndios e de área
    ardida do que no ano passado. O balanço foi apresentado ontem pelo Núcleo
    Distrital Inter-sectorial de Análise e Coordenação dos Incêndios Florestais
    (NUDIAC), que revelou ainda que os bombeiros deixaram de estar em alerta desde
    a passada sexta-feira.

    10.
    Público – Local Porto
    Construção de Escola Polémica Avança em Paredes de Coura
    Por LUSA
    A adjudicação de uma escola em Paredes de Coura, obra fortemente contestada
    pelos pais e pela oposição municipal, foi declarada nula pelo tribunal, mas a
    Câmara recorreu e deu ordem para os trabalhos continuarem.

    11.
    JN – sociedade
    Ambiente – Pilhões chegam às grandes superfícies
    Os supermercados e hipermercados de quatro das grandes cadeias de distribuição –
    Sonae, Carrefour, Jerónimo Martins e Auchan – iniciam hoje a recolha selectiva
    de pilhas e acumuladores, com a colocação de “pilhões”. Organizada pela
    Ecopilhas, Sociedade Gestora de Resíduos de Pilhas e Acumuladores, a iniciativa
    procura atingir grandes massas de consumidores destes materiais. O sistema de
    gestão de pilhas e acumuladores assegurado pela Ecopilhas já abrange autarquias
    e sistemas multimunicipais de gestão de resíduos, retalhistas e operadores
    logísticos, recolhendo separadamente e encaminhando apara empresas de triagem
    de pilhas situadas em França e na Áustria. Sem fins lucrativos, a Ecopilhas é
    constituída por produtores e importadores e pela respectiva associação.
    https://www.jn.pt/textos/out30212.asphttps://www.jn.pt/textos/out30212.asp

    12.
    JN – sociedade
    Época de fogos agravou riscos de cheias e desmoronamentos
    ano hidrológico Serviço de Protecção Civil alerta para efeitos das chuvas
    previstas a partir de hoje Aumento das áreas expostas aconselha vigilância e
    medidas de prevenção
    Alfredo Maia
    Os incêndios do Verão poderão agravar os riscos de cheias, de desastres e até a
    contaminação de fontes de abastecimento de água, alerta o Serviço Nacional de
    Bombeiros e Protecção Civil, chamando a atenção para as chuvas ou aguaceiros
    fortes, ventos moderados a fortes e pontualmente rajadas que hoje mesmo poderão
    ocorrer, prolongando-se até sábado.
    https://www.jn.pt/textos/out30213.asphttps://www.jn.pt/textos/out30213.asp

    13.
    JN – sociedade
    Protocolo de Quioto ainda sem prazos
    ambiente Presidente russo recusa comprometer-se quanto à ratificação
    Eduardo Guedes Correspondente em Moscovo
    Durante a sessão de abertura da Conferência Mundial sobre Alterações de Clima
    (CMAC), que ontem teve início em Moscovo, o presidente Vladimir Putin assegurou
    que a ratificação do Protocolo de Quioto está condicionada “aos interesses
    nacionais da Rússia”. Recusando comprometer-se quanto à assinatura do
    documento, o líder russo afirmou que o Governo está a “estudar detalhadamente a
    questão” e que a decisão final apenas será tomada “quando o trabalho estiver
    completo”.
    https://www.jn.pt/textos/out30214.asphttps://www.jn.pt/textos/out30214.asp

    14.
    JN- grande Porto
    Alunos aprendem a cuidar da Natureza
    Câmara e Lipor organizam diversas iniciativas para desenvolver nos mais novos a
    consciência ecológica
    O Parque da Cidade, a Quinta do Covêlo e o Parque de S. Roque são os cenários
    escolhidos para as actividades de sensibilização ambiental que a Câmara do
    Porto vai desenvolver ao longo deste ano lectivo. Depois de cerca de 40% dos
    alunos do Ensino Básico terem participado, no ano passado, nos projectos de
    educação ambiental, Rui Sá espera aumentar a adesão das escolas e convidou
    representantes de todos os estabelecimentos de ensino da cidade para conhecerem
    as iniciativas que a autarquia está organizar com a Lipor.
    Helena Norte

    15.
    JN- grande Porto
    A nascente do paraíso
    Gondomar vai ganhar ou perder mais com o Parque Nascente? Vamos esperar para
    ver.
    Pela primeira vez na vida, associei-me à inauguração de uma grande superfície.
    Afinal de contas, não é todos os dias que é construído, no concelho que
    escolhemos para viver, o quinto maior centro comercial do país. O Parque
    Nascente. Ao longo de vários meses fui assistindo, com particular atenção, à
    edificação do empreendimento, impelido a dar razão aos mais desconfiados e
    temerosos.
    por Pedro Ivo carvalho jornalista

    16.
    JN- grande Porto
    Conservatório de Música à espera de compensação
    Porto Polémica Câmara vendeu, por cinco euros, o lote de terreno nas traseiras
    da Casa da Música à DREN para erguer a escola e agora cedeu-o à Adicais Isabel
    Rocha aguarda por contrapartida
    “A reinstalação do Conservatório de Música do Porto é indispensável”. As
    palavras são da presidente do Conselho Executivo da instituição, Isabel Rocha,
    e denunciam a urgência na criação de melhores condições de trabalho para os
    estudantes. Foi com o objectivo de colmatar a insuficiência que a Câmara do
    Porto vendeu, por cinco euros, o terreno de 950 metros quadrados nas traseiras
    da Casa da Música à Direcção Regional de Educação do Norte. O ex-director
    regional Jorge Martins esperava erguer o imóvel este ano.
    Carla Sofia Luz

    16.
    JN- grande Porto, Matosinhos
    Imposto sem suporte legal
    Taxas CDU diz que não se pode propor valores de contribuição autárquica sem
    publicação da legislação Narciso garante que várias autarquias já o estão a
    fazer, no âmbito da ANMP
    Virgínia Alves
    Um ponto da ordem de trabalhos da Assembleia Municipal foi discutido na reunião
    pública da Câmara de Matosinhos. O vereador da CDU, Honório Novo, propôs a
    suspensão do ponto referente às novas taxas da contribuição autárquica, porque
    não tem suporte legal. Narciso Miranda defendeu-se, dizendo que “há
    sustentabilidade legal e o caso tem sido tratado na Associação Nacional de
    Municípios portugueses (ANMP)”.

    17.
    JN- grande Porto,
    Mão criminosa em 30% dos incêndios florestais
    Mais de 1200 dos 4184 fogos terão sido ateados Governador civil reivindica nova
    estruturação dos serviços municipais de Protecção Civil
    As autoridades estimam que cerca de 30% dos fogos florestais ocorridos, este
    ano, no distrito do Porto tiveram mão criminosa. O equivalente a mais de 1200
    dos 4184 sinistros registados entre 1 de Janeiro e 26 de Setembro . “Não é uma
    percentagem oficial, porque ainda há investigações em curso, mas é a percepção
    que temos, para já”, adiantou, ontem, o governador civil do Porto, após mais
    uma reunião do Núcleo Distrital Inter-sectorial de Análise e Coordenação dos
    Incêndios Florestais..
    Nuno Silva

    18.
    JN- grande Porto
    Votação de Sá depende do Parque Oriental
    Helena Norte
    Rui Sá ainda não decidiu como vai votar hoje, na reunião da Câmara Municipal do
    Porto, o projecto de PDM que a equipa de Rui Rio quer levar a a discussão
    pública. A possibilidade de o futuro Parque Oriental ser atravessado por uma
    via é o ponto que mais preocupação está a causar ao vereador comunista.

    INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

    Acima apresentou-se o sumário e/ou resumos de notícias de interesse
    urbanístico/ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de Notícias
    e do Público Local Porto e Minho, em 30 de Setembro de 2003.

    Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
    aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito específico
    são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste, basicamente entre o
    Vouga e o Minho. Em «Fora do Noroeste» (só ocasionalmente), podem inserir-se
    notícias de outras regiões que possam apresentar interesse como exemplo
    negativo ou positivo para situações equivalentes no Noroeste.

    Selecção hoje feita por Alexandre Bahia.

    Para os textos integrais consultar:

    https://jn.sapo.pt/eddia/eddia3.asp

    https://jornal.publico.pt/publico/2003/09/30/indice.html

    ou as respectivas edições em papel

    __________________________________________________________
    Porque insiste em pagar o dobro? Adira à ligação Portugalmail.
    https://acesso.portugalmail.pt/maisbarato

    =============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

    Para difundir mensagens escreva para: pned@egroups.com

    Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogroups.com e com o corpo da mensagem vazio.

    Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@egroups.com

    Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@egroups.com

    Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

    https://www.egroups.com/group/pned

    Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

    =============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

    Seu uso do Yahoo! Grupos é sujeito às regras descritas em: https://br.yahoo.com/info/utos.html

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Categorias: Boletim

    Deixar comentário