• Set : 17 : 2020 - ALERTA AOS CIDADÃOS: TRÊS JARDINS DO PORTO E 503 SOBREIROS EM GAIA AMEAÇADOS DE MUTILAÇÃO E ABATE
  • Mai : 14 : 2020 - Por Amor da Árvore 2020
  • Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes

Férias: para desligar-se/religar-se ou para ler as mensagens em modo página
net veja informações no rodapé da mensagem.

O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
https://groups.yahoo.com/group/pned/

A estrutura deste Boletim INFOPNED tem vindo a variar por motivo de
experiências e tentativas de fixação de um modelo a seguir no futuro.
Agradecem-se sugestões e comentários.

Sexta-feira, 22 de Agosto de 2003

1.
Bancários sondados para vender edifício
Jornal de Notícias
Sem autor indicado
Porto: Clérigos
Bancários/El Corte Inglés/Baixa do Porto

O Sindicato dos Bancários do Norte foi contactado no sentido de se conhecer
qual a sua disponibilidade de alienar o quarteirão de que é proprietário, na
zona dos Clérigos, Porto. De acordo com o presidente do Sindicato, Adriano
Venceslau, foram intermediários, empresas que desenvolvem projectos, que se
mostraram interessados no negócio, admitindo que poderia ser para a
instalação do El Corte Inglès.

2.
Demolido bloco no S. João de Deus
Jornal de Notícias
Nuno Silva
Porto/S. João de Deus
Habitação Social/Ambiente Urbano

Máquinas derrubaram casas de onde saíram 14 famílias Vizinhos na
expectativa. O bloco F já desapareceu do mapa do Bairro de S. João de Deus,
no Porto. A demolição do edifício arrancou, ontem de manhã, dois dias depois
do realojamento das 14 famílias que ainda o habitavam.Uma operação que
decorreu sem problemas e sob apertada vigilância policial: mais de 30
agentes da PSP acompanharam os trabalhos.

3.
Bloco F do Bairro de S. João de Deus Veio Ontem Abaixo
Público
MARGARIDA GOMES
Porto/S. João de Deus
Habitação Social/Ambiente Urbano

Desocupado desde terça-feira, o bloco F do Bairro S. João de Deus foi ontem
demolido pela Câmara do Porto, cumprindo mais uma etapa do plano de
requalificação do bairro. As catorze famílias que habitavam no bloco tinham
já sido realojadas, esta semana, pela autarquia em diversos bairros da
cidade, mas, à semelhança de outras intervenções, a operação foi lançada de
surpresa.

4.
Regresso à água
Jornal de Notícias
Manuel Correia Fernandes arquitecto e prof. catedratico da faup
Geral
Opinião/Frente Marítima/Rio Douro

Poucas cidades se podem hoje orgulhar de tão bela e consistente frente de
água. Olhar para o rio Douro é uma coisa a que os portuenses se habituaram
já a fazer com prazer. Sobretudo nos últimos tempos, em que parece que as
cidades das suas margens se reconciliaram com ele. O passeio da água que
começa lá para os lados do Parque da Cidade e termina já muito para sul do
Douro, lá para os lados da Granja, é uma efectiva mais-valia das cidades de
ambas as margens do rio e que os habitantes do Grande Porto já não
dispensam. Poucas cidades se podem hoje orgulhar de uma tão bela e tão
“consistente” frente de água como a que hoje existe ao longa desta já tão
significativa extensão.

5.
Novas instalações no Bairro da Biquinha
Jornal de Notícias
Sandra Pinho
Matosinhos/Bairro da Biquinha
Habitação Social/Ambiente Urbano

Projecto para creche e jardim-de-infância foi aprovada e vai receber cerca
de 75 crianças e 35 bebés. A Câmara Municipal de Matosinhos iniciou o
processo para a construção de uma creche e jardim-de-infância, no Bairro da
Biquinha, com o objectivo de melhorar as condições de habitabilidade daquela
zona. Um investimento de 830 mil euros e cujo projecto de arquitectura já
foi aprovado.

6.
Praia interdita a banhistas até ao fim da época balnear
Jornal de Notícias
Hugo Silva
Matosinhos
Praias/Qualidade da Água do Mar

Centro Regional de Saúde Pública do Norte alerta para os riscos inerentes à
“má” qualidade da água Vereador do Ambiente assegura que novos resultados
dão valores aceitáveis. O Centro Regional de Saúde Pública do Norte
interditou a praia de Matosinhos até ao final da época balnear. Uma decisão
na sequência de mais uma análise negativa à qualidade das águas do mar,
realizada pelo Instituto do Ambiente. Os resultados, datados do passado dia
6, apontam “valores superiores ao valor máximo admissível de coliformes
totais e fecais e de estreptococos fecais”.

7.
Zona Desportiva da Maia Vai Ser Requalificada com Espaços de Comércio e de
Lazer
Público
NATÁLIA FILIPE
Desporto/Ambiente Urbano

A Câmara Municipal da Maia desistiu do projecto de construção das piscinas
olímpicas, situadas na zona desportiva do centro da cidade, e em
contrapartida vai lançar um projecto de reabilitação de todo aquele espaço,
apostando na criação de áreas de lazer e de restauração.

8.
Auto-estrada deita abaixo casa paroquial de Gémeos
Jornal de Notícias
Joaquim Forte
Guimarães/Gémeos/Fafe/Terras de Basto
Autoestradas/Terras Agrícolas/Impacto das Rodovias/Divisão de Povoações

Nova via que vai ligar a cidade a Fafe e às terras de Basto faz desaparecer
habitações e terrenos. Proprietários recebem, pelo correio, prazo para
deixar a freguesia. O desconsolo pesa mais do que a satisfação entre as
gentes da freguesia de Gémeos, quando o tema das conversas é a construção da
A7-IC5, que vai ligar Guimarães a Fafe e às terras de Basto. A via atravessa
a localidade e é impossível não dar pelas movimentações de máquinas e de
homens. O sossego não tarda a terminar, vaticina o presidente da Junta,
Manuel Sampaio, que aplaude o sinal de progresso, mas que não deixa de estar
ao lado dos que vão ficar sem casa e sem descanso.

9.
Estuário precisa de mais protecção
Jornal de Notícias
Paulo Dâmaso
Figueira da Foz/Mondego
Estuários/Protecção/Biodiversidade

“O estuário do Mondego deve ser absolutamente preservado. Todo o ecossistema
estuarino precisa de uma protecção mais elevada do que aquela que tem sido
efectuada”. O alerta partiu de Ricardo Lopes, do Instituto do Mar da
Universidade de Coimbra, que sustenta que é necessário preservar aquela área
devido à “elevada biodiversidade” existente no local.

10.
Lotação esgotada na vila
Jornal de Notícias
Póvoa de Lanhoso
Turismo Interior
Berta Carvalho

Operadores falam numa ocupação a rondar os 85% e um aumento em relação ao
ano passado No último fim-de-semana prolongado, não havia camas disponíveis
no concelho

11.
Canil provisório no aterro
Jornal de Notícias
Sem Autor Indicado
Oliveira de Azeméis
Animais/Aterro Sanitário

A Assembleia Municipal de Oliveira de Azeméis deliberou, por unanimidade, a
celebração de um protocolo com a Junta de Pindelo, com vista à imediata
entrada em funcionamento de um canil provisório. A estrutura ficará nas
instalações do antigo e encerrado aterro sanitário da serra do Pereiro, logo
após as necessárias e imediatas obras de adaptação. É uma forma de combater
a “legião” de cães abandonados que nesta altura do ano assume grande
aumento. São animais esfomeados, que, por vezes, agridem e não deixam
ninguém descansar.Está prevista a construção a curto prazo de um canil
intermunicipal de grandes dimensões.

12.
Quinta Pedagógica abre portas em Outubro para lições ao vivo
Jornal de Notícias
Pedro Leitão
Braga
Agricultura/Quintas Pedagógicas

Crianças vão participar em experiências agrícolas para conhecer melhor os
ciclos produtivos da agricultura local. Exploração pecuária será também um
dos atractivos. Tem tudo o que uma exploração agrícola minhota precisa. É a
Quinta Pedagógica. São 25 mil metros quadrados de terreno fértil para lições
ao vivo, em S. Jerónimo de Real, Braga. A partir de Outubro já poderá ser
visitada pelas crianças dos jardins-de-infânciae das escolas primárias.

13.
Concursos do Polis em Viana com Cinco Meses de Atraso para Recuperar
Público
ANA PEIXOTO FERNANDES
Viana do Castelo
Pölis/Ambiente Urbano

Os concursos públicos para a realização de uma boa parte das obras a
realizar em Viana do Castelo, no âmbito do programa Polis, estão atrasados,
pelo menos, cinco meses em relação à sua programação inicial.

INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresentou-se o sumário e/ou resumos de notícias de interesse
urbanístico/ambiental publicadas na edição electrónica do JN e do Público
Local Porto e Minho, em 22 de Agosto de 2003.

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito específico
são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste, basicamente entre o
Vouga e o Minho. Em «Fora do Noroeste» (só ocasionalmente), podem inserir-se
notícias de outras regiões que possam apresentar interesse como exemplo
negativo ou positivo para situações equivalentes no Noroeste.

Selecção hoje feita por José Carlos Marques

Para os textos integrais consultar:

https://jn.sapo.pt/eddia/eddia6.asp

https://jornal.publico.pt/publico/2003/08/22/indice.html

ou as respectivas edições em papel.

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário