• Set : 17 : 2020 - ALERTA AOS CIDADÃOS: TRÊS JARDINS DO PORTO E 503 SOBREIROS EM GAIA AMEAÇADOS DE MUTILAÇÃO E ABATE
  • Mai : 14 : 2020 - Por Amor da Árvore 2020
  • Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes

(Para qualquer problema com esta lista, ver informacoes no final do texto e
instrucoes no rodape da mensagem)

Quinta-feira, 10 de Julho de 2003

JN

1. Porto: Projecto para a Parceria dentro de dois meses

Construcao da urbanizacao arranca no inicio do proximo ano, com
financiamento do Governo

Carla Sofia Luz

O futuro bairro de Parceria e Antunes ja esta a nascer no papel. O projecto
encontra-se em elaboracao por arquitectos da Camara Municipal do Porto e ficara
concluido ate ao final de Setembro, cumprindo os prazos do acordo entre o
Ministerio da Saude e a autarquia.
“Os arquitectos da Camara do Porto estao a desenhar a urbanizacao. Queremos que
seja um projecto de qualidade, sob o ponto de vista social e urbanistico. Vamos
dar prioridade no realojamento dos antigos inquilinos no bairro “, que foi
demolido em Setembro doano passado, sublinha, ao JN, Paulo Morais, vereador da
Habitacao da autarquia.

2. Porto: Legalidade democratica assenta no respeito da lei

Arquitecto nao desiste da demolicao do “Bom Sucesso” e diz que e preciso cerzir
a cidade

Virginia Alves

O arquitecto Jose Pulido Valente, que, em 1995, moveu um processo judicial
contra a construcao do Shopping Cidade do Porto, por violar o PDM, viu agora o
Tribunal Administrativo dar-lhe razao, ordenando a demolicao do empreendimento
pela Camara.
[Jornal de Noticias] Ao defender a demolicao do shopping e todo o complexo,
pensou nos milhares de pessoas que ali trabalham?
[JOSE PULIDO VALENTE] Nao posso pensar numa coisa dessas, pela simples razao
que a legalidade democratica, tao apregoada pela social-democracia vigente,
assenta no respeito da lei e nao ha, nem pode haver, qualquer desculpa para o
incumprimento da lei, nem sequer a falta de dinheiro, uma das desculpas mais
esfarrapadas que ouvi ate hoje. Sou eu que escolho em que gasto o meu dinheiro,
e arranjo assim uma maneira facil de nao cumprir as minhas obrigacoes. Portanto,
nao tenho que pensar nas armadilhas que os
corruptos e gananciosos que vendem a nossa cidade e a destroem armam aos pobres
dos trabalhadores, eles e que tem que estar conscientes de como sao manipulados
e agirem em consequencia, eu nao sou pai deles.

Como e que esta a cidade?
A cidade foi praticamente vendida pelos corruptos e gananciosos. Nao ha nada e
esta tudo mal, porque assenta em pressupostos, em premissas e accoes assassinas.


3. Porto: Droga no Aleixo da despejo Casal ficou em prisao preventiva

Rui Rio garantiu que moradores das casas onde foi encontrada droga e dinheiro
vao ser despejados Presidente da Camara afirmou que criticas da Oposicao “nao
fazem sentido” pedro correia Hugo Silva e Tania Laranjo

Os moradores das casas onde a PSP apreendeu droga, dinheiro e material ligado
ao trafico, no decurso da recente incursao no Bairro do Aleixo, vao ser
despejados pela Camara do Porto. A garantia foi dada por Rui Rio. O presidente
da Camara do Porto deslocou-se, ontem a tarde, as instalacoes da PSP/Porto para
ver o material apreendido e, a saida do edificio da Rua de Augusto Rosa (a
Batalha), reiterou o “rumo” definido pela autarquia.

4. AMP: Metro no aeroporto a tempo do Euro

Atraso de seis meses na conclusao da Linha da Povoa nao afecta ligacao

O Metro do Porto vai chegar ao Aeroporto de Francisco Sa Carneiro em Maio do
proximo ano, assegurou fonte da empresa, citada pela Lusa. Embora a linha da
Povoa apenas fique concluida em finais de 2004, como noticiou o JN, o troco ate
ao aeroporto estara pronto a tempo de ser utilizado pelos muitos milhares de
passageiros que previsivelmente vao chegar ao Porto para assistir ao Campeonato
da Europa de Futebol (Euro 2004). O atraso de seis meses existente nas linhas
da Povoa e da Trofa relativamente ao cronograma inicial deve-se a decisao,
entretanto tomada, de duplicar aquelas vias.

5. Murtosa: Camara impede entrada de caravanas de ciclistas ao domingo Autarca
de Estarreja considera que a medida nao vai melhorar a circulacao

jaimanuel Freire Joao Paulo Costa

A Camara da Murtosa proibiu as caravanas ciclistas de entrarem no seu
territorio, aos domingos, de 1 de Junho a 15 de Setembro. A medida, pouco usual,
visa melhorar o transito, nomeadamente na Torreira, refere um oficio enviado,
ha dias, para a Camara de Estarreja. Apesar de compreender as razoes do seu
vizinho e colega de partido (PSD), Jose Eduardo Matos, presidente da Camara de
Estarreja, estranha a medida, considera-a ineficaz e de dificil concretizacao.

6. Viseu: Artesanato enche Mercado 2 de Maio
Rui Bondoso

O artesanato de 12 paises esta exposto, desde ontem, no piso terreo do Mercado
2 de Maio. A iniciativa e da Camara Municipal de Viseu e vai estender-se por um
mes inteiro. Ou seja, ate 9 de Agosto.

7: Famalicao: Aterro de Gonca vedado aos residuos industriais

Decisao devera ser hoje aprovada, em reuniao, pela Camara de Guimaraes
Interdicao podera vir a ser aplicada aos lixos domesticos arquivo jn Joaquim
Forte

O municipio de Famalicao vai deixar de poder depositar os seus lixos no aterro
sanitario de Gonca, em Guimaraes, a partir do proximo mes de Outubro. A
proposta, apresentada pelo presidente da Camara vimaranense, Antonio Magalhaes,
deve ser aprovada, hoje, nareuniao camararia. E mais uma etapa no polemico
diferendo que envolve Famalicao no contexto da Associacao de Municipios do Vale
do Ave.

8. Oliveira do Bairro: Camara quer terminar com crescimento desordenado
PDM Autarquia avanca com segunda revisao do plano municipal Pedro Fontes da
Costa

A Camara de Oliveira do Bairro decidiu avancar com a segunda revisao do Plano
Director Municipal (PDM), com o principal objectivo de adequar o plano a
legislacao que tem vindo a ser publicada e desta forma terminar com o
crescimento desordenado no concelho.

9. Braga: Foguetes das romarias sao a maior causa dos fogos

Fogos-de-artificio sao responsaveis por cerca de 60% dos incendios florestais
Coordenador distrital de Braga fala em “incumprimento” da lei mas assegura
meios suficientes alfredo cunha Magalhaes Costa

A floresta do Minho esta ameacada pe-lo foguetorio que e lancado em qualquer
aldeia serrana. Dai, em parte, nao se estranhar o numero de incendios
florestais ja registados, este ano, no distrito de Braga, em resultado de
festas e mais festas. Sao mais de mil fogos e cerca de dois mil hectares de
floresta ardida.”O fogo-de-artificio e o principal inimigo da floresta

10. Bairrada: Incineradora cria mais polemica

A localizacao da incineradora
da regiao Centro continua a gerar polemica. Ontem, o especialista ambiental
Carlos Borrego, co-autor do estudo que determinou os locais possiveis para
aquele equipamento, recusou, ontem, outras localizacoes para a unidade de
queima, alem de Agueda, Anadia ou Oliveira do Bairro. “A nao ser que se alterem
os dados iniciais do problema, nao se podem equacionar outras localizacoes” no
conjunto dos 36 municipios que integram o sistema de residuos solidos da Regiao
Centro, disse Carlos Borrego a Agencia Lusa. No mesmo dia, o ministro do
Ambiente, Amilcar Theias, afirmava que o Governo ia respeitar a “nega” das tres
autarquias. “Serao certamente tomados todos os interesses em causa”, disse o
ministro. Por outro lado, o governante disse “nao temer a contestacao popular”.
10. Guimaraes: Industrias nao respondem a projectos ambientais

11. Eixo Atlantico: Terceira fase do programa termina em Outubro e ainda nao
recebeu
qualquer
candidatura de empresas portuguesas Maiores interessadas sao autarquias e
universidades Joaquim Forte

A industria portuguesa nao tem sabido aproveitar as potencialidades do
programa comunitario Life Ambiente, que visa contribuir para o desenvolvimento
sustentavel e para a aplicacao da politica comunitaria neste dominio. Isabel
Lico, responsavel do Life em Portugal, divulgou ontem, em Guimaraes, na sessao
promovida pela Associacao Eixo Atlantico do Noroeste Peninsular, numeros que
apontam nesse sentido. A III fase do programa, que decorre ate Outubro, nao
registou nenhum pojecto da industria.

12. Braga: Projecto cultural na fabrica Confianca

Nona Conversa Desbragada reune especialistas, mas sem elemento da camara

Reinicia-se hoje a noite o clico de conferencias denominado “Conversas
Desbragadas” que o ProjectoBragaTempo vem desenvolvendo ha um ano. Apresentada
como uma forma de “levar os bracarenses para a rua, para discutirem o futuro da
sua cidade”, a iniciativa nao contara, nesta rentree, com a presenca do
vereador responsavel pelo pelouro do Urbanismo.

Publico

1. Vila Real: Cafe Mais Antigo e Emblematico de Vila Real Vai Desaparecer
Por LUSA

Vila Real vai perder o “Excelsior”, um dos seus cafes mais antigos e
emblematicos, que durante anos foi a principal sala de visitas da cidade e onde
agora vai nascer um novo espaco para comercio, servicos e habitacao.

2. Famalicao: Reage a Ameaca de Guimaraes Vedar Aterro
Por ANGELO TEIXEIRA MARQUES

“E se eu levasse a reuniao de Camara uma proposta para que os lixos domesticos
de Guimaraes nao pudessem ser entregues em Riba d’Ave [na Estacao de Tratamento
de Residuos Urbanos localizada naquela freguesia de Famalicao]? Isso nao fazia
sentido porque o equipamento e da Amave [Associacao de Municipios do Vale do
Ave] e nao da Camara de Famalicao.

“E Se Os Lixos de Guimaraes Nao Pudessem Ser Entregues em Riba D’Ave?”
Por ANGELO TEIXEIRA MARQUES

“E se eu levasse a reuniao de Camara uma proposta para que os lixos domesticos
de Guimaraes nao pudessem ser entregues em Riba D’Ave [na Estacao de Tratamento
de Residuos Urbanos localizada naquela freguesia de Famalicao]? Isso nao fazia
sentido porque o equipamento e da Amave [Associacao de Municipios do Vale do
Ave] e nao da Camara de Famalicao.

3. Homem: “O Rio Homem Esta na Iminencia de Ficar como o Ave”
Por ALEXANDRE PRACA

As concelhias do PCP de Amares, Vila Verde e Terras de Bouro lancaram, ontem,
uma alerta vermelho sobre o futuro do rio Homem, que atravessa estes tres
municipios e desagua no Cavado.

4. Barcelos: Fernando Reis Responde ao BE Sobre Poluicao no Cavado Por
FRANCISCO FONSECA O presidente da camara de Barcelos, Fernando Reis, garantiu
ontem ao PUBLICO que as tarefas assumidas pela autarquia para despoluir o rio
Cavado e fiscalizar os seus poluidores, “nao ficaram no esquecimento”.

INFORMACAO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresentou-se o sumario e/ou resumos de noticias de interesse
urbanistico/ambiental
publicadas na edicao electronica do JN e do Publico Local Porto e Minho, em 8 de
Julho de
2003. A seleccao e da associacao Campo Aberto.

Para os textos integrais consultar:

https://jn.sapo.pt/eddia/eddia5.asp

https://jornal.publico.pt/publico/2003/07/10/indice.html

ou as respectivas edicoes em papel.

PNED = Porto e Noroeste em Debate

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário