İzmir escort » İzmir eskort bayan » Vip Escorts beydağ escort bornova escort buca escort çeşme escort seferihisar escort beylikdüzü escort avrupa yakası escort mecidiyeköy escort beşiktaş escort Escort Paris porn tube porno porn porno amateur

    [PNED] 13 Mar/ Brincar com as Pessoas
    (Para qualquer problema com esta lista, seguir por favor as instruções do
    rodapé desta mensagem.)

    Quinta-feira, 13 de Março de 2003

    Sumario:

    JN e Local Porto Norte Público (deste último, apenas os títulos)
    Público

    – Câmara do Porto admite desistir do Centro Materno-Infantil em Parceria
    Antunes; Câmra e Ministério da Saúde estudam alternativas; moradores vão
    exigir os seus direitos
    – Rui Rio não desiste da Baixa para instala o El Corte Inglès
    – Ilha privada no Viso foi demolida pela Câmara do Porto
    – Paulo Morais não recua na polémica das Fontainhas
    – Palácio do Freixo; PS acusa Rui Rio de delapidar o património da cidade
    – Oitenta milhões de euros para dar a volta a Braga em dez minutos
    – Ovar; Câmara quer parque urbano no miolo da cidade

    JN

    – centro materno-infantil não ficará na Parceria; moradores desalojados
    exigem ser indemnizados
    – Câmara destrói abrigo de marginais
    – Fontainhas em luta
    – ponte do Infante outra vez adiada
    – Sever do Vouga: grande barrela no rio Vouga
    – Braga, Monte Picoto: desactualização urbana
    – Tondela: barragem avançou sem financiamento
    – IP5: desenvolvimento ou desertificação?
    – Viana do Castelo: parque eólico
    – património do Vale do Ave em roteiro
    – Aveiro: protestos contra a avenida são casa vez mais

    Editorial: Brincar com as Pessoas

    Uma pequena comunidade unida, que podia deixar a chave na porta tal era a
    confiança mútua e a entreajuda, é forçada a sair do seu bairro de “ilhas” e
    a mudar para bairrros camarários inóspitos e superlotados, onde os
    realojados são até agredidos. Tudo isso por “utilidade pública”: o
    ministério da saúde queria construir nesses terrenos um centro
    materno-infantil acoplado à maternidade Julio Dinis.

    Agora, o Ministério dá o dito por não dito. Agora, o provável é a construção
    do centro junto ao hospital de Santo António. E parece também provável que
    se verifique uma operação fundiária em que os terrenos acabem por se
    destinar à grande construção. A única solução decente seria realojar os
    moradores que o desejassem no mesmo local. E se o vereador da habitação acha
    que as casas das “ilhas” não tinham condições, a solução seria dar-lhes
    condições; no mínimo, o que se fez para a aldeia da Luz submersa por
    Alqueva. Qualquer outra solução parece profundamente imoral, uma violação
    brutal de direitos básicos. E como se arrisca a passar para muitos como uma
    coisa normal, podemos interrogar-nos se o sentido mínimo da decência humana
    não estará a perder-se junto de alguns que se consideram responsáveis.

    Seguem-se os resumos de notícias de interesse urbanístico/ambiental
    publicadas na edição electrónica do JN, em 13 de Março de 2003. A selecção é
    da associação Campo Aberto. Para os textos integrais consultar as referidas
    páginas ou a respectiva edição em papel.

    PNED = Porto e Noroeste em Debate

    Notícias fora deste âmbito geográfico podem a título excepcional ser
    incluídas por apresentarem interesse evidente para questões relativas ao
    Porto e Noroeste.

    13 de Março de 2003

    Porto Centro Materno-Infantil não ficará na Parceria
    desilusão Ministro aponta para hipótese de construção junto a grande
    hospital Moradores desalojados do antigo bairro exigem ser indemnizados
    arquivo jn Carla Sofia Luz

    Os antigos moradores das casas da Parceria Antunes estão indignados com a
    possibilidade de o Centro Materno-Infantil do Porto não ser construído no
    terreno daquele bairro, anexo à Maternidade Júlio Dinis. A decisão só deverá
    ser tomada na próxima semana (após uma reunião com vários especialistas),
    mas tudo aponta para que o equipamento nasça junto a um grande hospital.

    Câmara destrói abrigo de marginais

    degradação Proprietário ignorou a notificação e a autarquia teve de proceder
    à demolição coerciva das casas
    josé carmo C.S.L.

    Três casas degradadas da Travessa de Requesende, em Ramalde, foram
    demolidas, ontem de manhã, pela Câmara Municipal do Porto. As habitações
    privadas estavam vazias e serviam de abrigo a “actividades marginais”,
    incomodando os moradores e os alunos de uma escola na vizinhança.

    Porto Fontainhas em luta

    Protesto Moradores decidiram invadir a ponte do Infante no dia da
    inauguração Solução pode ser um terreno alternativo para cooperativa
    fernando oliveira Carla Sofia Luz

    Os moradores das Fontainhas (Porto) estão determinados em invadir a Ponte do
    Infante. O protesto estava marcado para depois de amanhã, mas o adiamento da
    inauguração (ver mais noticiário na página 29) adiará também a manifestação.
    O corte de trânsito surge como mais um sinal do desagrado pelo impasse com a
    Câmara Municipal na execução das casas da Cooperativa de Habitação de S.
    João das Fontainhas.

    Muita fita para tão pouca ponte

    rafael barbosa jornalista

    A Ponte do Infante ficou pronta algures durante o ano passado. A inauguração
    até já esteve marcada para 7 de Dezembro, coincidindo com a abertura da
    primeira linha do Metro. Mas, à última da hora, a festa abortou, porque, se
    havia ponte, alguém se tinha esquecido de fazer os respectivos acessos.
    Esperou-se e desesperou-se e lá foi marcada nova meta. Desta vez, 15 de
    Março. Os ditos acessos, concretamente os da margem de Gaia, ainda que
    provisórios, estavam finalmente prontos.

    Porto Ponte outra vez adiada

    contradição Empresa do Metro garantiu, ontemde manhã, que acessos ficariam
    prontos amanhã Câmara do Porto explicou, ao princípio da noite, que afinal
    obras vão prolongar-se
    artur machado Hugo Silva e Virgínia Alves

    A abertura da ponte do Infante ao tráfego foi outra vez adiada. Os
    automóveis já não vão estrear a nova travessia entre Porto e Gaia depois de
    amanhã, conforme estava previsto. Numa reunião entre a Empresa do Metro e as
    câmaras do Porto e de Gaia, realizada ontem, ficou definida a alteração, sem
    que tenha ficado estabelecida nova data.

    sever do vouga :

    Ambientalistas preparam grande barrela no rio Vouga
    muito lixo Electrodomésticos, plásticos e madeira a recolher

    Velhos electrodomésticos, muitos plásticos e até a madeira de que era feito
    um bar ribeirinho levado pelas cheias, eis o que quatro dezenas de
    ambientalistas esperam recolher, depois de amanhã, durante uma operação de
    limpeza do rio Vouga. Segundo Teresa Páscoa, da Quercus-Aveiro, a operação
    desenrolar-se-á num troço do rio dentro do município de Sever do Vouga,
    entre a hídrica de Pessegueiro do Vouga e o Poço de Santiago, numa extensão
    de cerca de dois quilómetros.

    Barbárie na Colina Sagrada

    por miguel bandeira geógrafo Necessidades urbanas para o Monte Picoto
    defendidas pela autarquia estão desactualizadas

    Oinda que para a bimilenária Bracara Augusta o Monte Picoto jamais
    representasse o papel que o Palatino desempenhou em Roma ou a Acrópole para
    Atenas, há mais de meio século, aquando da inauguração do estádio 28 de Maio
    (hoje 1º do mesmo mês), implantado na base da encosta, a elevação mereceu
    que fosse denominada como a colina sagrada da cidade. A comparação pode ser
    excessiva, mas a imponência do seu cume, encimado pelo cruzeiro que o
    dominava, lembrava a todos que a piedade humana triunfara sobre a barbárie.

    tondela :

    Barragem avançou sem financiamento

    polémica Garantias dadas pelo anterior Governo geram troca de acusações
    entre autarcas do PS e PSD
    Rui Bondoso

    O Governo socialista não conseguiu aprovar a candidatura aos fundos de
    coesão, para a construção da barragam da ribeira de Paul? Se não conseguiu,
    o que lhe sucedeu e está actualmente no poder, também não. Com a agravante
    de não ter aproveitado os fundos comunitários de 2002 que, por falta de
    utilização, tiveram de regressar à origem”.

    Faz falta um plano para o IP5

    por Girão pereira ex-presidente da câmara de aveiro Anos após construção do
    itinerário, não se sabe se ele serve para desenvolvimento ou para
    desertificação

    Quando no início da década de 80 se fez em Aveiro a apresentação da rede
    viária fundamental, o então presidente da JAE general Almeida Freire
    sintetizou a sua intervenção em duas ideias fundamentais: ­ a primeira era
    que os engenheiros portugueses mais não tinham feito que seguir os velhos
    traçados das vias romanas; ­ a segunda eram que estas vias tinham sido um
    mero instrumento de dominação e engrandecimento de Roma.

    viana do castelo :

    Parque eólico em Carreço e Outeiro

    Luís Oliveira

    As freguesias de Carreço e Outeiro, em Viana do Castelo, deverão acolher um
    parque eólico. Estimado em 15 milhões de euros, o investimento, da
    responsabilidade de holding participada por um banco português e empresas
    estrangeiras, foi reconhecido, ontem, pela Câmara, como de interesse público
    municipal. A proposta segue, agora, para aprovação, pela Assembleia
    Municipal.

    guimarães :

    Património do Vale do Ave em roteiro

    promoção Rota é apresentada hoje e vai mostrar potencial turístico dos
    municípios que formam Adrave
    Armindo Cachada e Joaquim Forte

    Desmistificar a forte carga negativa que transportam, actualmente, as
    palavras Vale do Ave no país, é um dos objectivos da Rota do Património
    Industrial da região, que hoje é apresentada, em Guimarães, na Pousada de
    Santa Marinha da Costa. Promovida pela Agência de Desenvolvimento Regional
    do Ave (Adrave), a rota levou 18 meses a elaborar e vai permitir, segundo
    Joaquim Lima uma “imagem de marca” para promoção do património industrial da
    região.

    Aveiro: Protestos contra avenida são cada vez mais

    José Carlos Maximino

    Moradores de Santa Joana decidiram criar uma comissão de luta e reclamam um
    maior empenho da Junta nos protestos contra a nova avenida que a Câmara de
    Aveiro pretende rasgar na freguesia.

    =============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

    Para difundir mensagens escreva para: pned@egroups.com

    Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogroups.com e com o corpo da mensagem vazio.

    Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@egroups.com

    Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@egroups.com

    Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

    https://www.egroups.com/group/pned

    Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

    =============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

    Seu uso do Yahoo! Grupos é sujeito às regras descritas em: https://br.yahoo.com/info/utos.html

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Categorias: Boletim

    Deixar comentário