• Set : 17 : 2020 - ALERTA AOS CIDADÃOS: TRÊS JARDINS DO PORTO E 503 SOBREIROS EM GAIA AMEAÇADOS DE MUTILAÇÃO E ABATE
  • Mai : 14 : 2020 - Por Amor da Árvore 2020
  • Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes

Sabado, 15 de Fevereiro de 2003

(Para qualquer problema com esta lista, seguir por favor as instrucoes do
rodape desta mensagem.)

Destaque: Controlo Directo

Nao se confunda o controlo directo das populacoes sobre obras, instalacoes e
outros aspectos do seu
viver colectivo que implicam incidencias ambientais com quaisquer formas
espurias como a justica
sem tribunais ou pelas proprias maos ou outras intervencoes que nao respeitem
direitos individuais
basicos. Mas o poder excessivo dos tecnicos ou o poder execessivo dos eleitos em
materias tecnicas
poderia ter um correctivo, pelo menos parcial, numa intervencao regular,
cuidadosa e activa das
populacoes ou dos cidadaos, se se preferir. O caso de Sebolido e talvez um
exemplo.

Onde por vezes os tecnicos apenas veem os aspectos tecnicos e os eleitos os
aspectos politicos, as
pessoas comuns podem ver um maior grau de exigencia nos cuidados a ter.
Comissoes de
acompanhamento, controlo por parte do publico, conselhos ambientais, processo
aberto e participado
no ambito da Agenda 21 – ai estao outras tantas possibilidades de, sem negar o
papel das instituicoes
representativas, exercer um controlo democratico permanente sobre o que
interessa directamente ao
quotidiano de quem habita um lugar.

Seguem-se os resumos de noticias de interesse urbanistico/ambiental
publicadas na edicao electronica do JN e do Publico em 15 de Fevereiro de 2003.
A seleccao e da
responsabilidade da associacao Campo Aberto. Para os textos integrais consultar
as referidas paginas
ou a respectiva edicao em papel.

PNED = Porto e Noroeste em Debate

Noticias fora deste ambito geografico podem a titulo excepcional ser
incluidas por apresentarem interesse evidente para questoes relativas ao
Porto e Noroeste.

Sabado, 15 de Fevereiro de 2003

JN

Qualidade com avaliacao mediana

Um estudo para avaliar a qualidade da STCP refere que a maioria dos inquiridos
(60% das 2483
pessoas ouvidas) consideram que a evolucao do servico prestado nos ultimos anos
tem sido boa,
representando um indice de 3,30, numa avaliacao de um a cinco.

REFER volta atras e enterra a linha

Autarca de Espinho satisfeito no final de reuniao
Natacha Palma

A saida da reuniao que manteve, ontem, com o Conselho de Administracao da REFER,
Jose Mota,
presidente da Camara Municipal de Espinho, trazia a garantia de que a linha
ferrea vai afinal ser
enterrada no centro da cidade. Visivelmente satisfeito com o resultado do
encontro, o autarca afirmou,
ao JN, que nunca lhe passou pela cabeca que o processo morresse, sem mais nem
menos, “depois
de anos de conversacoes com governos e conselhos de administracao”. “Custe o que
custar, a obra
vai em frente. Seria inadmissivel que agora, depois de ter sido lancado o
concurso internacional e ja
com a intencao de adjudicar a obra, voltasse tudo ao principio”, explicou o
presidente da Camara de
Espinho.

Braga

Falperra paga taxas a concelho vizinho

Moradores garantem que nada ganham em pertencer a Guimaraes. Fazem vida em
Braga, mas
questao de limites continua a complicar
PEDRO LEITAO

Braga varre a rua, Guimaraes recolhe o lixo. Sao dois concelhos a mandar na
mesma terra. So que a
Falperra sempre teve portas viradas para Braga. “O que faz lei, a luz de um
antigo costume, para que
seja bracarense”, defende o investigador Luis Costa. Mas a disputa de limites
esta longe de ser
pacifica para as freguesias de Nogueira, em Braga, e de Santa Cristina de
Longos, em Guimaraes.

penafiel :

Sebolido contesta venda de aterro

Camara diz que foi uma solucao das juntas
tito couto

Moradores da freguesia de Sebolido, em Penafiel, estao contra a venda de
terrenos onde esta o aterro
sanitario a empresa concessionaria, a Resin. E para protestar contra a
“perspectiva de um aterro
vitalicio”, sem controlo, juntaram-se, anteontem a noite, no Largo da Igreja. No
meio dos protestos,
falava-se de “uma lixeira a que se chama aterro”.

Publico

CP e Rede Ferroviaria Nacional de Costas Viradas nos Parques de Estacionamento
Junto as
Estacoes
Por JOSE ANTONIO CEREJO

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário