• Set : 17 : 2020 - ALERTA AOS CIDADÃOS: TRÊS JARDINS DO PORTO E 503 SOBREIROS EM GAIA AMEAÇADOS DE MUTILAÇÃO E ABATE
  • Mai : 14 : 2020 - Por Amor da Árvore 2020
  • Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes

(Para qualquer problema com esta lista, seguir por favor as instruções do
rodapé desta mensagem.)

Destaque: Acabamentos

Em Portugal, os acabamentos… não se acabam! Durante as obras, pouco se faz
para minimizar os incómodos causados aos moradores e passantes. Depois, é
uma eternidade até que alguma coisa fique de facto pronta. E quando fica
pronta, já está a estragar-se. Parece uma fatalidade, e faz pensar que
qualidades básicas nos faltam psicologicamente como povo, ou à nossa
organização social ou simplesmente administrativa para que não aconteça
assim. A mania de inaugurar obras por fazer apenas agrava algo que se aplica
a quase todas. As subempreitadas em cadeia fazem com que nunca se saiba
muito bem quem é o responsável. Mas enfim… há coisas mais graves, não fora
isto sinal da mesma incúria e desprezo pelo cidadão comum que geram as
coisas mais graves.

Seguem-se os resumos de notícias de interesse urbanístico/ambiental
publicadas na edição electrónica do JN e Público Norte em 24 de Janeiro de
2003. Para os textos integrais consultar as referidas páginas ou a
respectiva edição em papel.

PNED = Porto e Noroeste em Debate

Segunda-feira, 27 de Janeiro de 2003

JN

Deixaram as Fontainhas num estado deplorável

Saneamento está à mostra e o lixo amontoa-se por todo o lado na Calçada da
Corticeira
jorge vilas

Depois da construção da ponte do Infante D. Henrique, nunca mais ninguém se
entendeu no tocante aos acabamentos, sobretudo no que diz respeito às zonas
do Passeio das Fontainhas e da Calçada da Corticeira, que foram ocupadas
pelo construtor durante dois anos.

Hortas e pastagem no lugar do passeio

Peões sem lugar na Avenida da Conduta, em Gondomar. Câmara Municipal diz que
aguarda projecto da linha de Metro
hugo silva texto leonel de castro fotos

Inaugurada em Dezembro de 2001, a Avenida da Conduta, estrada que atravessa
o concelho de Gondomar, continua sem passeios. Em algumas zonas, as pessoas
são obrigadas a caminhar pelo asfalto, lado a lado com os automóveis, cujos
condutores aproveitam o bom estado do asfalto para carregar um pouco mais no
acelerador.

Protectora promove adopção de animais

Mais de 1000 cães e 200 gatos à espera de alguém que os leve para casa e os
trate com carinho

“Tu és a minha última oportunidade”, pode ler-se à entrada da sede da
Associação Protectora dos Animais, sediada na Rua das Antas, no Porto,
instituição que está a promover, mensalmente, uma campanha de adopção dos
seus 1300 animais (1100 cães e 200 gatos),que ou foram abandonados pelos
seus donos ou então vítimas de atropelamento e de outros acidentes menores.

Torres fechadas antes do Verão

Associação do Aleixo acusa Paulo Morais de ignorá-la
carla sofia luz

As entradas das torres do Bairro do Aleixo ficarão fechadas antes do Verão.
O vereador da Habitação da Câmara do Porto, Paulo Morais, estima que a obra
será concluída em quatro meses, até final de Maio. Amanhá, inicia-se a
colocação de portões e de plataformas elevatórias para facilitar o acesso de
deficientes nos prédios 3 e 4, à semelhança do que foi feito na torre 5.

Braga: Bióloga preside à Quercus

MAGALHÃES COSTA

A constituição de um Observatório Ambiental é uma das prioridades do Núcleo
de Braga da Quercus, projecto que, há dois anos, chegou a ser apresentado à
Associação de Municípios do Vale do Cávado. “É uma falha grave”, disse
Joaquim Loureiro, na hora de abandonar o núcleo bracarense, deixando a
presidência nas mãos de Ana Cristina, biológoa da Universidade do Minho.

Vila Nova de FOZ CÔA :

Comboios trocam voltas aos utentes

Pessoas obrigadas a grandes deslocações
Almeida Cardoso

A alteração dos horários de Inverno dos comboios da linha do Douro está a
provocar muitos problemas no concelho de Vila Nova de Foz Côa. A composição
que parte do Pocinho às 11.48 horas não pára na estação de Mós/Freixo de
Numão nem no apeadeiro de Vesúvio.Por outro lado, a mudança de comboio na
Régua, para quem pretende seguir viagem paro Porto, também está na origem
dos protestos. Os utentes que se sentem lesados alegam que o comboio das
11.48 horas é muito importante, pois permite a chegada ao Porto por volta
das 15.30. A única solução que lhes resta é deslocar-se ao Pocinho. Ou seja,
há pessoas que têm de percorrer mais de 25 quilómetros.

pinhel :

Estação abandonada bem equipada

Almeida Cardoso

Apesar de completamente destruída e abandonada, a velha estação ferroviária
de Pinhel, na freguesia de Bouça Cova, ostenta um sistema anti-roubo, mesmo
por cima de portas rebentadas, e um aparelho de ar condicionado, numa sala
sem janelas ou portas, além de imunda, e onde, no Inverno, os poucos utentes
dos comboios esperam a tiritar de frio. Aquele sistema assemelha-se, mais
que outra coisa, a um adorno, mesmo em frente à gare.

amares :

Ponte do Porto será recuperada
Zona envolvente será requalificada
Gil Diniz

Arrancam quinta-feira os trabalhos preparatórios para a recuperação da Ponte
do Porto. Técnicos da Direcção Regional de Edifícios e Monumentos Nacionais
(DREMN) e das Câmaras de Amares e de Póvoa de Lanhoso irão proceder a
escavações no piso em alcatrão para verificar o estado do pavimento
original. Esta passagem sobre o Cávado, que até há pouco tempo ligava os
concelhos de Amares e Póvoa de Lanhoso, foi encerrada ao trânsito após a
abertura da nova ponte, a jusante.

viseu :

Vão acabar os automóveis nas ruas do centro histórico

Fim do trânsito será ensaiado, primeiro, ao fins-de-semana. Mais tarde, será
totalmente vedado, excepto aos moradores
TERESA CARDOSO

Dentro de algumas semanas, será proibido circular, de automóvel, nas ruas do
centro histórico de Viseu. A medida será concretizada, numa primeira fase,
às sextas, sábados e domingos. A médio prazo, o trânsito será totalmente
encerrado, excepto a residentes, viaturas de emergência e de cargas e
descargas.

Público

Investigador Preocupado com as Marés Vivas no Furadouro

Por SARA DIAS OLIVEIRA

Contrariar a erosão TEXTO

Paulo Morais Quer Mais Segurança no Aleixo
Por ANDREA CUNHA FREITAS

O vereador da Câmara do Porto, Paulo Morais, anunciou ontem que a instalação
das portas de entrada e as obras para aumentar a segurança nos quatro blocos
“abertos” do Bairro do Aleixo vão começar amanhã e deverão prolongar-se até
ao Verão. Trata-se de um investimento que deverá rondar os 70 mil euros num
local onde vivem cerca de duas mil pessoas. TEXTO

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário