• Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto

[PNED] 29 Nov/Miopia Técnica
Destaque:

Traçam-se autoestradas sem pensar nas populações atravessadas. Eis que
Figueiredo se revolta. A Refer quer demolir a estação ferroviária de Tadim
mas não pensou no seu valor patrimonial para os habitantes… e para o país
(tanto magnífico património ferroviário em Portugal entregue à ruína…).
Traça-se o IC35 e passa-se um risco pelo meio da Quinta da Aveleda sem
pestanejar. Que técnicos são estes tão míopes que obrigam os cidadãos a
fazerem comissões de luta para defender o óbvio a posteriori? Não poderiam
poupar tranquilidade se fossem um pouco menos míopes e pensassem com a
cabeça mas também com o coração e se pusessem na pele dos atingidos? Que o
digam Paderne, que o digam as árvores do Marquês de Pombal, e tantos tantos
outros exemplos quase diários pelo país fora… A tecnologia actual é tão
poderosa (graças aos combustíveis fósseis em que se baseia o
desenvolvimento… insustentável…) que muitos técnicos julgam que tudo é
possível – e justo. Basta fazer uns movimentos de terras e pronto. A
intervenção humana tornou-se, na época moderna, uma força geológica. Muitas
vezes, tal como as forças geológicas naturais, uma força CEGA!

Seguem, depois de seleccionados por nós, os resumos de notícias de interesse
urbanístico e ambiental na região Porto e Noroeste relativas a 29 de
Novembro conforme constam das páginas electrónicas do JN e do Público (Local
Porto e Local Minho)

PNED = Porto e Noroeste em Debate

29 de Novembro de 2002

JN

“Andante”…
…rumo à mobilidade e intermodalidade?

Foi recentemente anunciado aos habitantes do Grande Porto quanto lhes vai
custar usar o “seu” Metro. Para quem é futuro utente, é irrelevante saber
quantos milhões custa fazer a obra. Os portugueses já perderam a
sensibilidade aos milhões seja do que for. Por boas mas também por más
razões. A preocupação do cidadão é muito mais simples: só pretende saber
quanto é que, na altura própria, vai ter de pagar pelo simples uso do bem
que terá custado qualquer que seja a quantia, seja ela expressa em euros ou
em qualquer outra unidade. Essas coisas nunca ninguém chega a saber muito
bem. E não é porque não seja possível fazer as contas mas porque há sempre
contas para todos os gostos e cada um faz, afinal, as suas.

Estações do Metro com música ao vivo
Projecto poderá estender-se ao interior dos veículos
hugo silva

A Casa da Música vai ser responsável por projectos de animação das estações
do Metro do Porto. Está também em “fase embrionária” o estudo do alargamento
da iniciativa aos próprios veículos, onde os passageiros poderão usufruir de
uma viagem mais musical.

Família fora de casa e viatura destruída

Telhado de prédio abateu, na Rua Miguel Bombarda
nuno silva

Os três moradores do segundo andar de um prédio (nº 269) na Rua de Miguel
Bombarda, no Porto, foram forçados a pernoitar em casa alheia, na sequência
do abatimento do telhado do piso superior, devoluto há vários meses. As
telhas acabaram por cair sobre um carro que se encontrava estacionado em
frente ao edifício. A viatura, um Ford, ficou irreconhecível. Os Sapadores
do Porto foram ao local e, com o auxílio de uma escada “Magirus”, removeram
as telhas que ainda ofereciam perigo para os transeuntes.

Projecto de Souto Moura está pronto e inclui uma oficina e restaurante com
vista para o Douro

O comboio tem um espaço reservado junto à Alfândega. O arquitecto Souto
Moura já desenhou o projecto para a construção de uma nave ferroviária,
ocupando parte do terreno contíguo ao edifício, que serve de parque de
estacionamento. O museu, com restaurante e oficina de recuperação de
material ferroviário, está à espera de financiamento e da implementação do
comboio turístico.

Pedra de seis metros à porta da Alfândega

Recuperação de Souto Moura contempla a criação de museu sobre memória do
edifício, que abrirá em 2004
carla sofia luz

O passado comercial da Alfândega será eternizado com a criação de um núcleo
museológico e de um centro de documentação e de informação. É um dos passos
seguintes na recuperação do edifício portuense, a cargo do arquitecto
Eduardo Souto Moura. O museu deverá abrir no segundo trimestre de 2004.

Valentim Loureiro considera o PER injusto

O presidente da Câmara de Gondomar, Valentim Loureiro, considera “injusto” o
Programa Especial de Realojamento (PER) e manifestou-se esperançado numa
nova legislação. “Somos um dos concelhos com mais problemas nesta área, mas
não temos mecanismos para os resolver”, afirmou o autarca, na sequência de
alguns pedidos de habitação social feitos por elementos do público presentes
na reunião camarária de ontem. O autarca espera que uma nova legislação
permita solucionar, “com justiça e humanidade”, os casos graves de falta de
habitação. Segundo Valentim Loureiro, o PER apenas contempla casos de
“pessoas que vivem em barracas ou casas abarracadas, sem levar em conta o
seu rendimento, nem o número de filhos, pelo que algumas destas famílias têm
um Mercedes estacionado à porta”.

Viana do Castelo :

Empresa Altamira abala VianaPolis
Sociedade quer espaço para residentes no Coutinho
LUÍS OLIVEIRA

Um diferendo, com quase 11 anos, entre a Câmara Municipal de Viana e os
proprietários da empresa de refrigerantes Altamira, devido a uma
fábrica-armazém situada no Largo Infante D. Henrique, pode comprometer a
intervenção do programa Polis na marginal da cidade.

Aveiro :

Erosão da costa obriga a nova barra
Debate na UA defende localização a sul da Vagueira
jesus zing

A abertura de uma nova barra a sul da Vagueira foi defendida, durante um
debate sobre a preservação da costa, promovido pelo BioNúcleo da Associação
Académica da Universidade de Aveiro, que, anteontem à noite, quase encheu o
anfiteatro do Departamento de Ambiente daquele estabelecimento de Ensino
Superior.

Guimarães: Geografia em debate

Paul Claval, da Universidade de Sorbonne e Suzanne Daveau, do Centro de
Estudos Geográficos da Universidade de Lisboa, abriram, ontem, as Jornadas
de Geografia e Planeamento , na Universidade do Minho (UM) de Guimarães até
amanhã. A iniciativa, conforme referiu um dos organizadores, João Sarmento,
visa vários objectivos, como permitir a presença, na UM, de “pessoas com
renome nacional e internacional” da área da Geografia. Por outro lado, as
jornadas são uma janela de oportunidade para os finalistas da licenciatura e
para os recém-licenciados apresentarem os seus trabalhos e contactarem com
instituições que, na região, exercem actividade na área. As jornadas
terminam amanhã com visitas ao centro histórico.

PENAFIEL :

IC35 poderá mudar
Quinta da Aveleda e Câmara querem alternativa no início do troço
isabel peixoto

Otraçado do Itinerário Complementar nº 35 (IC35) dentro do concelho de
Penafiel poderá sofrer alterações. O “desenho” da via que ligará o concelho
a Castelo de Paiva está em fase de consulta pública e, pelo menos para já,
apresenta um senão logo no início dotroço. Os dois traçados em estudo
atravessam parte da Quinta da Aveleda, um dos mais afamados produtores de
vinho verde. Empresa e Câmara querem apresentar uma alternativa.

Público

Futuro da Estação de Tadim É Decidido Hoje

Três técnicos da Refer (Rede Ferroviária Nacional), o presidente da Junta de
Freguesia (JF) de Tadim, nos arredores de Braga, e a comissão de moradores
local vão encontrar-se hoje à noite na sede da Junta tadinense, para debater
o futuro da estação de comboios daquela freguesia, cuja demolição está
prevista pela Refer para que se proceda à modernização do ramal de Braga,
que inclui a construção de uma nova estação com uma plataforma de 220
metros, além de electrificação e duplificação da via férrea. TEXTO

Ippar Mantém Embargo às Obras na Igreja Românica de Tenões
Por ABEL COENTRÃO

O Instituto Português do Património Arquitectónico deverá pronunciar-se
“brevemente” sobre a intervenção que a comissão fabriqueira da paróquia de
Santa Eulália de Tenões está a levar a cabo na igreja românica da freguesia,
um monumento nacional situado na encosta do Bom Jesus, em Braga. TEXTO

Câmara Adia Discussão Sobre Empréstimo de Dez Milhões à Agere
Por NUNO PASSOS

A ratificação da autorização à Agere (empresa municipal de águas e
saneamento de Braga) para contracção de um empréstimo de dez milhões de
euros, relativo às obras do projecto “Saneamento do Concelho – Zonas de
População Dispersa”, será aprovada na próxima segunda-feira, em reunião de
câmara extraordinária. TEXTO

Mesquita Critica Presidente da Comissão de Figueiredo

Mesquita Machado considera que o responsável pela comissão de luta “ad hoc”
da freguesia de Figueiredo, Hilário Azevedo, anda a prometer o que não deve.
TEXTO

Túnel de Ceuta Sem Saída à Vista
Por MARGARIDA GOMES

A igreja do Carmo e o quartel da GNR poderiam ter sofrido “danos
irreversíveis” se os técnicos responsáveis pela construção do túnel
rodoviário na Rua de Ceuta, na Baixa do Porto, tivesssem insistido no
sistema de explosivos para avançar nas escavações. Este cenário foi ontem
relatado ao PÚBLICO por um engenheiro, conhecedor do processo, que solicitou
o anonimato. TEXTO

Acessos Sul à Ponte do Infante Prontos Antes do Final de Março

O vereador da Câmara de Gaia, Poças Martins, admitiu ontem que os acessos
provisórios sul da Ponte do Infante, entre as cidades de Gaia e Porto, podem
estar concluídos antes do final de Março. O autarca explicou que a obra
envolve muitos movimentos de terras, pelo que o tempo pode desempenhar um
papel determinante no andamento dos trabalhos. TEXTO

Vale de Campanhã Redescoberto por Alunos de Escola do Cerco
Por MIRLA FERREIRA RODRIGUES

Repensar o futuro do Vale de Campanhã e apostar no Parque Oriental da cidade
do Porto foram as principais conclusões do estudo elaborado pelos alunos e
docentes da E.B do Cerco, no Porto – que foi apresentado anteontem. TEXTO

Linha do Vouga: Refer Garante Que Os Acidentes Não Têm a Ver com o Estado da
Via
Por SARA DIAS OLIVEIRA

A Rede Ferroviária Nacional (Refer) garante que os incidentes, sobretudo
descarrilamentos, que nos últimos tempos se têm verificado na Linha do
Vouga, não se prendem com o estado da ferrovia, mas sim com elementos
externos. Segundo Susana Abrantes, do gabinete de Comunicação e Imagem da
Refer, “o que se tem passado não tem nada a ver com as infra-estruturas”
utilizadas pela empresa ferroviária. TEXTO

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Para difundir mensagens escreva para: pned@egroups.com

Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogroups.com e com o corpo da mensagem vazio.

Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@egroups.com

Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@egroups.com

Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

https://www.egroups.com/group/pned

Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Seu uso do Yahoo! Grupos é sujeito às regras descritas em: https://br.yahoo.com/info/utos.html

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário