www.upscalerolex.to would be brilliant skillsets and exquisite blend of gorgeous great beauty .

    Retomo hoje a série de inventários de notícias, de interesse para a região
    Noroeste e área metropolitana do Porto em especial.

    Estes inventários seguirão quando houver possibilidade e pode pois haver
    grandes intervalos entre eles. Quem quiser fazê-los também e enviá-los à
    lista, seria de grande ajuda. Os que faço baseiam-se sobretudo na leitura da
    secção Local Porto do Público e do Jornal de Notícias, sem excluir outras
    fontes.

    Espero que possam ser úteis a alguém e seria bom que quem o quiser apresente
    comentários sobre os temas neles focados.

    Inventário nº 5
    5 de Abril de 2001

    GARRANOS

    Os cavalos selvagens que vivem em liberdade nas zonas serranas do Parque
    Nacional da Peneda-Gerês (garranos) estão sujeitos a ameaças várias. Desde
    Setembro, já morreram mais de 50, cerca de um quarto dos que pastoreiam
    livremente pelas serras a norte do rio Lima. Uma das causas tem sido a fome,
    por falta de pasto. (JN 2.4.01)

    BALDIOS DE PONTE DO LIMA

    Decorreu em 31 de Março último um seminário promovido pela Associação para a
    Cooperação entre Baldios na Escola Superior Agrária de Ponte de Lima, onde
    foi denunciada a grande indefinição dos baldios em termos legislativos. Em
    meados do século XX havia nos distritos de Viana, Braga e Vila Real cerca de
    80 mil cabeças de gado barrosão, hoje não passam de sete mil. Os criadores
    entretanto optaram por raças que proporcionam mais carne em menos tempo, mas
    a tendência está a inverter-se com o aumento dos consumidores que preferem a
    qualidade (JN, 2.4.01).

    BICICLETAS DE AVEIRO

    As BUGA- Bicicletas de Utilização Gratuita de Aveiro comemoraram no domingo
    1 de Abril o seu primeiro aniversário de existência, tendo sido inaugurada
    uma nova pista ciclável e mais seis parques BUGA dispersos um pouco por toda
    a cidade. Os promotores estão satisfeitos, não só com o número de aderentes,
    mas por acharem que em Aveiro se estão a ganhar novos hábitos ambientais
    (JN, 2.4.01).

    HOSPITAL DE SANTO ANTÓNIO

    Num artigo de opinião na secção Local Porto (Público, 4.4.01), o Arq. Rui
    Loza criticou severamente a ampliação feita ao Hospital de Santo António,
    considerando que não durará mais que algumas décadas, enquanto que o
    edifício antigo, que tem já 200 anos, poderá ainda durar outro tanto. Disse
    ainda que se perdeu uma excelente oportunidade de recuperar e redignificar o
    jardim anteriormente existente e que ficou destruído pela ampliação feita.

    HOSPITAL DE SÃO JOÃO

    As associações de estudantes das escolas superiores de Educação do Porto e
    de Enfermagem do S. João e das Faculdades de Medicina e de Engenharia
    apresentaram uma queixa-crime contra incertos à Procuradoria-Geral da
    República, relativa ao apuramento de responsabilidades criminais pela
    produção material e moral dos factos relacionados com o funcionamento
    indevido da incineradora do Hospital de S. João (Público, 5.4.01).

    PONTE PEDONAL

    Um movimento de cidadãos do Porto intitulado Portus Cale lançou uma petição
    contra a construção da ponte pedonal prevista para construção a 11 metros do
    tabuleiro inferior da Ponte de D. Luís. Nuno Cardoso, o presidente da
    Câmara, afirmou que a ponte será mesmo construída, por motivos de segurança
    dos peões que utilizam a actual ponte, já que considera o tabuleiro inferior
    perigoso para os peões, devido ao trânsito automóvel, em especial de pesados
    (Público, 5.4.01). Nuno Cardoso disse, entretanto: “Acho bem que haja
    pessoas que levantem problemas e sugiram debate. Eu serei o primeiro a
    participar nesse debate” (JN, 5.4.01).

    VIA DE CINTURA INTERNA

    Foram prometidas para este ano as obras de beneficiação da Via de Cintura
    Interna (reformulação do Nó de Francos e reabilitação do Nó do Regado). A
    questão das barreiras acústicas e piso anti-ruído também parece no bom
    caminho, integrando diversas valências (acústica, paisagística e de
    arquitectura)(JN, 5.4.01).

    RIO TINTO ENTUBADO

    Está em construção em Rio Tinto uma avenida por cima do troço entubado do
    Rio Tinto, o que levou já o Movimento Pró-Rio Tinto a contestar uma obra que
    se destina apenas, segundo ele, a garantir a viabilidade construtiva aos
    terrenos adjacentes e que estão integrados na Reserva Ecológica Nacional
    (JN, 5.04.01), interpretação que a Câmara de Gondomar nega.

    Saudações a todos
    JCDias Marques

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Categorias: Boletim

    Deixar comentário