• Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto
  • Jun : 15 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação

[PNED] 20 Dezembro INFO

Para desligar-se/religar-se ou para ler as mensagens em modo pgina, net
veja informaes no rodap da mensagem.

O arquivo desta lista desde o seu incio acessvel atravs de
http://groups.yahoo.com/group/pned/

A estrutura deste Boletim INFOPNED tem vindo a variar por motivo de
experincias e tentativas de fixao de um modelo a seguir no futuro.
Agradecem-se sugestes e comentrios.

Sabado, 20 de Dezembro de 2003

PUBLICO:

1. Mapas Revelam ao Pormenor Os Subterrâneos do Porto

Os portuenses possuem, desde ontem, um instrumento mais eficaz para
conhecerem o chão onde pisam. Trata-se da segunda versão da carta
geotécnica do Porto, um documento que colige uma série de estudos
técnicos sobre o subsolo da cidade. Nos diferentes mapas que o compõe é
possível saber onde estão as minas de água do concelho, por exemplo, ou
ver onde estão assinaladas as áreas de maior risco de queda de blocos.

2. Zona Oriental assinalada como “aérea a ser protegida”

Onde estão as áreas do Porto que devem ser protegidas ou recuperadas do
ponto de vista ambiental? Ao ouvir a pergunta, Fernando Noronha, o
professor universitário que participou na elaboração da Carta Geotécnica
do Porto, puxa pela memória e logo dá a resposta: a borda rochosa que
vai do Castelo do Queijo até à Foz do Douro, por exemplo, ou então a
zona oriental da cidade – onde há a hipótese da criação de um parque e
ainda de uma polémica alameda -, que “ainda possui vários terrenos
agrícolas e o rio Tinto”.

3. lanos de Pormenor de S. João da Madeira Entregues a Souto Moura

“São João da Madeira não pode estragar território. O que menos temos é
espaço e, por isso, não podemos estragá-lo”. O presidente da Câmara de
São João da Madeira, Castro Almeida, depositou nas mãos do arquitecto
Souto Moura a elaboração de dois planos de pormenor para cidade, mais
concretamente para a Avenida Renato Araújo e para a zona entre as
piscinas municipais e a empresa metalúrgica Olivacast.

O autarca realça que o município não tem qualquer plano de pormenor,
contando apenas com o Plano Director Municipal (PDM), e que, portanto, é
fundamental investir neste sector. “Optamos pela máxima qualidade”,
sustenta o edil, justificando a escolha de Souto Moura. “Preferimos ter
mais espaços sem construir do que ter construções de má qualidade”,
reforça.

4. Associações Ambientais Contestam Construção de Barragem no Rio Sabor

Cinco das principais associações portuguesas de defesa do meio ambiente
alertaram anteontem para os perigos ambientais da construção da barragem
do Sabor e asseguraram que esta será impotente para evitar as grandes
cheias do rio Douro. “Está cientificamente provado que as barragens
podem ajudar a controlar as cheias regulares, mas quase nunca conseguem
evitar as grandes cheias”, afirmou José Teixeira, da Plataforma Sabor
Livre, citado pela Lusa.

5. Ambiente e Qualidade de Vida São Prioridades da Amave para 2004

“É um orçamento pensado para uma época de crise”. É assim que José
Ribeiro, o presidente da Associação de Municípios do Vale do Ave (Amave)
e da câmara de Fafe, caracteriza o Plano Plurianual de Investimento e
Plano de Actividades Intermunicipal recentemente aprovado.

6. Ribeiro Telles Rejeita Torres de Alcântara Sem Revisão do PDM

O arquitecto Gonçalo Ribeiro Telles defendeu quinta-feira que o projecto
de três torres com 35 andares, concebido por Siza Vieira para Alcântara,
Lisboa, tem de ser antecedido pela revisão do Plano Director Municipal
(PDM).

JN:

1. Nova Carta Geotécnica do concelho referencia Guindais como zona de
risco No entanto, programa da Câmara prevê construções

As escarpas dos Guindais, da Restauração e das Escadas do Codeçal são
consideradas zonas de risco do município na nova Carta Geotécnica do
Porto. Ainda que estejam consolidadas e sejam monitorizadas, Fernando
Noronha, docente da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto
(FCUP), não aconselha que se construam casas nos maciços graníticos.

2. Executivo decide se paga custas judiciais de Rui Rio

A Imoloc atribui “responsabilidade pessoal” ao presidente da Câmara do
Porto, Rui Rio, por “graves danos” causados na acção, apresentada no
Tribunal Administrativo do Porto. Nos termos da queixa, faz um historial
das posições e das atitudes do autarca, desde a campanha eleitoral até à
anulação do deferimentos dos pedidos de informação prévia para a
Circunvalação e a Avenida da Boavista, junto ao Parque da Cidade. A
empresa recorda que, em Junho de 2001, Rui Rio prometeu que não
permitiria construções privadas no parque, caso fosse eleito. “Mal tomou
posse”, o autarca “deixou claro que não respeitaria os compromissos
assumidos pela Câmara do Porto nem os direitos adquiridos pelos
particulares”.

3. Parques de estacionamento são caros e insuficientes

E m tempo de compras não se arrisca. O sentimento é generalizado e serve
de justificação para que os parques de estacionamento da cidade tenham
estado a abarrotar nas últimas semanas.

4. Mini-bus para compras

Cinco mini-bus da STCP , com 40 lugares cada, fazem, na quadra, o
circuito das compras. Hoje e amanhã, funcionam entre as 10 e as 20 horas
e até quarta-feira, entre as 10 horas e a meia-noite. Percorrem
Cedofeita, Carmo, Viriato, Cordoaria, Carmelitas, Sáda Bandeira, Praça
D. João I, Santa Catarina, Travessa das Almas, Trindade, Avenida dos
Aliados, Praça de Guilherme Gomes Fernandes, Rua das Oliveiras, Mártires
da Liberdade e Rua do Breyner.
Copyright © 2003 Empresa do Jornal de Notícias S.A.
Reservados todos os Direitos.

5. Câmara adquire Águas do Ave
Vila Nova De Famalicão

A Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão aprovou, ontem, por
unanimidade, em reunião extraordinária do Executivo, a adesão do
município ao capital social da empresa Águas do Ave, SA, responsável
pela gestão e exploração do sistema de abastecimento de água e
saneamento no Vale do Ave.

INFORMAO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresentou-se o sumrio e/ou resumos de notcias de interesse
urbanstico/ambiental publicadas na edio electrnica do Jornal de Notcias
e do Pblico Local Porto e Minho, em 20 de Dezembro de 2003.

Esta lista foi criada e animada pela associao Campo Aberto, e est
aberta a todos os interessados scios ou no scios. O seu mbito especfico
so as questes urbansticas e ambientais do Noroeste, basicamente entre o
Vouga e o Minho. Em Fora do Noroeste (s ocasionalmente), podem inserir-se
notcias de outras regies que possam apresentar interesse como exemplo
negativo ou positivo para situaes equivalentes no Noroeste.

Seleco hoje feita por Daniel Carvalho

Para os textos integrais consultar:

http://jn.sapo.pt/eddia/eddia7.asp

http://jornal.publico.pt/publico/2003/12/20/indice.html

ou as respectivas edies em papel.

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Para difundir mensagens escreva para: pned@yahoogrupos.com.br

Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogroups.com e com o corpo da mensagem vazio.

Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@egroups.com

Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@egroups.com

Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

http://groups.yahoo.com/group/pned/

Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Seu uso do Yahoo! Grupos é sujeito às regras descritas em: http://br.yahoo.com/info/utos.html

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário