• Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto

[PNED] 24 de Junho: INFO
(Para qualquer problema com esta lista, ver informacoes no final do texto e
instrucoes no rodape da mensagem)

Terca, 24 de Junho de 2003

JN

1. Exigida construcao de mais travessias sobre o rio Douro

porto cerimonia Luis Filipe Menezes e Manuel Moreira reivindicaram mais
atravessamentos Ordem dos Engenheiros propoe mudar o nome da ponte da Arrabida
para ponte Edgar Cardoso Hugo Silva

E urgente a construcao de novas pontes sobre o rio Douro. Luis Filipe Menezes,
presidente da Camara de Gaia, e Manuel Moreira, governador civil do Porto,
reivindicaram, ontem, a construcao de mais travessias sobre o Douro. “Muitas
mais”, argumentou Manuel Moreira. “Se houver um acidente na Arrabida ou no
Freixo, a Area Metropolitana do Porto para por horas e horas. Se houver um
acidente em simultaneo, nas duas travessias, e preciso decretar o estado de
calamidade publica”, ironizou Filipe Menezes.

Uma avenida, uma rotunda e um museu do “professor”

Gaia vai homenagear o engenheiro Edgar Cardoso com um monumento construida na
nova rotunda das Devesas. Trata-se de uma praca onde se podera encontrar uma
estatua do professor, enquadrada por outras pecas escultoricas, fruto de um
projecto elaborado pela escultora Margarida Santos. Custa “entre 120 mil e 150
mil contos” e devera avancar no Outono, precisou Filipe Menezes. “Gostava que
estivesse feito antes de me ir embora de Gaia. Faltam so dois anos”, referiu o
autarca. Nao se recandidata? “Se a decisao tivesse que ser tomada hoje, nao me
recandidatava, mas ha duas palavras que nao se pode dizer em politica: sempre e
nunca…”, contemporizou Luis Filipe Menezes.

2. Porto: Fumo e ruido em casa

Porto Indignados Terminal de autocarros “provisorio” instalado em zona
habitacional ha oito anos Moradores cansados de aguardar solucoes Daniela
Sousa

O terminal “provisorio” de autocarros de passageiros, situado na Praceta do
Regulo Megauanha, na zona central do Porto, tem sido criticado pelos moradores
dos predios vizinhos, desde 1995, altura em que foi criado por Farnando Gomes,
o entao presidente da Camara.

Plano Director estuda localizacao alternativa

A ultima resposta da Camara Municipal do Porto foi dada no passado dia 20 de
Maio, por Ricardo Figueiredo, actual vereador do Pelouro do Urbanismo e
Mobilidade, durante a participacao de Angelo Moreira num programa de televisao.
Atraves de um fax, o autarca reforcava o caracter provisorio do terminal de
autocarros e afirmava que, ate ao momento, nao existia qualquer espaco
alternativo para instalar o parque de estacionamento. Os locais apropriados
para o efeito so ficariam definidos, apos analise e aprovacao do novo Plano
Director Municipal. Angelo Moreira disse, entretanto, ao JN, que o processo
pode ser demasiado moroso.

3. Metro: Tres milhoes em seis meses

porto O Metro do Porto ja transportou mais de 2,7 milhoes de passageiros e
aproximar-se-a dos tres milhoes de viajantes no final do mes, quando completa
seis meses de operacao comercial. A media de passageiros e superior a 20 mil
nos dias de semana, variando entre seis a dez mil aos fins-de-semana, de acordo
com fonte da empresa, citada pela Lusa. Quanto as concentracoes de passageiros,
os periodos mais concorridos sao as tradicionais horas de ponta, entre as 7 e
as 10 horas (18 a 25% das validacoes em dias uteis) e entre as 17 e as 20 horas,
quando sao efectuadas 28% das validacoes nos dias de semana. Ao fim-de-semana,
a grande concentracao do movimento verifica-se entre as 14 e as 19 horas,
periodo em que sao efectuadas mais de 40% das validacoes de bilhetes.

4. Porto: “Viagem ao mundo do papel” chega ao fim

porto Marta Mendes Aprender a fazer papel reciclado com flores, especiarias e
outros materiais foi a proposta do Museu Nacional da Imprensa para as tardes do
ultimo sabado de cada mes, desde Janeiro ate Junho.

5. Esposende: Camara aposta numa zona verde

esposende A Camara de Esposende abriu concurso para o arranjo urbanistico da
Travessa do Ricardo, Rua e Travessa da Nogueira e Travessa Sr. dos Aflitos,
obra orcada em 100 mil euros. A proposta de intervencao para o espaco, que se
encontra com uma imagem degradada,resulta da demolicao de um edificio e tem
como filosofia o redesenhar de cenarios para criar um largo harmonioso e
acolhedor.

6. Oliveira de Azemeis: Loureiro resiste a agua da rede

Oliveira de Azemeis Salomao Rodrigues Apesar da primeira fase do
abastecimento de agua estar concluida vai para dois anos, so 15 a 20% dos
habitantes da freguesia de Loureiro, em Oliveira de Azemeis, pediram a ligacao
a rede publica. Uma situacao que a Camara Municipal considera “preocupante”,
pois a agua dos pocos, utilizada pela maioria da populacao, nao e potavel.

7. Anadia: Nova praca em Julho

Anadia visual diferente Presidente da Camara diz que o centro da vila vai
“renascer para a modernidade” Autarca afirma-se indiferente as criticas Miguel
Goncalves

As obras de remodelacao do centro de Anadia vao ser inauguradas ate ao final de
Julho. Literio Marques, presidente da Camara Municipal, reconhece que os
trabalhos suscitaram criticas muito contundentes, mas desvaloriza esses
comentarios, argumentando que o “coracao” da sede do municipio “vai renascer
para a modernidade, rumo ao futuro”.

8. Figueiredo: Populacao de Figueiredo ameaca voltar aos protestos

braga acessos Desbloqueamento de terrenos para o caminho de acesso a Casal de
Vila ainda sem solucao a vista Camara Municipal intercede junto da AENOR e do
Instituto de Estradas dario silva Magalhaes Costa

A construcao de um acesso directo entre a Estrada Nacional 309 e o lugar de
Casal de Vila ainda nao tem solucao a vista. Uma reuniao realizada ontem, entre
a Junta de Freguesia de Figueiredo e proprietarios dos terrenos, saldou-se
inconclusiva, apesar da abertura manifestada pelas partes em resolver o
problema de uma das principais ligacoes da freguesia, apos a construcao da
auto-estrada Braga-Guimaraes (A11).

9. Famalicao: PS contra o aterro para Fradelos

Vila Nova de Famalicao Os vereadores do PS da Camara de Famalicao nao veem
com bons olhos as decisoes que a coligacao camararia do PSD/PP tem tomado nos
ultimos tempos sobre os destinos do concelho. E ontem, em conferencia de
Imprensa, foram explicar isso mesmo aos jornalistas. Antonio Alberto refere
que ha tres assuntos que nao batem muito bem. O primeiro prende-se com o futuro
aterro de residuos industriais banais a ser construido na freguesia de Fradelos.
O vereador comenta que a autarquia esta decidida a construir o aterro em
Fradelos, “o que e uma desgraca”. “Queremos que a Camara assuma uma politica
consertada, primeiro para os residuos solidos domesticos, que nao existe.
Depois, tratar-se-a dos outros residuos industriais banais”.

10. Estarreja: Quercus promete dar luta ao IC1 a poente

Estarreja Carla Miranda A Quercus promete intensificar a resistencia ao
tracado do Itinerario Complementar (IC)1 a poente da via-ferrea, no
atravessamento de Estarreja. Agora que o Governo equaciona avancar com o
corredor a poente, admitindo encurtar, ligeiramente, a Zona de Proteccao
Especial (ZPE) da ria de Aveiro, a associacao ambientalista diz que a solucao
em estudo “nao tem viabilidade”.

Publico Minho

1. Vale do Ave: Municipios do Ave Podem Perder 75 Milhoes de Euros Se Guimaraes e
Vizela Nao
Aderirem a “Aguas do Ave”

Por NELSON MARQUES
Os concelhos do Vale do Ave poderao ficar impedidos de aceder a cerca de 75
milhoes de euros do Fundo de Coesao da Uniao Europeia (UE) caso Guimaraes e
Vizela nao assinem a adesao a empresa intermunicipal “Aguas do Ave, S.A.”,
criada para gerir as redes de agua e saneamento na regiao.

Fora do Noroeste: o caso da Baixa/Alta de Coimbra e muito semelhante ao caso do Porto
Historico…

1. Coimbra: Legislacao define o que ha a fazer

Sao dois os decretos-lei que regulamentam a definicao de uma Area Critica de
Recuperacao e Reconversao Urbanistica (ACRRU), ambos datados de 1976 (DL 794/76
e DL 862/76). O artigo 41.º do DL 794 diz o seguinte: “Poderao ser declaradas
areas criticas de recuperacao e reconversao urbanistica aquelas em que a falta
ou insuficiencia de infra-estruturas urbanisticas de equipamento social, de
areas livres e espacos verdes, ou as deficiencias dos edificios existentes, no
que se refere a condicoes de solidez, seguranca ousalubridade, atinjam uma
gravidade tal que so a intervencao da Administracao, atraves de providencias
expeditas, permita obviar, eficazmente, aos inconvenientes e perigos inerentes
as mencionadas situacoes”.

Numero de casas em ruina na Alta e cinco vezes maior

coimbra RELATORIO Estudo da Camara Municipal revela que a degradacao e tao
grande que pede declaracao de area critica Governo ja recebeu documentacao e
exig encia de medidas urgentes Joao Luis Campos “Muito pior do que nos
pensavamos”. E este o resultado do estudo final sobre o estado de conservacao
dos imoveis da Alta de Coimbra e que foi enviado ao Governo para que possa ser
elaborado o decreto-lei que define aquela zona como area critica.

INFORMACAO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresentou-se o sumario e/ou resumos de noticias de interesse urbanistico/ambiental
publicadas na edicao electronica do JN, em 23 de Junho de 2003. A seleccao e da
associacao Campo Aberto.

Para os textos integrais consultar
http://jn.sapo.pt/eddia/eddia2.asp
ou a respectiva edicao em papel.

PNED = Porto e Noroeste em Debate

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Para difundir mensagens escreva para: pned@egroups.com

Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogroups.com e com o corpo da mensagem vazio.

Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@egroups.com

Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@egroups.com

Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

http://www.egroups.com/group/pned

Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Seu uso do Yahoo! Grupos é sujeito às regras descritas em: http://br.yahoo.com/info/utos.html

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário