• Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto

[PNED] 28 Abr/ Quintas Perdidas
Segunda-feira, 28 de Abril de 2003

(Para qualquer problema com esta lista, seguir por favor as instrucoes do
rodape desta mensagem.)

DESTAQUE: Quintas Perdidas

As nossas cidades, estradas, pontes, estadios, sao feitos de quintas perdidas para a agricultura. Estamos
numa epoca em que a agricultura foi extensamente desvalorizada e quase nos esquecemos que e (ainda)
dela que provem a alimentacao humana. Tudo e mais importante que ela. Em Lisboa e Porto de muitas
quintas resta apenas o nome. Quinta Disto, Quinta Daquilo, mas apenas vemos predios. Em Ilhavo, um
exemplo de uma outra tendencia, esta mais recente e em grande crescimento: a transformacao de quintas
em empreendimentos turisticos, claro, de excelente qualidade. Mas a utilizacao agricola ou desaparece ou
fica reduzida ao minimo.

Na passagem da economia recolectora para a economia agricola, foram sacrificadas grandes extensoes
florestadas. Na passagem da economia agricola para a economia tardo-industrial, sao agora as regioes
agricolas que se tornaram em grande parte obsoletas e se valorizaram ja nao como terras agricolas mas
como territorios urbanizados e turisticos. Em ambas as fases, ao chamado progresso historico
correspondeu um brutal empobrecimento ambiental e natural. Em Portugal esse segundo processo esta
em pleno curso e vamos ainda assistir ao progressivo encolhimento das paisagens agricolas, que apesar
de tudo mantinham um forte compromisso com o mundo natural. Apesar de leis como as da Reserva
Agricola Nacional e da Reserva Ecologica Nacional, cada vez mais atacadas e abastardadas, muitas das
nossas melhores terras agricolas sao agora cimentadas, asfaltadas, impermeabilizadas. Os alimentos vem
de fora mais baratos, embora no fundo nao saibamos ao certo que qualidade real tem ou nao tem. Se um
dia a ordem das prioridades actuais for corrigida, a importancia de uma alimentacao de qualidade
conhecida e controlada de perto so podera adquirir o seu lugar cimeiro pela reabilitacao da funcao
primordial de uma agricultura de qualidade e pela reorganizacao da vida social em redor dessa realidade.
Ou gradualmente, por acumulacao de vacas loucas, frangos com nitrofuranos e aguas com nitratos, ou
bruscamente, pela forca de alguma catastrofe, teremos um dia saudade das nossas quintas perdidas. Ou
talvez nao. Talvez a humanidade acabe por se habituar a alimentar-se apenas de produtos da industria,
fabricados em condicoes que de facto ninguem conhece nem controla verdadeiramente. A humanidade?
Ou antes uma qualquer post-humanidade?

Seguem-se o sumario de noticias de interesse urbanistico/ambiental
publicadas na edicao electronica do Publico Porto Norte e do JN, em 28 de Abril de 2003,
e os respectivos resumos JN. A seleccao e da associacao Campo Aberto. Para
os textos integrais consultar as referidas paginas ou a respectiva edicao em
papel.

PNED = Porto e Noroeste em Debate

28 de Abril de 2003

SUMARIOSelos preparam autarcas para defesa do ambiente

Publico

1. Porto: Rui Sa quer municipalizar Circunvalacao
2. Barcelos: Quercus e Camara de Barc

JN
1. Porto: Afastada hipotese de a IURD entrar em cena
2. Porto: Municipios deveriam gerir a Estrada da Circunvalacao ; Cruzamento
encerrara para obras
3. Caminha : Canal vai ser desassoreado
4. Ilhavo : Complexo turistico nasce na Quinta da Boavista

JN

RESUMOS

1. Porto: Afastada hipotese de a IURD entrar em cena

Num periodo de indefinicao, muito se tem falado – e especulado – quanto ao
futuro da sala de cinema. Aos eventuais interesses imobiliarios, juntou-se a
possibilidade de a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) tambem vir a entrar
em cena. Na memoria de muitos ainda esta o interesse manifestado por aquela
instituicao no Coliseu do Porto, que motivou uma onda de protesto na opiniao
publica.

2. Porto: Municipios deveriam gerir a Estrada da Circunvalacao

Proposta Comunistas alertaram para a inseguranca e abandono da via, que
rotularam de “terra de ninguem” Rui Sa criticou IEP e defendeu a passagem da
jurisdicao para as autarquias Nuno Silva

A Estrada da Circunvalacao deveria passar para a jurisdicao dos municipios, em
detrimento do Instituto das Estradas de Portugal (IEP), porque nos actuais
moldes e “terra de ninguem”. A proposta e a critica partiram, ontem, do
vereador comunista na Camara doPorto, Rui Sa, no decurso de uma visita a alguns
dos pontos criticos daquela via, entre o cruzamento do Amial e a zona do Tronco.

Cruzamento encerrara para obras O futuro fecho do cruzamento da Estrada da
Circunvalacao com a Rua do Amial para a prossecucao das obras de saneamento no
outro lado da estrada tambem foi abordado na visita dos comunistas. Ou Rui Sa
nao fosse o presidente dos SMAS. “Tenho a informacao de que so na semana
passada chegou a Camara a autorizacao do IEP para o corte, mas ainda nao esta
nada definido”, disse o vereador, lamentando a demora desse processo. Rui Sa
nao ficou imune as queixas de moradores relativas a empreitada em curso,
nomeadamente os problemas de infiltracoes de agua. Depois de reconhecer que “ha
culpas tambem dos SMAS”, Rui Sa comprometeu-se a voltar ao local amanha de
manha para, na companhia de tecnicos, avaliar a situacao. E aproveitou para
criticar, de novo, o IEP por ter exigido “garantias bancarias” aos SMAS para as
obras.

3. Caminha : Canal vai ser desassoreado

consulta publica Ministerio do Ambiente interessado em limpar acesso de
embarcacoes ao cais e oas estaleiros Inquerito terminara a 29 de Maio e as
obras avancam ate ao Inverno luis almeida Luis Almeida

O Ministerio do Ambiente abriu, finalmente, a consulta publica para a limpeza
de um canal de navegacao de acesso ao cais e estaleiros dos pescadores, em
Caminha, que se encontra assoreado e impede os barcos de atracarem em mais de
metade dos periodos das mares.

4. Ilhavo : Complexo turistico nasce na Quinta da Boavista

A Quinta da Boavista, na Gafanha d´Aquem, Ilhavo, podera ser transformada numa
estrutura turistica de qualidade, unica na regiao. Embora os proprietarios da
quinta se remetam ao silencio , sabe-se que o investimento estimado e da ordem
dos 50 milhoes de euros O assunto foi abordado na ultima reuniao da Camara de
Ilhavo, que deu “luz verde” a elaboracao do plano de pormenor que abrange a
area da quinta – 130 hectares . De acordo com o presidente da Camara, o plano
vai “criar boas condicoes para uma estrutura turistica com o maximo de
qualidade”. O projecto, totalmente privado, insere-se na estrategia do
Municipio de “aproveitar e valorizar as suas riquezas naturais e paisagisticas,
apostando em mais espacos verdes , de lazer e de recreio ao ar livre”. E vai
permitir a requalificacao de uma zona de areeiros.

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Para difundir mensagens escreva para: pned@egroups.com

Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogroups.com e com o corpo da mensagem vazio.

Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@egroups.com

Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@egroups.com

Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

http://www.egroups.com/group/pned

Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Seu uso do Yahoo! Grupos é sujeito às regras descritas em: http://br.yahoo.com/info/utos.html

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário