• Set : 17 : 2020 - ALERTA AOS CIDADÃOS: TRÊS JARDINS DO PORTO E 503 SOBREIROS EM GAIA AMEAÇADOS DE MUTILAÇÃO E ABATE
  • Mai : 14 : 2020 - Por Amor da Árvore 2020
  • Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes

[PNED] Boletim 11.12.04

[Esta lista tem actualmente 293 participantes inscritos.]

BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
resumo das notícias on-line de ambiente e urbanismo
=================================

Instruções e informações complementares no rodapé da mensagem.
Para os textos integrais das notícias consultar as ligações indicadas.

=================================
Sábado, 11 de Dezembro de 2004
=================================

1. Belmiro acusa Casa da Música de ser “sumidouro de dinheiro”

Fundadora do projecto Serralves, a Sonae pode vir a ser um dos pilares
base no campo das empresas privadas a apoiar a Casa da Música. No
entanto, para que tal se concretize, o mais adiado e polémico projecto
da Porto 2001 terá de adoptar um modelo de gestão semelhante ao da
Fundação de Serralves, revelou ontem de manhã, Belmiro de Azevedo, na
sede da multinacional, na Maia, respondendo aos jornalistas, à margem da
inicitiva da Fundação de Serralves “A Arte Connosco”.

https://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=20326&pIdSeccion=4&

Sonae impõe condições para apoiar projecto da Casa da Música:
https://jn.sapo.pt/2004/12/11/cultura/sonae_impoe_condicoes_para_apoiar_pr.html

Belmiro de Azevedo Critica Gestão da Casa da Música:
https://jornal.publico.pt/publico/2004/12/11/Cultura/C04.html

===============================

2. Orçamento da Câmara do Porto para 2005 volta a apostar na habitação
social

Dispondo de 236 milhões de euros de receitas e outro tanto em despesas
para ano de 2005, o presidente da Câmara do Porto, Rui Rio, apresentou
ontem o Orçamento da autarquia, com votação prevista para a próxima
terça-feira. Um documento cuja principal característica “é não ter
novidade nenhuma”, explicou Rio, ontem, em conferência de imprensa. A
maior aposta para o próximo ano continua a ser na dupla coesão
social/habitação, em simultâneo com a palavra de ordem: conter despesas
para diminuir a dívida. Rio diz que espera, daqui a um ano, contar
apenas com uma dívida de 10 milhões de euros.

https://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=20260&pIdSeccion=7

ORÇAMENTO DA CÂMARA DO PORTO – Ordem para contenção de despesas em 2005:
https://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=20285&pIdSeccion=7

20 milhões para bairros:
https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=31dc821c40135435beceff85df4d7d00

Câmara quer baixar dívida à Banca para os 147 milhões:
https://jn.sapo.pt/2004/12/11/grande_porto/camara_quer_baixar_divida_a_banca_pa.html

Orçamento da Câmara do Porto:
https://jornal.publico.pt/publico/2004/12/11/LocalPorto/LP02.html

===============================

3. Factura da água dos portuenses aumenta entre 0,25 e 1,69 euros

A água vai ser mais cara para os portuenses no próximo ano. Para Rui Sá
é possível gerir as contas para não sobrecarregar, de forma drástica os
clientes. No que toca aos consumidores domésticos, os aumentos variam
entre os 25 cêntimos para um consumo até cinco metros cúbicos de água e
1,69 euros para consumos na ordem dos 20 metros cúbicos (o que
corresponde a uma variação de 1,79 por cento e 2,65 por cento,
respectivamente).

https://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=20261&pIdSeccion=7

Água mais cara a partir de Janeiro:
https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=9cd0f173782db48c9843da3f600dc272

Aumento médio de 2,3% nas facturas da água:
https://jn.sapo.pt/2004/12/11/grande_porto/aumento_medio_23_facturas_agua.html

===============================

4. Transportes públicos de “graça” para fazer as compras de Natal

Até ao final do ano, vão ser distribuídos cerca de 20 mil títulos que
correspondem a viagens gratuitas durante um dia no metro, em toda a rede
da STCP e nos comboios suburbanos do Grande Porto da CP. O objectivo é
incentivar a utilização dos transportes públicos ao longo da época
natalícia, sobretudo junto dos cidadãos que habitualmente utilizam o
automóvel nas deslocações.

https://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=20274&pIdSeccion=7

Títulos distribuídos gratuitamente:
https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=c80fb4c7cdb45a7069222cd5cdd9c063

Transporte Grátis no Porto Durante a Quadra Natalícia:
https://jornal.publico.pt/publico/2004/12/11/LocalPorto/LP10.html

===============================

5. Edifício dos CTT nas Devesas vai dar lugar a projecto urbanístico

O Centro de Tratamento de Correspondência do Norte, situado nas Devesas,
em Vila Nova de Gaia, vai abandonar aquele local e dar lugar a um
empreendimento urbanístico, que incluirá escritórios, habitações e
comércio, anunciaram ontem o presidente da Câmara de Gaia, Luís Filipe
Menezes, e o responsável máximo dos CTT, Carlos Horta e Costa.

https://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=20236&pIdSeccion=7

Central dos CTT de Gaia Dá Lugar a Projecto Imobiliário:
https://jornal.publico.pt/publico/2004/12/11/LocalPorto/LP06.html

===============================

6. Portagens urbanas para entrar no Porto defendidas por antigo
administrador da STCP

Álvaro Costa, ex-presidente do Conselho de Administração da Sociedade de
Transportes Colectivos do Porto (STCP), defende a instalação de
portagens urbanas às entradas da cidade. “É a forma mais fácil de gerir
a procura” e, consequentemente, acabar com o congestionamento que aflige
a Invicta, ameaçando matá-la, acredita.

https://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=20276&pIdSeccion=7

“As portagens urbanas são uma boa medida”
https://jn.sapo.pt/2004/12/11/grande_porto/as_portagens_urbanas_uma_medida.html

===============================

7. Câmara quer corrigir os “muitos erros” urbanísticos dos últimos anos

O vereador do Planeamento da Câmara Municipal de Paredes, Fernando
Perpétua, reconheceu, ontem, em declarações ao COMÉRCIO, que nos últimos
anos foram cometidos “muitos erros” em termos de licenciamento
urbanístico naquela cidade, dando como exemplo o excesso da densidade
construtiva. A autarquia propõe-se agora inverter esta tendência, tendo
já avançado com a revisão do Plano Director Municipal que “vai ter um
nível mais exigente” na qualidade da ocupação do espaço público.

https://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=20262&pIdSeccion=9

===============================

8. Ciclo «Olhares Cruzados sobre o Porto»
Como voltar a ser centro de decisão?

Mais do que centros de decisão existem centros de poder e centros
criadores de riqueza. Uma das opiniões expressas no âmbito do ciclo
«Olhares Cruzados sobre o Porto». Ferreira de Oliveira e António
Carrapatoso concordam que as universidades podem ser “centros de
excelência”.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=4e6c62749564d1824ba37f48f6bafc6c

================================

9. Universidade do Porto debate presente e futuro da mobilidade no
Centro do Porto
“Congestionamento mata a cidade”

“O congestionamento mata”, frisou o ex-administrador da STCP, explicando
que “do ponto de vista económico é dos piores males, porque perde-se
tempo de produção”. De acordo com Álvaro Costa, no Porto há
estacionamento a mais, ou seja, “aplicou-se uma dose para uma cidade de
média dimensão e não para um espaço metropolitano onde deveriam ser
fomentados os transportes públicos”.
As autoridades metropolitanas de transportes e as portagens no centro da
cidade (desde que impostas pelo poder local e não central) são algumas
das soluções apontadas pelo especialista em mobilidade, que defendeu
também preços de estacionamento altos para diminuir a procura de
estacionamento, pois a elevada oferta promove o uso do transporte
individual.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=3840dd3f5c495247239ac65c2e06a6cf

Debate Sobre o Porto Salienta Falta de Plano Estratégico:
https://jornal.publico.pt/publico/2004/12/11/LocalPorto/LP13.html

=================================

10. Metro aumenta frequência no Natal

O Metro do Porto vai aumentar a frequência das suas circulações durante
o período do Natal, de forma a servir os cidadãos que se desloquem às
principais zonas comerciais.
O reforço da oferta do Metro do Porto inclui sábados e domingos e prevê
o incremento das frequências após as 20h00. Esta operação especial Natal
2004 incide especialmente nos dias 11, 12, 18, 19, 21, 22 e 23 de
Dezembro, em que se espera uma maior afluência às principais zonas
comerciais do Porto e de Matosinhos, que são directamente servidas pelo
Metro do Porto.

https://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=b6d767d2f8ed5d21a44b0e5886680cb9&subsec=&id=674b3babc3add6f000f436c9ef7e7f39

————–

Andante dará para viajar de comboio até Aveiro e Braga

Os passageiros dos comboios das linhas do Norte e do Minho vão poder
usar o andante a partir do próximo ano. O título intermodal, hoje válido
apenas até ao apeadeiro de Coimbrões, alarga-se às viagens ferroviárias
até Aveiro e Braga. Junho é o mês limite para colocação de máquinas de
venda de bilhetes e de validadores nas estações e apeadeiros das
referidas linhas

https://jn.sapo.pt/2004/12/11/grande_porto/andante_dara_para_viajar_comboio_ave.html

=================================

11. Região defende manutenção dos serviços ferroviários

O presidente da Região de Turismo do Alto Minho (RTAM), Francisco
Sampaio, criticou a possibilidade da Linha do Minho perder a ligação
directa ao Porto e ver diminuída a circulação de comboios entre Viana do
Castelo e Valença. “Se tal decisão avançar, o turismo na região pode
ressentir-se, nu-ma altura em que estão a ser feitos fortes
investimentos na região, com a criação de 15 novos hotéis”, frisou
Francisco Sampaio.
“Numa altura em que toda a Europa tem vindo a aumentar a aposta nos
transportes ferroviários, a região necessita de outro tratamento”,
salientou o presidente da RTAM. A diminuição do número de comboios entre
Viana do Castelo e Valença, “poderá prejudicar seriamente aquela zona,
onde estão situadas as principais praias do distrito”. Da mesma forma,
perder a ligação directa ao Porto poderá desincentivar o fluxo de
visitantes à região”, analisou o presidente da RTAM.

https://jn.sapo.pt/2004/12/11/minho/regiao_defende_manutencao_servicos_f.html

=================================

12. Obras na Estrada Freixo-Bragança Vão Arrancar

O estaleiro está montado, as máquinas estão no terreno e tudo aponta
para que, na próxima segunda-feira, arranquem finalmente as obras de
repavimentação e correcção dos 14 quilómetros da Estrada Nacional (EN)
nº 221, entre Freixo de Espada à Cinta e o resto do distrito de
Bragança.

https://jornal.publico.pt/publico/2004/12/11/LocalPorto/LP36.html

=================================

13. Arquitectura Portuguesa Mostrada em Veneza Chega a Lisboa

A exposição da representação oficial portuguesa na 9ª Bienal de
Arquitectura de Veneza pode ser vista, a partir de hoje, na Cordoaria
Nacional, em Lisboa. São dez “ateliers” de arquitectura, numa exposição
intitulada “Metaflux – duas gerações na arquitectura portuguesa
recente”, uma resposta ao tema da metamorfose proposto pela bienal
italiana que foi inaugurada em Setembro.

https://jornal.publico.pt/publico/2004/12/11/Cultura/C02.html

=================================

FIM DA PARTE NOTICIOSA/SEGUEM-SE INSTRUCÕES EM RODAPÉ

=================================

Para desligar-se/religar-se ou para ler as mensagens em modo página, net
veja informações no rodapé da mensagem.

O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
https://groups.yahoo.com/group/pned/

=================================
INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Abaixo apresenta-se o sumário e/ou resumos de notícias de interesse
urbanístico/ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
Notícias, de O Primeiro de Janeiro, de O Comércio do Porto e do Público
Local Porto e Minho.

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito
específico são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste,
basicamente entre o Vouga e o Minho.

Selecção hoje feita por Cristiane Carvalho

Para mais informações e adesão à associação Campo Aberto:
campo_aberto@oninet.pt
telefax 229759592
Apartado 5052, 4018-001 Porto

=================================

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Para difundir mensagens escreva para: pned@yahoogrupos.com.br

Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogrupos.com.br e com o corpo da mensagem vazio.

Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@yahoogrupos.com.br

Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

https://br.groups.yahoo.com/group/pned/

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============
Links do Yahoo! Grupos

<*> Para visitar o site do seu grupo na web, acesse:
https://br.groups.yahoo.com/group/pned/

<*> Para sair deste grupo, envie um e-mail para:
pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

<*> O uso que você faz do Yahoo! Grupos está sujeito aos:
https://br.yahoo.com/info/utos.html

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário