Arquivo para a categoria ‘Cidade-Campo’

    Encontre diretamente o que procura, clicando no item escolhido:
    Introdução: discutir a cidade em tempos de PDM
    Áreas Verdes: criação de hortas urbanas (1)
    Cidades aos pés das grandes superfícies? (2)
    Por uma rede de micro-reservas naturais no Porto (3)
    Energia: eficiência energética e energia solar (4)
    Quem planeia a cidade? A sociedade ou as grandes empresas comerciais? (5)
    A Cidade não sabe o que fazer com a energia (6)
    Por um urbanismo mais exigente (7)

    DISCUTIR A CIDADE EM TEMPOS DE PDM
    Colocado em 06-07-2020

    Pensámos chamar a esta nova rubrica, Que Porto Queremos, título de um debate promovido [...ler mais]

    RUAS LIVRES
    ESPAÇOS LIVRES
    CIDADES REGENERADORAS
    Colocado em 2 de junho de 2020

    Após os meses de confinamento, tudo parece estar a voltar ao «antigamente» – apenas de há três meses atrás. Até os engarrafamentos de trânsito já voltaram… Mas não falta também quem tenha mudado o seu olhar sobre a realidade, e muito sobre as cidades.

    1 – Ruas Livres
    Além de vários outros artigos e rubricas sobre o assunto neste espaço virtual – e cujas ligações indicamos mais adiante –, o interesse do tema e pelo tema por parte de não poucos fez-nos criar esta nova rubrica. A qual começa com o texto de Pedro [...ler mais]

    Para 2017, incluindo Ciclo Observatório do Urbanismo e Encontro de Famalicão de 7 de outubro de 2017,
    ler Tertúlias Debates Encontros (2017).

    PORTO PATRIMÓNIO MUNDIAL
    Concurso de ideias para um painel de debate
    Colocado em 3 de novembro de 2018

    Quer propor um subtítulo para um painel de debate sobre o Porto Património Mundial? Serão atribuídos três prémios às três propostas que vierem a ser selecionadas como mais expressivas. Envie a sua proposta até 15 de novembro às 24:00 o mais tardar. Em secção própria mais abaixo, constam as instruções e regras de participação no concurso.

    QUE DEBATE?
    Coorganizado [...ler mais]

    ALIANÇA PELA FLORESTA AUTÓCTONE

    Desde o comunicado de 20 de junho de 2017 (ver abaixo) muita coisa se passou. Os acontecimentos de outubro do mesmo ano, porém, ultrapassaram tudo o que poderíamos imaginar na revelação de como Portugal está vulnerável à tragédia dos fogos, evidenciando um estado do território ainda mais grave do que o que supúnhamos. Aldeias cercadas pelos incêndios em autênticos cenários de guerra, desorientação e desnorte das autoridades e dos cidadãos comuns e populações marginalizadas e desamparadas, repetição à exaustão de ideias que foram denunciadas como erradas [...ler mais]

    Veja aqui tomadas de posição sobre a questão dos pavilhões de venda do Bolhão tomadas por associações nacionais e internacionais e a resposta a uma delas recebida da Câmara Municipal do Porto. Mais abaixo, veja outras informações sobre o Bolhão e sobre outras questões de urbanismo, com destaque para questões de mobilidade e para o conceito de «cidade regeneradora».

    [Fotos a preto e branco: Antero Leite]

    Colocado em abril de 2017, 14

    TOMADA DE POSIÇÃO DA ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL INTBAU

    Carta enviada a Rui Moreira, Presidente da Câmara Municipal do Porto,
    pelo Presidente da Secção de Cuba [...ler mais]