- Campo Aberto - https://www.campoaberto.pt -

Apresentação: «Morfologia e biodiversidade nos espaços verdes da cidade do Porto»

Dos jardins e parques à biodiversidade urbana

A biodiversidade nas cidades é um tema de cada vez maior importância e que desperta cada vez mais interesse e curiosidade. Daí esta tertúlia. Biodiversidade_jpeg [1]

Quando?

Quarta-feira, 20 de fevereiro, às 21:15.

Onde?

No Salão Nobre da Junta de Freguesia de Sto Ildefonso (Rua Gonçalo Cristóvão, 187, 2.º andar, junto ao Jornal de Notícias). A Campo Aberto agradece o apoio da Junta.

O quê?

Uma apresentação do projeto de investigação «Morfologia e biodiversidade nos espaços verdes da cidade do Porto», primeira parte (Seleção das Áreas de Estudo). Faz parte do ciclo «Que Porto Queremos».

Com quem?

A apresentação está a cargo de dois elementos da equipa de investigação:

Paulo Farinha Marques – professor associado de Arquitetura Paisagista na Faculdade de Ciências da Universidade do Porto. Formou-se em Arquitetura Paisagista no Instituto Superior de Agronomia – Universidade Técnica de Lisboa em 1988 e doutorou-se, também em Arquitetura Paisagista, na Universidade de Sheffield, Faculty of Architectural Studies, no Reino Unido. Desde 1996 tem combinado a docência com a elaboração de projetos de arquitetura paisagista a várias escalas. As suas áreas  principais de interesse são o ordenamento e desenho de estruturas verdes do ponto de vista ecológico, social e estético (jardins, parques e matas de recreio), o estudo da vegetação na paisagemn, o estudo da biodiversidade urbana e a avaliação do caráter da paisagem.

Sara Esteves da Silva – Arquiteta Paisagista. Colabora com a Faculdade de Ciências da Universidade do Porto. Formou-se em Arquitetura Paisagista nessa mesma Faculdade, em 2008, tendo feito um período de Erasmus na Faculdade de Ciências da Vida em Tartu, na Estónia (2006-2007). Mestre em Arquitetura Paisagista também pela FCUP com o trabalho intitulado «Jardins produtivos em espaços urbanos», de 2010. Desde 2008 tem elaborado projetos de arquitetura paisagista e trabalhado como bolseira de investigação na FCUP e CIBIO. As suas áreas principais de interesse são o estudo das estruturas verdes urbanas, a várias escalas e dimensões, no sentido de potenciar o seu valor social, ecológico e económico, e ainda a estética e a produção em espaços verdes de proximidade.

Os restantes elementos da equipa são Cláudia Fernandes, José Miguel Lameiras, Isabel Leal e Filipa Guilherme. O projeto teve o apoio de instituições de investigação prestigiadas, como o Cibio – Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos, a Faculdade de Ciências da Universidade do Porto [2] e a FCT – Fundação para a Ciência e Tecnologia [3].

Como inscrever-se?

A entrada é livre e a inscrição gratuita mas obrigatória. Envie um email com o nome, email e telefone de cada pessoa a inscrever, até 18 de fevereiro, para:

biourbe.ca@gmail.com [4]

Não envie para esse email, ou na sua inscrição, inscrições ou pagamentos para outras atividades. Mas pode inscrever num só email exclusivamente para esta atividade outras pessoas que queiram inscrever-se.