[PNED] Fw: infoPNED 20.10.2003
    Para desligar-se/religar-se ou para ler as mensagens em modo pagina
    net veja informacoes no rodape da mensagem.

    O arquivo desta lista desde o seu inicio e acessivel atraves de
    https://groups.yahoo.com/group/pned/

    Segunda-feira, 20 de Outubro de 2003

    INDICE

    1.”A torre só tem inimigos ou amigos figadais”
    2. Centros históricos moram na nova Casa da Câmara
    3. Casas inundadas e pessoas fechadas
    4. E a parede foi abaixo
    5. Eléctricos ficam parados dois dias
    6. Parlamento vai discutir futuro da lagoa de Paramos
    7. Sá diz que falta política social de habitação
    8. Velhas casas do Património apodrecem por toda a cidade
    9. Serviço de Cardiologia do Hospital de S. João Funciona em Condições de
    Risco
    10. Parede Desaba Num dos Edifícios da Cooperativa Tripeira
    11. Rui Sá: “Câmara do Porto Não Se Está a Portar como Um Senhorio à Altura”
    12. Alunos da ESAP Usam o Vídeo para Pensar a Cidade
    13. PS/Póvoa Contesta Projecto Imobiliário no Lugar da Fábrica Quintas &
    Quintas
    14.Choque Entre Duas Viaturas Faz Mais Duas Vítimas Mortais no IP4
    15.Divergências Aparentes no Pinguim
    16.Transferência de Correios para Juntas de Freguesia Não Está a Ser
    Pacífica no Distrito de Viana
    17.Deputados do PSD Reúnem-se com Autarcas de Lanhelas por Causa do IC1
    18.Prostituição Masculina no Pinhal de Ofir Preocupa Autarcas de Fão
    19.Milhares de Pessoas Participam em Corrida e Caminhada Até Joane
    20.Vítimas de Descarga Eléctrica em Guimarães Esperam Indemnizações
    21.Deputado do PCP Questiona Governo Sobre Plataformas de Mexilhão
    22.Www.comboio.em.pt
    23. Falta sintonia Belmiro Cunha, do Núcleo de Defesa do Meio Ambiente de
    Lordelo do Ouro (NDMAL)
    24. Rui Sá alertou para a situação das oito centenas de habitações do género
    na cidade
    25.Ilha,Vinte pessoas, Na Rua do Bonjardim
    26.Parte do revestimento interior de um bloco da cooperativa «A Tripeira»
    veio abaixo.Risco de ruína é real
    27.Complexo social pode nascer em Ramalde

    1.
    JN – grande porto
    Fernando Távora Arquitecto
    “A torre só tem inimigos ou amigos figadais”

    Quando é que surgiu a oportunidade de reconstrução da Casa dos 24? Esta
    construção é um acto histórico. Foi um arquitecto da Câmara que sugeriu.
    Como encontrei documentação com as características da casa, pensei na sua
    reconstituição. Um dos primeiros desenhos que fiz, quando comecei a vida de
    arquitecto, foi uma torre. Sempre disse que um dia ia construí-la e só
    consegui no final da minha vida. Como é que recebeu a contestação ao
    edifício? Fiquei calado. Havia uma contestação enorme, mas foi-se atenuando.
    A torre só tem inimigos figadais ou amigos figadais. No momento em que
    concebeu a casa, não lhe deu uma função? Não concebi a função e nunca se
    colocou o problema. Tem carácter histórico. Espero que seja classificada
    monumento nacional.

    2.
    JN – grande porto
    Carla Sofia Luz textos Leonel de Castro fotos
    Centros históricos moram na nova Casa da Câmara

    Porto inauguração Torre na Sé abre no próximo dia 24 Além de memorial à
    génese da Invicta, acolherá núcleo documental para divulgar seis cidades
    lusas e galegas que são Património Mundial
    Aparede envidraçada abre-se à vista do Porto. Da Sé, galga os telhados para
    se aninhar na Torre dos Clérigos. A torre do arquitecto Fernando Távora, que
    incendiou a polémica no bairro, está concluída.

    3.
    JN – grande porto – Gaia Gondomar
    Natacha Palma
    Casas inundadas e pessoas fechadas

    Chuva Piores casos verificaram-se na Aguda e Granja, mas Espinho também não
    escapou
    As fortes chuvadas que caíram, durante a manhã de ontem, na zona sul do
    concelho de Gaia não deram um minuto de descanso aos Bombeiros Voluntários
    da Aguda que tiveram mesmo de pedir auxílio aos Sapadores de Gaia e aos
    Voluntários de Valadares.

    4.
    JN – grande porto – Matosinhos
    José mota Margarida Fonseca
    E a parede foi abaixo

    Derrocada Seis habitações de um bloco da Cooperativa Tripeira ficaram sem
    fachada Erro de construção é hipótese em estudo técnico
    Faltavam dez minutos para acabar o jogo entre o Belenenses e o Porto.
    Armando Eiras estava na cozinha com a mulher, no primeiro andar do número
    27, do Bloco 1 da Cooperativa Tripeira, na Senhora da Hora, em Matosinhos. A
    voz aflita da filha confirmou o que temia: a parede exterior tinha caído.

    5.
    JN – grande porto
    Isabel Forte
    Eléctricos ficam parados dois dias

    Obras Transporte vai ficar assegurado, nas linhas 1E e 18, por autocarros da
    STCP
    Os carros elétricos que diariamente calcorreiam as linhas 1E e 18, ao longo
    da marginal do Douro e na zona de Massarelos, Porto, vão ficar parados hoje
    e amanhã. Em causa estão as obras que decorrem na estação de recolha dos
    eléctricos da STCP naquela freguesia. E que vão obrigar, durante dois dias,
    ao corte de energia nas duas linhas.

    6.
    JN – grande porto
    Natacha Palma
    Parlamento vai discutir futuro da lagoa de Paramos

    O Partido Comunista Português (PCP) vai defender, na próxima quinta-feira,
    na Assembleia da República, a criação da Área de Paisagem Protegida da
    Barrinha de Esmoriz/Lagoa de Paramos. Se o projecto de lei passar, a lagoa
    será classificada como reserva natural, cuja gestão caberá ao Governo, e
    dar-se-á um fim ao imbróglio de anos causado pela indefinição quanto às
    entidades responsáveis pela sua recuperação e preservação.

    7.
    JN – grande porto
    Isabel Forte
    Sá diz que falta política social de habitação

    Porto Acusação Rui Sá, dirigente da CDU do Porto e vereador do Ambiente ,
    critica inacção da autarquia Casas no centro da cidade estão degradadas
    Rui Sá juntou meia- dúzia de elementos da CDU e andou, ontem de manhã, a
    observar uma mão-cheia de casas na cidade pertencentes à autarquia, que
    estão a cair aos pedaços ou servem apenas de abrigo a imigrantes ilegais.
    “Parece-me que não existe um plano coerente e integrado nesta Câmara para
    resolver este problema”, acusou o dirigente comunista e vereador do Ambiente
    na autarquia portuense.

    8.
    JN – grande porto
    Velhas casas do Património apodrecem por toda acidade

    Em Maio de 2002 foram oficialmente contabilizadas 1031 casas pertencentes à
    Direcção do Património da Câmara Municipal do Porto. Eram habitações,
    explica Rui Sá, que passavam para as mãos da autarquia, “ou porque os
    senhorios morriam, ou porque as doavam ouporque eram compradas”.

    9.
    Público – local porto
    Por MARGARIDA GOMES
    Serviço de Cardiologia do Hospital de S. João Funciona em Condições de Risco

    O Colégio da Especialidade de Cirurgia Cardio-Torácica da Ordem dos Médicos
    considera que as condições em que funciona o Centro de Cirurgia Torácica do
    Hospital de S. João, no Porto – o único serviço da zona Norte e Centro que
    faz transplantes cardíacos – constituem “um risco para todos”.

    10.
    Público – local porto
    Por NATÁLIA FARIA
    Parede Desaba Num dos Edifícios da Cooperativa Tripeira

    Uma parede de um dos edifícios da Cooperativa Tripeira, na Senhora da Hora,
    concelho de Matosinhos, desabou parcialmente anteontem à noite. A derrocada,
    ocorrida às 22h05, deixou esventrada, com os tijolos à vista, a parte
    exterior da parede do Bloco 1. “A sorte foi não ter apanhado ninguém”,
    comentaram os moradores, indignados.

    11.
    Público – local porto
    Por NATÁLIA FARIA
    Rui Sá: “Câmara do Porto Não Se Está a Portar como Um Senhorio à Altura”

    O vereador do Ambiente na Câmara Municipal do Porto, Rui Sá, andou ontem de
    manhã a espreitar a realidade esquecida nos cantos recônditos do centro da
    cidade.

    12.
    Público – local porto
    Por ANDRÉIA AZEVEDO SOARES
    Alunos da ESAP Usam o Vídeo para Pensar a Cidade

    Pensar e questionar o tecido urbano portuense com uma câmara ligada. Foi
    este o desafio feito aos alunos da cadeira de “Antropologia do espaço” da
    Escola Superior de Artes do Porto (ESAP), leccionada pelo antropólogo
    Fernando Matos Rodrigues. O resultado desta proposta académica foi a
    curta-metragem “Formas e modos de vida na cidade do Porto”, apresentado nas
    instalações da ESAP.

    13.
    Público – local porto
    Por ÂNGELO TEIXEIRA MARQUES
    PS/Póvoa Contesta Projecto Imobiliário no Lugar da Fábrica Quintas & Quintas

    O Partido Socialista da Póvoa de Varzim exortou a Câmara Municipal a
    inviabilizar a operação de loteamento que a empresa Quintas & Quintas
    pretende executar no centro da cidade onde detém os seus escritórios e uma
    unidade de coordaria.

    14.
    Público – local porto
    Por ANA FRAGOSO/LUSA
    Choque Entre Duas Viaturas Faz Mais Duas Vítimas Mortais no IP4

    Dois homens, um de 28 anos de idade, natural de Leiria, e outro de 53 anos
    residente no concelho de Bragança, perderam a vida anteontem à noite, e um
    terceiro com 28 anos ficou ferido com gravidade, na sequência de mais um
    acidente de viação no Itinerário Principal (IP) n.º 4, desta vez perto da
    ponte do Sabor, entre Bragança e Quintanilha.

    15.
    Público – local porto

    Divergências Aparentes no Pinguim
    “Quando Observo a Natureza” e “Lavandaria 1”. Pinguim Café (Rua de
    Belomonte), no PORTO. Até 9 de Novembro.

    16.
    Público – local minho
    Por ANA PEIXOTO FERNANDES
    Transferência de Correios para Juntas de Freguesia Não Está a Ser Pacífica
    no Distrito de Viana

    A aplicação do protocolo estabelecido entre os CTT e a Anafre – Associação
    Nacional de Freguesias, para a transferência dos seus serviços para as
    juntas ou entidades indicadas pelas mesmas, não está a ser pacífica no
    distrito de Viana do Castelo.

    17.
    Público – local minho
    Deputados do PSD Reúnem-se com Autarcas de Lanhelas por Causa do IC1
    Por ANA PEIXOTO FERNANDES
    O grupo parlamentar do PSD na Assembleia da República (AR) vai reunir com a
    junta de freguesia de Lanhelas, do concelho de Caminha, para abordar a
    questão da construção do IC1, que muito tem agitado as freguesias situadas a
    norte da vila de Caminha.

    18.
    Público – local minho
    Prostituição Masculina no Pinhal de Ofir Preocupa Autarcas de Fão
    Por FRANCISCO FONSECA
    Moradores e a junta de freguesia de Fão, no concelho de Esposende, querem
    acabar com o foco de alegada prática de prostituição masculina que se
    instalou em pleno pinhal de Ofir, ao longo da estrada que liga Fão e Apúlia.

    19.
    Público – local minho
    Milhares de Pessoas Participam em Corrida e Caminhada Até Joane
    Por EMÍLIA MONTEIRO
    Ontem foi um dia grande para o jovem Tiago Abreu. Residente em Vermoim, em
    Famalicão, sem praticar desporto de forma sistemática e com a carta de
    condução tirada “à pouco tempo”, Tiago foi o contemplado com o automóvel
    Smart, que constituia um dos maiores aliciantes para os cerca de três mil
    que amrcaram presença na IV Prova de Atletismo Famalicão/Joane e na I
    Caminhada Vermoim/Joane.

    20.
    Público – local minho
    Vítimas de Descarga Eléctrica em Guimarães Esperam Indemnizações
    Por EMÍLIA MONTEIRO
    Os proprietários das 41 casas e empresas afectadas, há seis anos atrás, por
    uma descarga eléctrica em S. Cristovão de Selho, Guimarães deram ontem
    “plenos poderes” ao advogado que os representa para tomar todas as medidas
    que julgar necessárias durante o julgamento marcado para o dia 30 deste mês.

    21.
    Público – local minho
    Deputado do PCP Questiona Governo Sobre Plataformas de Mexilhão
    Por ANA PEIXOTO FERNANDES
    O deputado comunista Honório Novo questionou o Governo sobre o processo de
    licenciamento para a instalação de plataformas de criação de mexilhão junto
    à costa de Viana do Castelo.

    22.
    Público – local minho
    OPINIÃO
    Www.comboio.em.pt
    Por EDUARDO JORGE MADUREIRA
    Os comboios são muito mais do que um meio de transporte. Pelas artes
    plásticas, pela banda desenhada, pelo cinema, pela literatura ou pela
    música, circulam permanentemente múltiplos comboios. A revista espanhola
    “Leer” dedicou o seu número de Julho e Agosto ao tema “O Comboio na Banda
    Desenhada”.

    23.
    O Primeiro de Janeiro
    Falta sintonia
    Eulália Pereira

    Belmiro Cunha, do Núcleo de Defesa do Meio Ambiente de Lordelo do Ouro
    (NDMAL), aponta os interesses imobiliários como ditadores da política de
    ordenamento da cidade. Incompatibilidades entre vereadores do Ambiente e
    Urbanismo, diz, permitem edificação desregrada.

    A discussão pública do Plano Director Municipal (PDM) vai contar com a
    contestação de algumas alíneas pela NDMAL. Para Belmiro Cunha, “vai ser uma
    discussão difícil, porque o plano continua a privilegiar a construção”,
    afirma. Desde há muitos anos que essa é uma política seguida na cidade, de
    acordo com o ambientalista.

    24.
    O Primeiro de Janeiro
    Rui Sá alertou para a situação das oito centenas de habitações do género na
    cidade
    «Casas do património» degradadas

    Não são só as habitações dos bairros sociais da cidade que têm probelmas. As
    denominadas «casas do património», pertença da autarquia e localizadas fora
    destes aglomerados habitacionais, não estão em muito bom estado.
    A CDU alertou hoje para a situação de degradação em que se encontram as
    cerca de oito centenas de habitações que são propriedade da Câmara do Porto,
    mas não integram os bairros sociais, conhecidas como «casas do património».
    Parece não haver um plano coerente e integrado para resolver esta situação”,
    salientou Rui Sá, afirmando desconhecer o que o pelouro da habitação,
    dirigido pelo vereador Paulo Morais, pretende fazer para resolver o
    problema. A visita ontem organizada pela CDU começou pela Rua das Musas, em
    Santo Ildefonso, onde existem dez casas degradadas, que, apesar de terem
    sido entaipadas, estão actualmente ocupadas por imigrantes de leste, que ali
    vivem sem água nem luz. Uma situação que urge resolver e que Rui Sá vai
    levar ao conhecimento do executivo camarário.

    25.
    O Primeiro de Janeiro
    Ilha
    Vinte pessoas
    Na Rua do Bonjardim encontra-se outra casa abandonada e, algumas dezenas de
    metros à frente, um portão dá entrada numa pequena «ilha» de oito habitações
    onde cerca de duas dezenas de pessoas vivem em condições difíceis. A
    Travessa da Póvoa, na freguesia do Bonfim, a Rua AntónioCândido, em
    Paranhos, e a Rua Marques Marinho, na freguesia de Cedofeita, foram outros
    locais visitados pela CDU para alertar para a degradação existente.

    26.
    O Primeiro de Janeiro
    Ana Caridade
    Parte do revestimento interior de um bloco da cooperativa «A Tripeira» veio
    abaixo
    Risco de ruína é real

    A fachada do bloco 1 da cooperativa “A Tripeira”, na Senhora da Hora, corre
    o risco de ruir. Depois de sábado à noite ter caído o revestimento da parede
    exterior de parte desse bloco, os moradores temem pela integridade das suas
    casas. O bloco 3 apresenta os mesmos riscos.

    27.
    O Primeiro de Janeiro

    Exército da Salvação quer avançar com obra que custará 2,2 milhões de euros
    Complexo social pode nascer em Ramalde
    O Exército de Salvação pretende construir no Porto um complexo social orçado
    em 2,2 milhões de euros, para melhorar as condições de apoio a jovens e
    idosos, actualmente reduzidas a um pequeno espaço na freguesia de Ramalde.
    O terreno foi cedido pela Câmara do Porto, o projecto está aprovado pela
    autarquia e a segurança social, o Exército de Salvação tem reservada uma
    verba para as obras, mas o início dos trabalhos está dependente do apoio
    governamental, que passa pela inclusão desta obra no PIDDAC.

    INFORMACAO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

    Acima apresentou-se o sumario e/ou resumos de noticias de interesse
    urbanistico/ambiental publicadas na edicao electronica do Jornal de
    Noticias, do Público e de O Primeiro de Janeiro.

    Esta lista foi criada e e animada pela associacao Campo Aberto, e esta
    aberta a todos os interessados socios ou nao socios. O seu ambito
    especifico sao as questoes urbanisticas e ambientais do Noroeste,
    basicamente entre o Vouga e o Minho. Em «Fora do Noroeste», podem
    inserir-se noticias de outras regioes que possam apresentar interesse como
    exemplo negativo ou positivo para situacoes equivalentes no Noroeste.

    Selecção hoje feita por Alexandre Bahia
    Para os textos integrais consultar:

    https://jn.sapo.pt/eddia/eddia2.asp

    https://jornal.publico.pt/publico/2003/10/20/indice.html

    https://www.oprimeirodejaneiro.pt

    ou as respectivas edições em papel.

    =============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

    Para difundir mensagens escreva para: pned@egroups.com

    Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogroups.com e com o corpo da mensagem vazio.

    Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@egroups.com

    Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@egroups.com

    Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

    https://www.egroups.com/group/pned

    Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

    =============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

    Seu uso do Yahoo! Grupos é sujeito às regras descritas em: https://br.yahoo.com/info/utos.html

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Categorias: Boletim

    Deixar comentário