İzmir escort » İzmir eskort bayan » Vip Escorts beydağ escort bornova escort buca escort çeşme escort seferihisar escort beylikdüzü escort avrupa yakası escort mecidiyeköy escort beşiktaş escort Escort Paris porn tube porno porn porno amateur

    (Para qualquer problema com esta lista, ver informacoes no final do texto e
    instrucoes no rodape da mensagem)

    Quarta-feira, 23 de Julho de 2003

    JN

    1. Porto: 450 milhões para investir em 12 anos na rede de água

    A empresa Águas do Douro e Paiva prevê atingir, em 2008, os 450 milhões de
    euros na aquisição, construção e reabilitação de infra-estruturas. Responsável
    pela captação, tratamento e distribuição de água a 18 concelhos (nos quais se
    incluem os da região do Grande Porto), a Águas do Douro e Paiva comemora, no
    próximo sábado, o 7º aniversário da assinatura do respectivo contrato de
    concessão. Actualmente, a empresa serve uma população de aproximadamente 1,65
    milhões de pessoas, que representam um consumo de mais de 100 milhões de metros
    cúbicos de água por ano.

    2. Porto: 61 mil euros para pagar árvores abatidas

    Construtores de rotunda na Avenida Sidónio Pais pagam espécies retiradas.
    Acessos ao Bessa preocupam PS
    Hugo Silva

    A construção da nova rotunda na Avenida Sidónio Pais (Via Rápida), onde antes
    existia uma estação de serviço da Galp, no Porto, vai obrigar ao abate de 13
    árvores. Uma operação que vai obrigar a Empresa Municipal de Obras Públicas do
    Porto a pagar uma verbade 61 mil euros ao pelouro do Ambiente, verba que será
    usada para a plantação de outras árvores na cidade.

    3. Porto: Elevador dos Guindais custa um euro ao Metro

    Acordo de concessão da exploração do funicular será assinado amanhã à tarde
    Ainda não há data para início do funcionamento
    Hugo Silva

    A Empresa do Metro passa a ser responsável pela exploração e pela operação do
    Elevador dos Guindais, no Porto, a partir de amanhã. Um equipamento que lhe vai
    custar… um euro. Precisamente o preço simbólico que a empresa terá de pagar à
    STCP, que receberá oelevador das mãos da Casa da Música/Porto 2001, também por
    um euro.

    4. Porto: Fernando Albuquerque dá “puxão de orelhas”

    Carla Sofia Luz ´

    A defesa da instalação do El Corte Inglés na Boavista pelo vereador das
    Actividades Económicas da Câmara Municipal do Porto, Fernando Albuquerque, “só
    peca por tardia”. O socialista Manuel Diogo apoia a iniciativa do autarca
    popular e não tem dúvidas de quese trata de um “puxão de orelhas” ao presidente
    Rui Rio.

    5. Porto: Ruas do Porto

    por gomes fernandes arquitecto A rua é vista como uma espécie de “caixote de
    lixo” da incultura e do desleixo

    O estado geral das ruas do Porto é mau. Por razões várias, muitas delas estão
    marcadas por obras em curso ou por obras inacabadas; à espera de obras de
    melhoria que não chegam; ou, simplesmente, entregues à sua sorte. A gestão da
    Via Pública, não é fácil de fazer numa cidade onde está a decorrer a instalação
    de uma rede de Metro subterrânea e a execução do sistema de acessibilidades a
    dois novos estádios para o Euro, mais outras obras avulsas infra-estruturais,
    sempre perturbadoras.

    6. Porto: Túnel de Ceuta ficará pronto até Março de 2005

    Rui Sá preocupado com a subida de custo, já que o prolongamento à Rua de D.
    Manuel II será feito mais tarde

    Um ano e oito meses de obra. O Túnel de Ceuta só ficará concluído no primeiro
    semestre de 2005. A fase inicial entre a Praça de D. Filipa de Lencastre e o
    Jardim do Carregal arranca este mês, tendo sido consignada a um consórcio de
    três empresas austríacas efrancesas por 17 milhões de euros. Mais sete milhões
    do que o preço-base do concurso.

    7. Oliveira de Azeméis: Benefícios por causa do aterro estão a acabar

    As populações dos lugares de Pinhão, Lombas, Lavadouros, e de S. Martinho, das
    freguesias de Ossela e de Pindelo, em Oliveira de Azeméis, que beneficiavam de
    abastecimento de água da rede pública gratuita, poderão, em breve, vir a pagar
    o respectivo tarifário. Recorde-se que as águas destes lugares foram
    contaminadas, há mais de dez anos, pela má execução do aterro de Ossela, tendo
    a autarquia decidido não cobrar a água a estes munícipes.

    Doze fontanários de Ossela são um perigo para a saúde

    Oliveira de azeméis orelhas moucas Apesar de existirem avisos que alertam para
    o facto da água estar imprópria ainda há quem a consuma Médico receia que
    inquinação se tenha estendido a poços

    Salomão Rodrigues

    Água imprópria para consumo” – o aviso está espalhado por 12 fontanários e
    nascentes de Ossela, a maior das 19 freguesias de Oliveira de Azeméis, onde
    grande parte da população ainda não dispõe da rede de distribuição pública de
    água. O secular hábito de ir buscar água à fonte, para consumo próprio,
    traduz-se em perigo acrescido para a saúde pública. Mesmo assim, há quem
    continue a considerar que a água “é boa e cristalina”, não hesitando em
    consumir o insalubre líquido.

    8. Aveiro: Domingos sem carros agradam a moradores

    Jesus Zing

    O fecho do centro da cidade aos carros nos próximos nove domingos de manhã
    agrada à maioria dos aveirenses, que ontem foram ouvidos pelo JN. “Acho que é
    uma boa ideia” disse ao JN, António Nunes, 62 anos, residente em Aveiro que
    lembra que “até nem prejudica ninguém”. “Da parte da manhã a maioria das
    pessoas ainda estão em casa, só à tarde é que vão para as praias ou para os
    piqueniques”, salientou. “Pelo contrário, é uma maneira de as pessoas poderem
    andar de bicicleta à vontade. Não prejudica e, por mim, até fazia todo o ano”,
    acrescentou António Nunes.

    9. Vale do Neiva: Ecologistas condenam ETAR disfuncionais

    Vale do Neiva Ambiente Associação diz que estações de tratamento de águas
    residuais constituem motivo de preocupação Autarquias desvalorizam críticas

    Ao indicar que poucos são os moinhos e engenhos existentes ao longo do rio
    Neiva que se encontram em funcionamento, a associação criticou a transformação
    de algumas destas estruturas em habitações: “Trata-se de uma adulteração
    completa, agravada pelo aparecimento de vedações onde nunca as houve, nalguns
    casos, tornando privado o que sempre foi público”.

    10. Esposende: Instalação de hipermercado sob suspeita de negociata

    Comerciantes acusam vereador de ter decidido em causa
    própria Oposição diz que proposta visa contornar planos Autarquia acena com
    empregos e outras contrapartidas
    Luís Henrique Oliveira

    Os comerciantes acusam o Executivo de Esposende de ter ajuizado em causa
    própria. E solicitam a anulação da Assembleia Municipal extraordinária, marcada
    para hoje, em que será discutida a concessão da utilidade pública municipal a
    um terreno, situado na zonaindustrial do concelho, para onde está prevista a
    construção de um hipermercado.

    11. Aveiro: Polis transforma canal da ria em zona de lazer

    Passeio arborizado marginal ao IP5 vai surgir em S. Roque
    com estacionamento Ponte ligará ao canal da Praça do Peixe
    Jesus Zing

    A abertura do concurso público para o arranque da requalificação da zona
    envolvente do Canal de S. Roque vai ter lugar “muito brevemente”, segundo o
    responsável pela gestão do programa Polis de Aveiro.

    12. (Fora do Noroeste) Lisboa: IGAT aponta ilegalidades nas obras do El Corte
    Inglés

    Inspecção-Geral do Território diz que a obra foi executada a
    coberto do alvará de licença de escavação e contenção periférica Câmara devia
    ter accionado contra-ordenações
    Ana Fonseca e Gina Pereira

    O relatório da Inspecção-Geral da Admnistração do Território (IGAT) sobre o
    processo de licenciamento do El Corte Inglês, em Lisboa, caiu ontem, que nem
    uma bomba na sessão da Assembleia Municipal: o documento conclui que houve
    ilegalidades praticadas pela Câmara Municipal no processo de licenciamento da
    obra. Santana Lopes promete aplicar coimas, “caso se prove que a lei e o
    interesse público foram desrespeitados”.

    Publico

    1. Porto: Vereador Defende “El Corte Inglés” na Boavista
    Por HUGO PINTO

    “Investimento, criação de emprego e atractividade.” Para o vereador das
    Actividades Económicas da Câmara Municipal do Porto (CMP), Fernando Albuquerque,
    estes são três argumentos irrecusáveis que uma sucursal da cadeia espanhola EL
    Corte Inglés representa para o Porto.

    2. Porto: Elevador dos Guindais Concessionado por Um Euro
    Por JORGE MARMELO

    Projectado no âmbito das intervenções de requalificação urbana planeadas a
    propósito da realização do Porto 2001, Capital Europeia da Cultura, o elevador
    dos Guindais, ligando a Ribeira e a Batalha, deverá finalmente começar a
    circular.

    3. Porto: Abate de Árvores no Porto Passa a Implicar Indemnização
    Por JORGE MARMELO

    A partir de agora, o abate de árvores em espaço público portuense para a
    realização de obras vai implicar o pagamento à cidade de uma compensação
    monetária, que será utilizada na aquisição de novos espécimes.

    4. Braga: Deputado do PS-Braga Defende Que Líder da AMM Não Seja Um Autarca
    Por ALEXANDRE PRAÇA

    O deputado do PS eleito pelo círculo de Braga, Ricardo Gonçalves, defende que o
    presidente da futura Área Metropolitana do Minho (AMM) – que não deverá estar
    em condições de ser constituída até ao final do ano, segundo prevê, ao
    contrário das pretensões do PSD – não deve ser um autarca e tem de desempenhar
    o cargo a tempo inteiro, para não se repetir os “maus exemplos” das associações
    de municípios. TEXTO

    5. Barcelos: Comerciantes de Barcelos Pedem a Esposende para Não Aprovar
    Superficie Comercial
    Por FRANCISCO FONSECA

    A Associação Comercial e Industrial de Barcelos (ACIB) pediu esta semana à
    Assembleia Municipal (AM) de Esposende para chumbar o pedido de declaração de
    utilidade pública para uma grande superficie comercial a instalar neste
    concelho. Da decisão da AM depende o único parecer que falta para que a câmara
    possa licenciar uma grande superfície comercial. TEXTO

    INFORMACAO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

    Acima apresentou-se o sumario e/ou resumos de noticias de interesse
    urbanistico/ambiental
    publicadas na edicao electronica do JN e do Publico Local Porto e Minho, em 23
    de Julho de
    2003. A seleccao e da associacao Campo Aberto.

    Para os textos integrais consultar:

    https://jn.sapo.pt/eddia/eddia4.asp

    https://jornal.publico.pt/publico/2003/07/23/indice.html

    ou as respectivas edicoes em papel.

    PNED = Porto e Noroeste em Debate

    Imprimir esta página Imprimir esta página

    Categorias: Boletim

    Deixar comentário