• Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto
  • Jun : 15 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação

PDM

Veja aqui tomadas de posição sobre a questão dos pavilhões de venda do Bolhão tomadas por associações nacionais e internacionais e a resposta a uma delas recebida da Câmara Municipal do Porto. Mais abaixo, veja outras informações sobre o Bolhão e sobre outras questões de urbanismo, com destaque para questões de mobilidade e para o conceito de «cidade regeneradora».

[Fotos a preto e branco: Antero Leite]

Colocado em abril de 2017, 14

TOMADA DE POSIÇÃO DA ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL INTBAU

Carta enviada a Rui Moreira, Presidente da Câmara Municipal do Porto,
pelo Presidente [...ler mais]

PERSPETIVA SOBRE O PROCESSO DE REVISÃO DO PDM DO PORTO
– COMUNICADO DA CAMPO ABERTO

Como associação de defesa do ambiente, a Campo Aberto não tem interesses particulares a defender. Num processo de consulta pública que passa sobretudo pela apresentação de «reclamações» relativas a propriedades e direitos de construção, por mais legítimas, nada teríamos a «reclamar» por conta própria.

Entendemos pois que a nossa participação na atual discussão pública sobre a revisão do Plano Diretor Municipal-PDM incide sobre a forma como se concebe a evolução desejável [...ler mais]

Posição da Campo Aberto em relação às alterações propostas no PDM do Porto

No âmbito do período de discussão pública referente à primeira Alteração ao Plano Diretor Municipal do Porto a Campo Aberto vem por este meio divulgar a sua posição relativamento ao projeto apresentado bem como sugerir propostas de alteração.

1.1 Parque da cidade – UOPG 6 Parque Ocidental
Consideramos que se está a desbaratar o potencial do Parque da Cidade, que continua a ser um património único na cidade, e inclusive a desvirtuar a ideia de não construção nas margens do parque da cidade ao [...ler mais]

Categorias: PDM

O PDM em vigor fez uma opção clara por um Porto mais de acordo com as suas características fisionómicas estabelecidas no século XIX e primeira metade do século XX, contrariando a expansão aleatória e desordenada de soluções ad hoc e a proliferação de edifícios em altura sem rei nem roque, que, por exemplo, fizeram da avenida da Boavista uma coisa que não é nem do passado nem do presente nem do futuro e dificilmente remediável ou “requalificável”. Foi, como alguns de nós defenderam repetidamente (ver “Reflectir o Porto e a Região Metropolitana do Porto”, [...ler mais]

Categorias: PDM