• Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto

Romântico-Porto-Flores

VISITA GUIADA AOS CAMINHOS DO ROMÂNTICO

Sábado 21 de março

Agrupamento às 9:15 junto ao portão principal do recinto do Palácio de Cristal

A Campo Aberto organiza novamente em 2015 (tal como já acontecera em 26 de julho de 2014) uma visita guiada aos Caminhos do Romântico.

Desta vez em cooperação com a AVE – Associação Vimaranense de Ecologia. Haverá assim participantes vindos de Guimarães (máximo 15) e do Porto ou proximidades (máximo 10), num grupo conjunto de um máximo de 25 pessoas, para que a atividade possa resultar bem.

Os interessados residentes em Guimarães ou proximidades não se devem inscrever via Campo Aberto. Para o efeito contactar: ave.ecologia@gmail.com.

Inscrições até terça-feira 17 de março.

Adiante descrição, programa e instruções para inscrição.

A Campo Aberto agradece à Arq.ª Graça Nieto Guimarães a sua colaboração benévola, sem a qual não teria sido possível organizar, e pela segunda vez, esta atividade.

O que vamos visitar?
Dos cinco percursos adiante indicados, faremos sobretudo o primeiro, Porto do Romantismo, mas com passagem parcial nos restantes quatro. Ficaremos assim com uma ideia de conjunto desta zona, o que permitirá percorrer os restantes itinerários noutras ocasiões segundo a iniciativa, as conveniências e gostos de cada um.

O que levar?
Calçado e roupa confortável, chapéu, talvez pequena merenda (embora a visita termine ao fim da manhã).

Romântico-Porto-Muros

O que são os Caminhos do Romântico?
Os Caminhos do Romântico são compostos por 5 percursos temáticos que pretendem dar a conhecer um pouco das contradições do Porto de Oitocentos, romântico e burguês, rural e industrial.

O primeiro percurso, Porto do Romantismo, tem os jardins do Palácio de Cristal como ponto de partida. O passeio continua depois pela Rua de Entre-Quintas e Rua da Macieirinha, alcançando-se a Casa Tait e o Museu Romântico. O segundo percurso, intitulado O Aproveitamento da Água, acompanha os antigos leitos da Ribeira de Massarelos e seu afluente, o Rio de Vilar. Seguindo pela rua da Macieirinha descobrem-se fontes, chafarizes e lavadouros que abasteciam quintas da nobreza e burguesia e pequenos campos agrícolas.

O percurso seguinte, Arqueologia Rural e Industrial, entre a travessa da Macieirinha e o Cais do Bicalho, revela dois estilos de vida que se sucedem no tempo: um espaço rural que se torna, a partir do século XIX, num espaço predominantemente industrial. Esta mudança ocorreu ao serem aqui instaladas moagens, serrações e fundições.

O quarto percurso, A Fábrica de Massarelos e o Prestígio da Burguesia, faz a ponte entre cenários rurais, cenários piscatórios e industriais, entre lugares de agricultura que parecem imutáveis desde o século XVII, vestígios de uma povoação de faina fluvial e marítima e as ruínas da primeira fábrica pombalina do país. «Do Gólgota a Massarelos» é o último percurso destes Caminhos do Romântico. O percurso parte da Faculdade de Arquitetura, passa pelo Gólgota, bairro de operários que trabalhavam na indústria ribeirinha, e recria o caminho destes trabalhadores até Massarelos por entre a beleza paisagística da Arrábida.

Com quem?
Com a Arq.ª Graça Nieto Guimarães. Natural do Porto, licenciou-se em 1976. Foi bolseira da Secretaria de Estado da Cultura no Instituto de Arhitectura Ion Mincu de Bucareste para uma pós-graduação em recuperação urbana e reabilitação de edifícios. Trabalha individualmente desde 1985.

Como obras mais significativas destacam-se um edifício para armazém e escritórios em Gaia (publicado em Architectures à Porto, editado por Pierre Mardage, Bélgica), o edifício de escritórios na Rua João das Regras, no Porto (que obteve uma menção honrosa na edição de 1992 do Prémio João de Almada), as Piscinas Municipais de Aprendizagem de Cartes e Eng.º Armando Pimentel, também no Porto, a Requalificação dos Caminhos do Romântico no âmbito da Porto 2001 – Capital Europeia da Cultura (concurso limitado por convite e em que obteve o 1.º Prémio), um Aparthotel e 25 habitações na zona da Caloura, na ilha de S. Miguel, Açores, e o Projeto de Execução da Praça General Humberto Delgado e ruas adjacentes, em Santo Tirso.

PROGRAMA E CRONOGRAMA

9:15 – Agrupamento no portão principal do Palácio de Cristal

9:30 – Início da caminhada interpretativa pelo primeiro percurso e passagem pelos restantes quatro: 1 – O Porto do Romantismo; 2 –  O aproveitamento da água; 3 – Arqueologia rural e industrial; 4 – A fábrica de Massarelos e o prestígio da Burguesia; 5 – Do Gólgota a Massarelos.

12:45 – Fim da visita.

PROCEDIMENTO DE INSCRIÇÃO

Antes de se inscrever
Convém, no seu próprio interesse, tomar conhecimento das nossas condições gerais de participação. As inscrições devem ser ser feitas até terça-feira 17 de março.

Participação nas despesas de organização
Para crianças e jovens até aos 17 anos (acompanhadas por sócios ou não sócios): gratuito.

(A Campo Aberto alegra-se com a presença de crianças e jovens nas suas atividades de ar livre. Porém, o adulto acompanhante é responsável por considerar compatível a presença da criança ou do jovem, tendo em conta a idade e respetivo desenvolvimento, a extensão das caminhadas previstas e o seu grau de dificuldade. Nesta atividade precisa, a duração é de cerca de duas horas e meia, por arruamentos urbanos pavimentados, em passo regular e com paragens frequentes. Há alguns trechos do percurso bastante inclinados mas sem dificuldade especial.)

Para adultos não sócios: €6,00.
Para sócios: €3,00. Os sócios têm prioridade nas inscrições feitas até 5 de março inclusive.

Em caso de transferência ou depósito em agência CGD, utilizar o NIB:
0035 0730 0003 5756103 54.

Ver adiante instruções mais completas, não deixe de as observar. Obrigado.

Como se inscrever
A inscrição é feita preenchendo e enviando o formulário de inscrição próprio. O nome completo e data de nascimento são pedidos tendo em vista o seguro coletivo contratado pela organização.

Por motivos técnicos, e pedindo desculpa do pequeno incómodo suplementar, o formulário tem que ser preenchido na íntegra mesmo por parte dos sócios ou de não sócios que participam frequentemente nas visitas da Campo Aberto.

Em caso de dúvida ou dificuldade no preenchimento ou envio, tentaremos ajudar. Comunique as suas dúvidas ou dificuldades para

atividadesca@gmail.com 
ou contacte tm 918527653

Validade da inscrição
A inscrição só é válida se, no próprio dia da inscrição, através do formulário, for acompanhada de comprovativo do envio da participação nas despesas de organização.

Veja como fazer o envio do montante da participação nas despesas e do comprovativo (informações complementares às do próprio formulário de inscrição; quando incompatíveis, seguir as do formulário). Por favor, preste especial atenção, nessa página, à rubrica «Descritivo, referência ou comentário». Será para nós uma grande ajuda na organização da atividade.

Pedimos especial cuidado no que se refere a facilitar a identificação de transferências, depósitos ou outras modalidades de envio. Sempre que possa, prefira fazê-lo em linha (online) em modalidade que permita um descritivo, devendo este seguir o modelo indicado na referida página.

Os donativos ou participação nas despesas destinam-se a contribuir para possibilitar à associação organizadora promover estas atividades.

Romântico-Porto-Bruma

Imprimir esta página Imprimir esta página

Deixar comentário