• Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto
  • Jun : 15 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação

PS-DPROPORCIONAR À CRIANÇA OPORTUNIDADES DE CONTACTO COM A NATUREZA

A propósito do livro Maravilhar-se, reaproximar a criança da natureza, versão portuguesa de The Sense of Wonder, de Rachel Carson, que foi apresentado pela Campo Aberto em Aveiro na primeira metade de 2013, de colaboração com a ASPEA Aveiro (delegação de Aveiro da Associação Portuguesa de Educação Ambiental) e com o Núcleo de Aveiro da Quercus, entrámos em contacto com Paula Soares, a quem pedimos uma nota e algumas fotografias sobre o seu trabalho com crianças naquela cidade, no qual se inclui uma vertente de aproximação à Natureza. Essa nota, que segue adiante, intitula-se «A Missão da Fundação Padre Félix».

No número 22 da revista Ar Livre, editada pela Campo Aberto igualmente em 2013, insere-se um pequeno dossiê sobre o livro do italiano Antonio Tonucci, A Cidade das Crianças, tema que também tem a ver com o trabalho desenvolvido pela autora desta nota. Na natureza, no campo ou na cidade, existem sempre possibilidades de «reaproximar a criança da natureza». Campo Aberto agradece a Paula Soares a colaboração e convida os leitores a enviarem as suas impressões e outros contributos.

PS-A

COM AS CRIANÇAS NA CIDADE E NA NATUREZA, AJUDAR A VENCER

A Missão da Fundação Padre Félix

No âmbito da intervenção sociocomunitária da Fundação Padre Félix, de Aveiro, o acompanhamento social às famílias em situação de vulnerabilidade social baseia-se numa abordagem sistémica em que são trabalhadas áreas interdependentes que influenciam o processo de requalificação social, tais como a educação (valorização das aprendizagens e do percurso escolar), a saúde e a higiene (prevenção e tratamento), o emprego e a formação profissional (qualificação e inserção no mercado de trabalho), a habitação (reabilitação, higiene e organização do espaço doméstico) e a gestão doméstica (poupança e reutilização de materiais), a justiça e a cidadania (informação para os direitos e deveres e participação social).

Ps-B

Construção de um projeto de vida
A abordagem sistémica orienta o nosso caminho, auxiliando-nos na compreensão dos problemas, na descoberta e na reinvenção de respostas e de recursos. Neste processo, a participação da pessoa na construção do seu projeto de vida é essencial. Assim, a par do trabalho social, a consulta de psicologia e de intervenção familiar, as consultas de nutrição e de acupuntura, os cursos de formação profissional, o apoio pedagógico, a turma de alfabetização, os campos de férias, as aulas de dança, o voluntariado, os ateliês de trabalhos manuais, os saraus culturais e as visitas de educação ambiental são atividades essenciais que procuram intervir de modo efetivo, ajudando a pessoa a investir em si, na sua autoestima, na saúde mental e física, e na educação (formal ou não formal).

Localmente, no Fórum de S. Bernardo, grupo de intervenção desenvolvido com as entidades locais, busca-se a concertação das atividades promovidas na freguesia de S. Bernardo (Aveiro), a captação de recursos e a resolução dos problemas sentidos na comunidade, mediante uma estratégia concertada entre os vários parceiros.

PS-C

Parcerias, pessoas e comunidades
As parcerias são essenciais para que seja possível o desenvolvimento de atividades que qualifiquem as vidas das pessoas e da comunidade. As atividades de educação não formal que promovemos procuram estimular a capacidade de descoberta e de aprendizagem nas crianças e nos jovens, de modo a ajudá-los a compreender a diversidade de pensamento e do mundo que os rodeia, a traçar novos trilhos, a construir boas memórias. A par com o convívio gerado, surgem novas amizades e cumplicidades.

Nos últimos anos, diversos trilhos foram construídos e em diferentes áreas da educação não formal, o que nos traz muita satisfação. Em termos de educação ambiental, destacamos, nos últimos anos, o passeio ao Buçaco com a observação da natureza monitorizada pelo Eng.º Bernardo Conde, a visita guiada à Estação Litoral da Aguda e a visita ao Parque Biológico de Gaia. Durante o ano, procuramos participar nas atividades promovidas pelas entidades parceiras. Recentemente, as crianças e os jovens que acompanhamos participaram com as suas famílias na comemoração do Dia Mundial da Árvore e da Floresta.

A nossa ação procura ativar os laços sociais desta comunidade, que tem um passado repleto de boas memórias de uma vida associativa forte, difundir uma mensagem de valorização dos recursos internos e externos e estimular a adoção de uma atitude positiva perante a vida, agarrando as oportunidades de aprendizagem e maximizando o potencial de cada pessoa e dos recursos de que dispõe. Queremos Ajudar a Vencer!

 Paula Soares

Imprimir esta página Imprimir esta página

Deixar comentário