• Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto
  • Jun : 15 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação

As cidades perduram ao longo de milénios, mesmo quando os países se transmutam, refazem ou desaparecem. Desde sempre que o Homem, ser gregário por natureza, se organizou em grupos, atualmente cada vez mais numerosos e alargados. Estima-se que a espécie viverá, na sua maioria, em ambiente urbano, muito em breve. Com base neste pressuposto, considera-se uma necessidade premente de promover um estilo de vida económica e ambientalmente sustentável para o planeta.  A mobilidade urbana sem automóvel ou com ele, sob um modelo de intermodalidade, é uma questão atual e urgente.

O quê?

O debate visa assinalar a Semana Europeia da Mobilidade, 16 a 22 de setembro (http://www.mobilityweek.eu), e chamar a atenção dos cidadãos, dos autarcas e dos candidatos a autarcas para os problemas das formas alternativas de mobilidade em relação ao atual domínio absoluto do automóvel.

Quando?

18 de setembro pelas 21h15.

Inscrições

A tertúlia é gratuita mas com inscrição obrigatória. Venha e traga os seus amigos, colegas e familiares.

Enviar um email com assunto «Porto Bici», para: tertuliasca@gmail.com, indicando nome, email e telefone de contacto para cada pessoa inscrita (pode inscrever várias pessoas no mesmo email – desde que tenha o consentimento delas – mas de todas deverá fornecer esses dados), até ao dia 16 de setembro às 12h00, o mais tardar. Terão prioridade as inscrições que respeitem este requisito.

Local

Sede de trabalho da Campo Aberto. Rua de Santa Catarina, 730 – 2º Dto, 4000-446 Porto.

Com quem?

* Ricardo Cruz (moderador) – MUBI http://www.biclanoporto.org/

Professor de Português do ensino secundário. Formador na área das ciências da comunicação e da tecnologia e comunicação educativa. Participou em conferências sobre ‘e-learning’ e comunicação política ‘online’, tendo publicado vários trabalhos nessas áreas. Entusiasta ciclista urbano desde os anos 90, defensor e ativista da mobilidade em modos suaves, sendo, também, um cicloturista convicto e adepto do ‘randonneuring’.

Participou em conferências e colóquios sobre o ciclismo urbano. Autor dos blogues Bicla no Porto e ‘Porto Saddle Guide’. Ativista das redes sociais (fundador do grupo do ‘Facebook’ Ciclismo Urbano em Portugal). Realiza, atualmente, investigação em ciências da comunicação sobre o ativismo associado ao ciclismo urbano nos blogues e nas redes sociais  (www.ricardocruz.eu).

* Eng. Álvaro Costa

Licenciado em Engenharia Civil no ramo de Planeamento do Território pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP), pós-graduado em Planeamento Urbano, Mestre em Transportes pelo Instituto Superior Técnico (IST) e Doutorado em Economia dos Transportes pelo Departamento de Economia da Universidade de Loughborough (UK), é também Professor Associado na secção de Planeamento do Território e Ambiente no departamento de Engenharia Civil da FEUP e coordenador do mestrado em transportes da FEUP.
Desde 1997, é membro da equipa coordenadora do mestrado em Projecto e Planeamento do Território e Ambiente, promovido pela FEUP e pela Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (FAUP).

* Miguel Barbot

Consultor, autor do blogue “Um pé no Porto e outro no pedal” e sócio da Velo Culture, loja dedicada às bicicletas clássicas e de cidade. http://1penoporto.wordpress.com/ (blogue 1 Pé no Porto, e Velo Culture – no Mercado de Matosinhos)

* Pedro Figueiredo (Arq.)

Trabalha em Arquitectura no Porto, em vários gabinetes desde 2000.
Interessado em intervir públicamente nas questões urbanas, políticas e sociais da cidade, escreve regularmente
no blog “A baixa do Porto”, e participa nos Movimentos Urbanos pela manutenção dos mercados de frescos públicos da cidade:
Os Movimentos pelo Bolhão e pelo Mercado do Bom Sucesso.

146219_2975

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O debate é uma organização conjunta da Campo Aberto – associação de defesa do ambiente, e da MUBI – Associação pela Mobilidade Urbana em Bicicleta

A MUBi – Associação pela Mobilidade Urbana em Bicicleta – é uma associação cívica formada por ciclistas voluntários que promove a bicicleta como meio de transporte utilitário e recreativo. Tem como objectivo o reconhecimento social e legislativo da bicicleta como parte integrante do trânsito na via pública, bem como a promoção e defesa de medidas que restabeleçam a competitividade natural da bicicleta para deslocações em meio urbano.

logo-mubi

 

 

 

 

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Notícias

Deixar comentário