• Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto
  • Jun : 15 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação

19 de Janeiro, Quarta-feira, às 18:00

COLHER PARA SEMEAR: tertúlia
com José Miguel Fonseca, fundador e director da Associação Colher para Semear

Na sede da Campo Aberto (Rua de Santa Catarina, 730-2.º, Porto) Entrada livre. Sugere-se no entanto deixar à entrada um contributo de 1 ou 2 euros ou…, a fixar pelo próprio, como participação nas despesas.

Parte I – Porquê colher sementes?
Parte II – Oficina de preparação de sementes para conservação (prática de extracção de sementes, selecção e tratamento para uma correcta conservação). A prática será feita com sementes de hortícolas; a intenção é que cada um de nós aprenda a colher as sementes das plantas que tem na sua horta ou quintal.

SEMENTES PRIVILÉGIO NOSSO

«Cada semente foi evoluindo no seu habitat através de uma selecção natural e também humana, obtendo uma rusticidade própria ao seu meio, daí a sua importância para as populações locais que podem manter a sua independência alimentar. Esta selecção é a verdadeira prova da sua adaptabilidade e a razão para a sua manutenção em vez da substituição por variedades híbridas generalizadas, que não têm a mínima hipótese de dar retorno ano após ano. (…) Há mais de 10 000 anos que colhemos sementes, assegurando desta forma as futuras colheitas. Não devemos parar agora e depositar o futuro em mãos alheias, com propósitos duvidosos e pouco claros.» (Fonseca, José Miguel, 2004)

No GORGULHO, boletim da Associação Colher para Semear podemos ler «vós sois privilegiados, diziam os companheiros nórdicos referindo-se à nossa diversidade agrícola, ainda existente.» E mais à frente «Privilégio nosso, sem dúvida, mas que implica responsabilidades e encargos para os quais nos devemos preparar.» (Fonseca, José Miguel, 2007)

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Natureza & Ruralidade

Deixar comentário