• Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto
  • Jun : 15 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação

 

Data limite de envio das fotografias: 23 de Outubro

 

Antes de mais um agradecimento por toda a energia que trouxeram para o nosso passeio ao Vale do Tua e por toda a colaboração no decorrer deste.

 

Aproveitamos para lembrar que já nos podem enviar a vossa melhor fotografia tirada durante o passeio para: ca.concurso.fotografia@gmail.com. De todas as fotos enviadas, 10 vão ser escolhidas para fazerem parte da exposição “Vale do Tua- património a proteger” a realizar-se no Porto, na Casa da Horta – Associação Cultural durante o mês de Novembro.

 

Teríamos também todo o gosto em divulgar no nosso site (www.campoaberto.pt) endereços on-line onde estejam publicadas fotos da caminhada- enviem-nos essa informação! Podem ver já as nossas fotos em http://picasaweb.google.pt/associacaocampoaberto/20091004VisitaAoTua# e deixar comentários sobre o passeio em http://www.campoaberto.pt/2009/10/05/fotografias-da-visita-pela-linha-do-tua/.

 

Como puderam reparar tivemos o acompanhamento durante toda a caminhada de alguns elementos dos Bombeiros Voluntários de Carrazeda de Ansiães (BVCA) que se disponibilizaram para prestar todo o apoio necessário e que foram essenciais para assegurar a máxima segurança possível durante a caminhada. Propomos, a todos aqueles que acharem por bem, que enviemos em nome individual, um donativo para os BVCA, em forma de agradecimento. Nos comentários escrever: “Caminhada no Tua_04Out”

Os NIB que podem utilizar são:

CGD: 0035 0207 0000029933064

Caixa Agrícola: 0045 2190 4005279389867

 

Convidamos o Dr. José Pavão, grande defensor da linha do Tua e um dos elementos fundadores da Associação dos Amigos do Vale do Rio Tua, a deixar uma mensagem a todos os participantes neste passeio. É com ela que terminamos.

 

Até breve!

Campo Aberto

 

«Caros amigos do Campo Aberto,

Quando naquela tarde cinzenta e abafada do passado domingo, dia 4 de Outubro, do alto do balcão rochoso onde me encontrava com o Mário Carvalho, vos vimos subir a íngreme encosta que liga a linha ferroviária do Tua à fonte termal de S. Lourenço, cansados e suados mas felizes, face ao silêncio e quietude majestática dum vale que é único, apeteceu-me gritar-vos à boa maneira de Trás-os-Montes:

-Entrem, sejam bem-vindos!

De imediato, fiquei sem saber se o meu constrangimento e emoção seriam iguais aos murmúrios que os vossos corações pareciam exalar, já que afinal todos sem excepção comungávamos do mesmo alimento, que era o soberbo espectáculo da natureza que os “nossos olhos viam e os nossos ouvidos ouviam”, diante de ravinas profundas e rochedos gigantescos.

Creiam que a vossa presença foi um grande estímulo e forte encorajamento para prosseguirmos na defesa intransigente do Vale do Tua, e na preservação e digna reutilização da prodigiosa obra da engenharia portuguesa que é a sua linha ferroviária.

Bem podem pregar os arautos da demagogia e os mercenários da política que não respeitam os interesses das populações residentes, nem porfiam pelo desenvolvimento regional. Exaltar as potencialidades do turismo duriense, como está agora em moda, e manchar a severidade por ora imaculada do Vale do Tua, será um erro de interminável penitência.

È por isso que dar a conhecer esta incompreensível ameaça, divulgar a nossa luta, chamar soldados para as nossas fileiras, não é apenas um acto cívico! È também um gesto patriótico. Podemos contar convosco?»

 

Jmpavao

(valedotua@gmail.com)

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Eventos & Visitas

Deixar comentário