• Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto

[Esta lista tem actualmente cerca de 400 participantes inscritos.]

Veja o site da Campo Aberto:
http://www.campoaberto.pt/

Comente, participe. Divulgue!

==========================
Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que
é e faz a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também recebem).

Peça informações:
contacto@campoaberto.pt

==========================

BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

Terça-feira, 8 de Julho de 2008

==========================

Para os textos integrais das notícias consultar as ligações indicadas.

==========================
1. Porto: Câmara prepara plano especial para a Zona Histórica

A Câmara do Porto está a trabalhar na elaboração de um plano especial
de Protecção Civil para a Zona Histórica, mas só deverá ser
apresentado no final do primeiro trimestre de 2009. O documento terá
em conta soluções de intervenção para riscos expectáveis, como
incêndios e cheias.

http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=a7c451a3b6069791793cc0694f65663e

==========================
2. Porto: Pista de aviões cortada ao meio por uma vedação

A pista de aviação, usada pelos pequenos aparelhos da prova Red Bull
Air Race no Porto, foi cortada a meio. Os proprietários do terreno
(contíguo ao Parque da Cidade) onde foi asfaltada parte da pista
decidiram vedá-lo.

A decisão foi tomada recentemente pelo consórcio das empresas Médio e
Longo Prazo, Préstimo e Jardins de França – donos da propriedade com
24801 metros quadrados que nunca foi expropriada – face à constante
ocupação abusiva do espaço pelos automobilistas perante a passividade
da Câmara portuense. No entanto, o Município afiança que tinha a
intenção de vedar a parcela, mas as empresas anteciparam-se.

De acordo com o Gabinete de Comunicação da Autarquia, a Direcção
Municipal de Via Pública detectou a ocupação ilegal e assegura ter
decidido, em articulação com o consórcio, impedir o acesso à pista.
Fonte das empresas garantem que a decisão foi tomada pelo consórcio
sem contacto prévio com o Município.

http://jn.sapo.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Porto&Concelho=Porto&Option=Interior&content_id=965771

==========================
3. Braga: Políticos na defesa do comboio

A Comissão de Utentes da Linha Braga-Porto está a congregar sinergias
para melhorar a ferrovia, a começar pela linha do Minho, cujo
estrangulamento é urgente corrigir. Segunda-feira, um encontro reuniu
representantes de todos os partidos.

Segundo Cândido Oliveira, professor universitário da Universidade do
Minho, que integra a CULBP, daqui a seis meses haverá uma nova reunião
deste género, para que as informações governamentais sejam
actualizadas através das diligências tomadas pelos deputados à
Assembleia da República, eleitos pelo círculo de Braga, que se
comprometeram a acompanhar de perto o dossiê.

http://jn.sapo.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Braga&Concelho=Braga&Option=Interior&content_id=965778

==========================
4. Espinho: Bairro da Marinha fica isolado por um muro

A REFER deu por concluída a obra de rebaixamento da linha férrea em
Espinho, mas os moradores do bairro da Marinha, em Silvalde, continuam
à espera das prometidas passagens desniveladas que os tirem do
isolamento em que vivem.

Encurralados. É assim que os moradores do bairro da Marinha se sentem
desde o dia em que, há quatro anos, começou a obra de rebaixamento da
linha férrea no atravessamento da cidade de Espinho. Situado na zona
sul da cidade, mesmo em frente à entrada do túnel, o bairro ficou,
desde logo, com a Avenida João de Deus, paralela à linha, cortada ao
meio por uma vedação que cercava a zona de intervenção. Concluída a
obra – seguir-se-á a requalificação do espaço à superfície -, pouco ou
nada mudou para os moradores do bairro. Quase no mesmo lugar da
vedação, existe agora um muro, de segurança, diga-se, que continua a
separar aquela zona do resto da cidade. Chamam-lhe o “muro da vergonha”.

http://jn.sapo.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Aveiro&Concelho=Espinho&Option=Interior&content_id=965396

==========================
5. Coimbra: Centro histórico é potencialmente perigoso

O Centro Histórico de Coimbra é uma zona potencialmente perigosa. As
ruas são estreitas, os edifícios estão degradados, a população
envelhecida e ainda há mercearias a vender botijas de gás. Recuperar é
urgente.

http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=e4da3b7fbbce2345d7772b0674a318d5&subsec=&id=179a3a2489d9a5b64ea63d205e2b0bc3

==========================

Para se desligar ou religar veja informações no rodapé da mensagem.

O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
http://groups.yahoo.com/group/pned/

Se quiser consultar os boletins atrasados veja
http://campoaberto.pt/boletimPNED/

==========================
INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresentam-se sumários ou resumos de notícias de interesse
urbanístico ou ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
Notícias, do Público e d’O Primeiro de Janeiro (e ocasionalmente de
outros jornais ou fontes de informação).

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito
específico são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste,
basicamente entre o Vouga e o Minho.

Para mais informações e adesão à Associação Campo Aberto:
contacto@campoaberto.pt
telefax 229759592
Apartado 5052, 4018-001 Porto

Selecção hoje feita por Paulo Araújo

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário