• Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto

[Esta lista tem actualmente cerca de 400 participantes inscritos.]

Veja o site da Campo Aberto:
http://www.campoaberto.pt/

Comente, participe. Divulgue!

==========================
Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que
é e faz a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também recebem).

Peça informações:
contacto@campoaberto.pt

==========================

BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

Terça-feira, 27 de Maio de 2008

==========================

Para os textos integrais das notícias consultar as ligações indicadas.

==========================
1. Porto: Governo quer vender metade do Covelo por 2,2 milhões

Metade da Quinta do Covelo (Porto) vale 2,2 milhões de euros. Quem o
diz é o Governo que só aceita vender a sua parte dos terrenos daquele
parque público. Há 25 anos que a Câmara portuense, proprietária de 55%
da quinta, alimenta o desejo de ter a posse integral do espaço, tendo
sido abordada a possibilidade de uma permuta com parcelas municipais
ou uma cedência a preço simbólico. Mas, nos últimos anos, a resposta
tem sido a mesma o valor está fixado e a Administração Central só
concorda com a alienação.

A resposta do Município é negativa. “O Estado recebeu 44% da quinta
por herança e nunca cuidou dela. Fomos sempre nós que fizemos e
suportámos a manutenção do parque. Não faz sentido que a Câmara do
Porto tenha de pagar 2,2 milhões de euros por esses 44% de terreno.
Achamos desajustado o preço que é pedido”, sublinha Álvaro
Castello-Branco, vereador do Ambiente da Câmara portuense, sublinhando
que, há poucos meses, recebeu a mesma resposta da Direcção-Geral do
Património que tinha sido dado ao seu antecessor, Rui Sá “Admite
apenas a venda”, atenta.

http://jn.sapo.pt/2008/05/27/porto/governo_quer_vender_metade_covelo_22.html

==========================
2. Crónica: Um problema de imagem
por Bernardino Guimarães

Há poucos dias, entretido com a sucessão de notícias que preenchem
(horror ao vazio) o que alguém chamou de “reino da irrelevância”,
reparei num apontamento sobre o III Fórum Construção, evento que teve
lugar em Lisboa e juntou boa parte dos responsáveis do sector
respectivo. Aí se dizia que o presidente da ANEOP (por extenso,
Associação Nacional de Empreiteiros de Obras Públicas), Filipe Soares
Franco, declarou durante a reunião que a indústria da construção tem
de alterar “a má imagem que tem perante a sociedade e o mercado”. E
acrescentou “Somos o sector do betão, das rotundas, das relações
promíscuas com as câmaras municipais, com o Governo, com os partidos,
o sector que foge ao Fisco. Temos de mudar esta imagem.” Ora muito
bem! Não me cansarei de aplaudir esta proclamação regeneradora, se bem
que?não me tivesse apercebido, até agora, que o problema estivesse na
imagem. Não sabemos bem o que significa “imagem” no discurso
contemporâneo. Sinónimo de “verdade”? Prioridade que dispensa a
verdade? Deixemos a filosofia de ocasião; o problema será porventura
esclarecer se o citado responsável julga que deve mudar a imagem, ou
se pretende mudar a realidade que a justifica. A menos que a imagem
projectada esteja mesmo longe da verdade, e então bastaria repor a
realidade dos factos!

http://jn.sapo.pt/2008/05/27/porto/um_problema_imagem.html

==========================
3. Gaia: Ervas daninhas, água e bichos incomodam moradores de bairro

As queixas sucedem-se na Urbanização D. Manuel Martins, em Oliveira do
Douro, em Vila Nova de Gaia faltam espaços para crianças, zonas verdes
por tratar, animais que entram nas casas e até caixas de correio que
metem água. “A GaiaSocial sabe de tudo isto, mas não se preocupa, está
ocupada a mandar notificações a ameaçar despejos por se sacudir os
tapetes na varanda”, disse ao JN Georgina Pereira. A GaiaSocial
conhece as questões, mas nega a existência de uma notificação de
despejo pela razão apontada (ler caixa).

http://jn.sapo.pt/2008/05/27/porto/ervas_daninhas_agua_e_bichos_incomod.html

==========================
4. Santa Maria da Feira: Concelho lidera tabela no gosto pelas caminhadas

Pelas ruas históricas da cidade ou até nas avenidas mais frequentadas,
estão por todo o lado. São cada vez mais os entusiastas das
caminhadas, que fazem deste exercício físico, ao ar livre, uma
autêntica moda que chegou para ficar em Santa Maria da Feira. Segundo
a Autarquia, a prática de exercício físico no concelho, com especial
referência para as caminhadas, regista uma média superior ao
verificado no resto do país. Para incentivar ainda mais os feirenses a
aderirem ao exercício físico, a Câmara vai reeditar o programa “Andar
a pé”, que será apadrinhado, na tarde de hoje, por Aurora Cunha e
Manuela Machado entre outros reputados atletas.

http://jn.sapo.pt/2008/05/27/porto/concelho_lidera_tabela_gosto_pelas_c.html

==========================
5. Gaia: Metro chega hoje de manhã à nova estação D. João II

http://jn.sapo.pt/2008/05/27/porto/metro_chega_hoje_manha_a_nova_estaca.html

==========================
6. Mirandela: Oliveira mais antiga do país é imagem de marca

A oliveira mais antiga de Portugal, pode estar em Vilar de Ledra, no
concelho de Mirandela. Na aldeia existe uma árvore de que a população,
até os mais idosos, só se recordam com a dimensão actual. Os
especialistas da Associação de Olivicultores de Trás-os-Montes e Alto
Douro (AOTAD) apontam para que a oliveira tenha mais de mil anos,
dadas as dimensões e a morfologia do tronco. O proprietário, José
Miranda, não tem pudor em afirmar que “é princípio do mundo”.

http://jn.sapo.pt/2008/05/27/norte/oliveira_mais_antiga_pais_e_imagem_m.html

==========================
7. Ílhavo: Limpeza de passadiços polémica

“Um atentado ambiental” é como uma bióloga da Universidade de Aveiro
classifica a forma como está a ser limpo o passadiço da praia da Barra
– com prejuízo para as dunas e para a vegetação – mas o presidente da
Câmara de Ílhavo que o ser humano “faz parte” do ecossistema.

http://jn.sapo.pt/2008/05/27/norte/limpeza_passadicos_polemica.html

==========================
8. Serra da Estrela: Autarcas querem túneis

A forma como vão ser construídas as novas acessibilidades à serra da
Estrela está a preocupar os autarcas da região, que se mostram
favoráveis à construção de túneis. Para defender esta posição, vai ser
pedida uma audiência ao primeiro-ministro.

http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=e4da3b7fbbce2345d7772b0674a318d5&subsec=&id=4b85ae49a5a1ccd24722d8a6af3beb12

==========================

Para se desligar ou religar veja informações no rodapé da mensagem.

O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
http://groups.yahoo.com/group/pned/

Se quiser consultar os boletins atrasados veja
http://campoaberto.pt/boletimPNED/

==========================
INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresentam-se sumários ou resumos de notícias de interesse
urbanístico ou ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
Notícias, do Público e d’O Primeiro de Janeiro (e ocasionalmente de
outros jornais ou fontes de informação).

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito
específico são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste,
basicamente entre o Vouga e o Minho.

Para mais informações e adesão à Associação Campo Aberto:
contacto@campoaberto.pt
telefax 229759592
Apartado 5052, 4018-001 Porto

Selecção hoje feita por Paulo Araújo

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário