• Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto
  • Jun : 15 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação

Veja o site da Campo Aberto:
http://www.campoaberto.pt/

Comente, participe. Divulgue!

==========================
Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que
é e faz a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também
recebem).

Peça informações:
contacto@campoaberto.pt

==========================

BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

Domingo, 17 de Fevereiro de 2008

==========================

Para os textos integrais das notícias consultar as ligações
indicadas.

==========================

1.Centros de resíduos perigosos prontos para laborar em Junho
Portugal prepara-se para deixar de exportar o lixo perigoso das indústrias, com a conclusão da construção, na Chamusca, dos dois primeiros Centros Integrados de Recuperação, Valorização e Eliminação de Resíduos (CIRVER), a inaugurar em Junho, no Dia Mundial do Ambiente.

Os responsáveis dos dois CIRVER, em declarações à agência Lusa, explicaram que cada um dos centros irá tratar entre 80 mil a 150 mil toneladas de resíduos industriais por ano, embora a capacidade máxima de cada complexo ultrapasse as 200 mil toneladas.

Os resíduos industriais têm sido na quase totalidade exportados, sobretudo para o resto da Europa, mas a partir do momento em que comecem a laborar os dois novos CIRVER vai valer o princípio da auto-suficiência, limitando-se tais exportações aos resíduos sem solução final do mercado nacional.

“As obras vão estar concluídas em Março. Depois falta o licenciamento [da Agência Portuguesa para o Ambiente], que deve demorar cerca de um mês, e vamos inaugurar no início de Junho”, afirmou Frederico Macedo Santos da Ecodeal, consórcio que detém um dos dois CIRVER.

http://jn.sapo.pt/

======================

2. Projecto ambiental inovador em Neves-Corvo
Diz a empresa que a deposição das lamas no fundo da barragem reabilitará a vegetação envolvente
a A empresa Somincor, proprietária da mina de Neves-Corvo, no concelho alentejano de Castro Verde, está a desenvolver um projecto inovador na Europa para depositar em pasta os rejeitados do complexo mineiro num aterro em forma de barragem

http://jn.sapo.pt/

==========================

3. Beira Interior aposta no valor acrescentado do azeite biológico

Associação de produtores quer investir 126 milhões de euros para pôr dez mil hectares a produzir
a tradicional variedade Galega
16,6
por cento da área agrícola dos 24 concelhos da Beira Interior é dedicada ao olival, que ocupa 64 mil hectares.

1,9
hectares é a superfície média das 27.679 explorações contabilizadas na região, valor que está abaixo dos 2,05 hectares por exploração da média nacional.

0,59
toneladas de azeite por hectare é a produtividade média na Beira Interior, abaixo da média, também ela baixa, de 0,83 ton/ha registada em Portugal. Ainda assim, a região é a terceira maior produtora, numa lista liderada pelo Alentejo e na qual Trás-os-Montes ocupa o segundo lugar.

http://jornal.publico.clix.pt/

==========================

4. Uma empresária de Santa Marta de Penaguião produz compotas e geleias tradicionais, de fruta colhida em pleno Douro, produtos que são vendidos nas melhores lojas de França, Suíça e Brasil.

As compotas e geleias de Adelaide Lopes conquistaram mesmo o paladar do magnata Al-Fayed, dono dos armazéns Harrods, em Inglaterra. ‘Terra Quente’ e ‘Mil Delícias’ são as denominações dos doces. “Tudo começou em 1994, quando me apercebi de que, para além do vinho, esta região produzia também frutas deliciosas que não estavam a ser devidamente apreciadas”, afirmou a empresária de 50 anos. Abóbora, framboesa, frutos silvestres, laranja, maçã, morango e kiwi são alguns dos produtos utilizados na confecção destas compotas.

http://www.correiomanha.pt/

==========================

Para se desligar ou religar veja informações no rodapé da mensagem.

O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
http://groups.yahoo.com/group/pned/

Se quiser consultar os boletins atrasados veja
http://campoaberto.pt/boletimPNED/

==========================
INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresentam-se sumários ou resumos de notícias de interesse
urbanístico ou ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal
de
Notícias e d’O Primeiro de Janeiro (e ocasionalmente de outros jornais
ou fontes de informação).

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e
está
aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito
específico são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste,
basicamente entre o Vouga e o Minho.

Para mais informações e adesão à associação Campo Aberto:

Campo Aberto – associação de defesa do ambiente
Apartado 5052
4018-001 Porto
telefax 22 975 9592
contacto@campoaberto.pt
www.campoaberto.pt

Selecção hoje feita por Celina Raposo

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário