• Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto
  • Jun : 15 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação

Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que
é e faz a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio.
Campo Aberto – associação de defesa do ambiente
www.campoaberto.pt
Apartado 5052
4018-001 Porto
telefax 22 975 9592
==========================

BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

Sexta-feira, 13 de Abril de 2007
==========================

Para os textos integrais das notícias consultar as ligações indicadas.
==========================

1. Nacional: Taxa sobre lâmpadas é “baixa”

Os produtores e importadores de lâmpadas de baixa eficiência energética
vão passar a pagar uma taxa que penalize os custos ambientais deste tipo
de iluminação e potencie o uso por parte dos portugueses de métodos mais
amigos do ambiente. A medida, publicada ontem no Diário da República,
foi criticada pela Quercus que a considerou “pouco eficaz”. A taxa vai
ter em conta a potência e a duração média da lâmpada, a potência de uma
lâmpada alternativa de alta eficiência, entre outros aspectos. Os
montantes das taxas cobradas vão reverter para o Fundo Português do
Carbono (80%) e para o Fundo de Eficiência Energética (20%).
“Isto é uma medida para arranjar dinheiro e não para dissuadir a compra
das lâmpadas de baixa eficiência energética”, acusou Francisco Ferreira,
da Quercus. Para o representante da Quercus, mesmo com a taxa (aumento
de 30 cêntimos), o preço deste tipo de lâmpadas continua a ser mais
atractivo. A proibição da venda das referidas lâmpadas é o caminho
defendido pela Quercus.

http://jn.sapo.pt/2007/04/13/primeiro_plano/taxa_sobre_lampadas_e_baixa.html

==========================

2. Áreas protegidas com plano até final do ano

As 29 áreas protegidas existentes em Portugal devem ter planos de
ordenamento concluídos até ao final do ano, estando actualmente
aprovados e publicados 13, alguns dos quais em processo de revisão. O
Conselho de Ministros aprovou, ontem, uma resolução que determina a
elaboração de mais um plano, neste caso para a Área de Paisagem
Protegida da Serra do Açor.

http://jn.sapo.pt/2007/04/13/sociedade_e_vida/areas_protegidas_plano_final_ano.html

==========================

3. Internacional: Clima pode destruir países mais pobres

As alterações climáticas terão um impacto “devastador” nos países mais
pobres do planeta e menos evidente nos países mais ricos, ainda que
devam ser estes a assumir os custos de redução do problema, afirmou,
ontem, o economista Thomas Schelling.
Schelling, Prémio Nobel de Economia em 2005, disse em Madrid que é
necessário desenvolver “um grande esforço” para investigação e
desenvolvimento de forma a “reduzir drasticamente as emissões de dióxido
de carbono”.
Falando na inauguração do Fórum de Estratégias Globais para o Clima, em
Madrid, o economista norte-americano afirmou que o esforço tem que ser
desenvolvido em conjunto pelo sector público e pelo sector privado.
Neste sentido defendeu mais esforços para consolidar a “geoengenharia”
pela qual, no futuro, poderia ser possível criar um “guarda-sol” que, na
estratosfera, possa ajudar a reduzir a entrada da radiação solar na
Terra.

http://jn.sapo.pt/2007/04/13/sociedade_e_vida/clima_pode_destruir_paises_mais_pobr.html

==========================

4. Portugueses mexem-se pouco

Nos últimos dez anos a taxa de prática desportiva em Portugal pouco
aumentou apesar do grande investimento feito em infra-estruturas
desportivas, segundo afirmou Gastão Sousa, da Associação Portuguesa de
Gestão de Desporto (APGD) na apresentação do 8º Congresso Nacional de
Gestão do Desporto e 3º Congresso Ibérico de Gestores Desportivos que
vai decorrer em Aveiro de 24 a 26 de Maio.

http://jn.sapo.pt/2007/04/13/sociedade_e_vida/portugueses_mexemse_pouco.html

==========================

5. Transgénicos: ministério acusado de autorizar ensaios sem verificar
segurança

A Plataforma Transgénicos Fora acusou hoje o ministério do Ambiente de
autorizar testes de milho transgénico no concelho de Rio Maior sem
verificar o cumprimento da faixa de segurança de 400 metros para evitar
contaminação. O pedido de testes foi entregue em Novembro do ano passado
ao Instituto do Ambiente pela empresa Syngenta Crop Protection, que
alegou estar a cumprir o perímetro de segurança, requisito este
indispensável para a autorização de testes dada a 28 de Março. Em
comunicado hoje divulgado, a plataforma informa que a Câmara Municipal
de Rio Maior entregou posteriormente ao Instituto do Ambiente um
documento de um munícipe que tem milho plantado nas proximidades do
recém-aprovado campo para ensaios com transgénicos.

http://ecosfera.publico.pt/noticias2005/noticia6225.asp

==============================

6. Da reunião poderá sair o novo tratado para o pós-Quioto
ONU pondera realização de cimeira mundial do clima em 2009

Uma possível cimeira mundial sobre alterações climáticas em 2009 poderá
funcionar como um prazo final para os Governos chegarem a acordo sobre o
novo tratado que vai substituir o Protocolo de Quioto, que termina em
2012, disse o secretário-geral da Convenção Quadro da ONU para as
Alterações Climáticas. Yvo de Boer ficou satisfeito com as declarações
de Ban Ki-moon, secretário-geral da ONU sobre o facto de estar a
considerar realizar um encontro de alto nível em Setembro deste ano para
preparar caminho para uma cimeira em 2008 ou 2009. O secretário-geral
está a elevar o debate sobre as alterações climáticas para um nível de
interesse totalmente novo”, comentou Boer.

http://ecosfera.publico.pt/noticias2005/noticia6224.asp

==============================

7. Rui Rio diz que Bandeira Azul estará nas praias do Porto em 2008

Os investimentos na melhoria do tratamento das águas residuais podem
permitir que, em 2008, o Porto tenha, pela primeira vez, as suas oito
praias – ao longo de três quilómetros de costa – distinguidas com o
galardão Bandeira Azul, disse hoje o presidente da Câmara, Rui Rio. “Em
2007 vamos ter indicadores que nos permitem obter, em 2008, Bandeira
Azul pelo menos em dois pontos da costa”, afirmou o autarca, na
cerimónia de apresentação do projecto “Porto Bandeira Azul”, que
decorreu na Praia Homem do Leme.

http://ecosfera.publico.pt/noticias2005/noticia6223.asp

==============================

8. Hidrogénio pode tornar-se uma das principais indústrias em Portugal

O hidrogénio pode tornar-se a energia do futuro e uma das principais
indústrias em Portugal, se existir um enquadramento legislativo adequado
e se for essa a orientação governamental, defendeu hoje Mário Alves, um
dos principais especialistas na matéria. O director do laboratório de
Ambiente Marinho e Tecnologia da Universidade dos Açores afirmou, em
declarações à Lusa, que existem alguns projectos de investimento para a
construção de centrais de hidrogénio no país, mas que estão dependentes
da remoção de algumas barreiras burocráticas por parte do Governo. A
discussão sobre o hidrogénio e a energia nuclear foi relançada ontem
pelo Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, que afirmou em Riga,
capital da Letónia, que será difícil evitar a discussão sobre a energia
nuclear em Portugal, a não ser que se concretize a utilização do
hidrogénio enquanto combustível alternativo. Mário Alves defende que as
soluções tecnológicas já estão disponíveis para que o hidrogénio seja
“implementado de forma sistemática e sustentável”.

http://ecosfera.publico.pt/noticias2005/noticia6221.asp

==========================

Para se desligar ou religar veja informações no rodapé da mensagem.
==========================

INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:
Acima apresentam-se sumários ou resumos de notícias de interesse
urbanístico ou ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
Notícias e d’O Primeiro de Janeiro (e ocasionalmente de outros jornais
ou fontes de informação).

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e
está aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu
âmbito específico são as questões urbanísticas e ambientais do
Noroeste, basicamente entre o Vouga e o Minho.

Selecção hoje feita por Celina Raposo

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário