• Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto
  • Jun : 15 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação

Venha debater com o Dr. Jaime Prata (ver nota biográfica em baixo)

“Gestão do Litoral”

Dia 12, quarta-feira, 21h30, na sede

A actual gestão do litoral é efectuada num cenário economicista que tem
conduzido a um acumular de erros que se vão pagar muito caro num futuro
próximo. A elevada promiscuidade entre orgãos de tutela e a dispersão das
responsabilidades da gestão do litoral por várias entidades e serviços
conduziu à situação caótica a que se assiste ao longo dos nossos 947 km de
costa. A gestão deste espaço magnífico e rico não pode continuar a ser
gerido por entusiasmos passageiros de autarcas cujos horizontes não
ultrapassam a bitola dos quatro – quando muito dos oito – anos dos mandatos
respectivos.

A gestão do litoral tem sido levada a cabo à mercê de certas modas
administrativas que sempre imprimiram uma lógica corporativa a este espaço
de encontro entre a terra e o mar. Nos anos 50 e 60 a lógica da defesa e das
plataformas de tráfego maritimo, que até aí imperava, foi substituda pela
lógica da produção e instalaram-se indústrias pesadas no litoral e nos
estuários sem se ter em conta a salvaguarda de outros valores. Mais
recentemente, a construção civil e o turismo aparecem como as actividades
salvadoras da nossa economia e tomam conta destes espaços.

Aquilo que nunca existiu foi uma visão global, integradora e de gestão
fundamentada em padrões de sustentabilidade do nosso litoral..

É urgente adoptar uma nova política de gestão que estabeleça um corte
radical com o passado e tenha em conta que a subida do nível médio das águas
do mar é já uma certeza e que ponha em prática adequadas medidas de gestão e
de ordenamento da faixa litoral.

Nota biográfica sobre o Dr. Jaime Prata

Licenciado em Ciências do Meio Aquático pelo Instituto de Ciências
Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto, tem desenvolvido a sua
actividade profissional em várias vertentes nas quais se incluem a
aquacultura, a Biologia e Ecologia marinhas e a Geomorfologia costeira.
Obteve no ano 2000 o grau de Mestre em Engenharia do Ambiente pela Faculdade
de Engenharia do Porto com a tese intitulada “Concepção, Construção,
Implantação e Monitorização de um Sistema Piloto de Recifes Artificiais”.

Encontra-se neste momento a desenvolver trabalho no sentido da obtenção do
grau de Doutor pela Faculdade de Engenharia do Porto com um estudo
intitulado “Impactos, colonização e sucessão da fauna e flora marinhas numa
estrutura de defesa costeira”.

Ligado desde o início à Estação Litoral da Aguda, é coordenador do
Departamento Educativo desta instituição.

É dirigente da associação Campo Aberto.

Imprimir esta página Imprimir esta página

Deixar comentário