• Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto

[Esta lista tem actualmente 387 participantes inscritos.]

Veja o site e o blogue da Campo Aberto:
http://www.campoaberto.pt/
http://campo-aberto.blogspot.com/

Veja também o blogue:
http://avenida-dos-aliados-porto.blogspot.com

Comente, participe. Divulgue!
==========================
Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que é e faz
a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também recebem).

Peça informações:
campo_aberto@oninet.pt

==========================
BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

Domingo, 11 de Junho de 2006
==========================

Para os textos integrais das notícias consultar as ligações indicadas.

==========================
1. Morreu um homem do Porto
O ex-presidente da Câmara do Porto, Paulo Vallada, morreu aos 82 anos. Figura
cimeira da cidade que o viu nascer e pela qual empreendeu uma série de lutas e
causas, vai hoje a enterrar, pelas 9h45, depois das cerimónias fúnebres na
igreja do Corpo Santo de Massarelos.
http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=f654edd7c5eb3459527efcbb7cbeebc8
==========================

2. PORTO
10 de Junho foi pedra de toque na atracção da população aos Aliados
Animação regressa à Baixa

A requalificada Avenida dos Aliados poderá ter iniciado ontem uma nova vida. A
sala de visitas da cidade foi palco de encerramento e ao mesmo tempo de
abertura. Os concertos assinalaram o fim do Dia de Portugal e marcaram o
arranque de um ciclo de animação.
http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=ad71c82b22f4f65b9398f76d8be4c615&subsec=&id=e7406f74baa88fc55aa2aadeb1ffa0f7
==========================

Dia de Portugal estreou Aliados “à prova de farra”
Andrea Cunha Freitas
Portuenses encheram ontem “meio salão de baile” no centro do Porto

Há quem a encare como a sala de visitas da cidade. Se esse é o efeito
pretendido, falta-lhe ainda a mobília adequada. Ontem, na primeira festa
passada na “requalificada” Avenida dos Aliados, foi preciso improvisar espaços
e sombras. E, ao contrário do que se pretendia, o palco instalado para as
comemorações do 10 de Junho dividiu a praça ao meio. Ao início da tarde, o
sol dividia o resto das gentes.
As cadeiras – um bem escasso que uma vez conquistado muito dificilmente era
dispensado – dispersas à volta do recém-criado lago e presas ao chão à
força de um cabo de aço. As sombras quadradas desenhadas no chão cinzento à
custa de 16 grandes guarda-sóis, erguidos à volta da água. Mais do que sala
de visitas, a Avenida dos Aliados foi ontem meio salão de baile. Meio porque o
palco onde actuou a tuna académica e Rui Veloso dividiu a avenida a meio. À
frente do palco negro estacionou um punhado de gente de testa franzida pelo sol
e muitos polícias que guardavam os ilustres convidados das comemorações do 10
de Junho que decorriam na Câmara. Já depois dos bastidores, nas traseiras do
palco, exibia-se uma praça quase deserta entregue às pombas.
As gentes lá se foram abrigando do sol nas margens da avenida, onde se espera
que nasçam esplanadas, acocoradas nas beiras das portas dos edifícios. As
mais resistentes teimaram em conhecer de perto a “nova” praça da cidade.
Ernesto Oliveira e Adelaide Lopes foram duas delas. São frequentadores
habituais do sítio mas, desta vez, vieram para ver de perto as imagens que
chegaram pela televisão. E vieram pela praça sem devoção ao 10 de Junho.
Para que não restem dúvidas, Adelaide – com duas bandeiras, um lenço e um
míni-cachecol com as cores de Portugal a enfeitar as mãos e a carteira –
deixou bem claro que a “decoração” era por conta da selecção.
Junto ao lago, as opiniões do casal sobre o “novo” espaço dividem-se. Adelaide
insiste que os jardins de antigamente davam “outra vida, outro ser” ao lugar. No
entanto, conformada, solta: “Eu gostava mais da forma antiga, mas seja feita a
vontade deles, ainda que seja com o nosso dinheiro”. Ernesto discorda. “Só
falta esperar um pouco para as árvores subirem e isto fica com sombras.
Concordo com isto. Cada vez que havia uma festa na cidade, fosse o S. João, a
passagem de ano ou as festas do Futebol Clube do Porto, estragavam isto tudo.
Agora, está à prova de farra. Eles destinaram isto à farra”. E, num ponto, o
casal concorda: É que nos dias de festa e farra – ou, nas palavras de Adelaide,
nas “cowboiadas” – eles estarão por ali. O S. João é a festa – com data
marcada – que se segue.
Do outro lado do lago, um casal jovem acomodou-se nos quadrados de pedra que
marcam os limites da água. Gonçalo Silva faz as despesas da conversa já que
a companheira se esconde na vergonha de falar. “Está fixe mas falta-lhe o
charme”, sentencia Gonçalo, descontraído atrás dos óculos escuros. A visita
à praça surgiu no contexto de um rotineiro passeio de fim-de-semana mas,
admitem, guiados pelo pretexto do espectáculo de Rui Veloso, integrado nas
comemorações do 10 de Junho. Para breve, no dia de S. João, está o regresso
marcado. “S. João é S. João e tem de se passar pela praça”.
Ana Carneiro rodou a cadeira e colocou-a de costas para o palco e de frente para
a Câmara. Tem uma bandeira na mão e conta que ia a passar quando viu
“movimento” e resolveu parar e “ver o que saía dali [do interior das grandes
portas da câmara onde se almoçaram os convidados das comemorações do 10 de
Junho]”. Atrás de si, em pé e com uma mão no ombro da senhora, está o seu
companheiro durante o último meio século. “A minha mulher tem dificuldades em
andar e, portanto, paramos aqui para descansar um pouco. Como está sol, eu
estou aqui para lhe fazer de toldo”, explica Armindo Santos, com um sorriso a
transbordar ternura. Ana espreita o marido e retribui o sorriso, avisando que
“quem os quer assim, bons, arranja-os”. Os homens, entenda-se. Sobre a praça,
resta um encolher de ombros resignado: “Já se sabe que as coisas não ficam
iguais para sempre. Tudo se vai transformando”.
No palco, a tuna instala-se. São quase quatro horas quando os instrumentos
arriscam os primeiros sons. E para as gentes que enchem a “nova praça” do
Porto, a voz canta versos de Pessoa: “Deus quer, o homem sonha, a obra
nasce…”

http://jornal.publico.clix.pt/noticias.asp?a=2006&m=06&d=11&uid=&id=83687&sid=9095
==========================

3. PORTO
A expansão da cidadepara fora das muralhas
Quando a cidade começou a esbracejar para fora dos muros medievais, essa
expansão fez-se criteriosamente, com base em planos previamente estabelecidos,
ou desenrolou-se segundo a cabeça de cada um?

Esta é a pergunta que faz um jovem estudante que também quer saber se são
conhecidos os nomes dos engenheiros, arquitectos e artífices que colaboraram
com a Junta das Obras Públicas do Porto, no tempo do Marquês de Pombal.
http://jn.sapo.pt/2006/06/11/porto/a_expansao_cidadepara_fora_muralhas.html
==========================

4. PORTO
Jardim do Marquês reabre com problemas por resolver
Depois de um longo período entregue aos tapumes, aos operários e às
ferramentas, finalmente a cidade do Porto recebe de volta o Jardim do Marquês,
um dos seus grandes espaços.
http://jn.sapo.pt/2006/06/11/porto/jardim_marques_reabre_problemas_reso.html
==========================

5.GAIA
Areais do rio Douro ainda apresentam problemas de poluição
Praias fluviais muito procuradas

As praias de Crestuma e do Areinho não estão classificadas como zonas
balneares, e mesmo assim são procuradas por multidões de veraneantes, que
não resistem a tomar banho no rio. Apesar de se registarem algumas melhorias,
a má qualidade da água é evidente nalguns locais
http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=6364d3f0f495b6ab9dcf8d3b5c6e0b01&subsec=&id=c0fbb7f94df57990e46fcde6c6994ef7
==========================

6.VILA DO CONDE
Obras em Vila do Conde foram analisadas pelo presidente da autarquia
Zona ribeirinha abre em Outubro

Animação e dinamização da Praça José Régio, conclusão das obras de
requalificação da zona ribeirinha e concretização dos trabalhos em toda a
frente de mar, foram os assuntos abordados por Mário Almeida na conferência
de imprensa realizada nos Paços do Concelho
http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=19ca14e7ea6328a42e0eb13d585e4c22&subsec=&id=775c61c26ccfd36838db01794d0cf643
==========================

7. PONTE DO LIMA
Protesto contra estado da ponte Eiffel

A Comissão de Utentes da Ponte Eiffel reuniu, anteontem à noite, nas
instalações da Junta de Freguesia de Darque com diversas autarquias para
discutir formas de sensibilização e de luta relativas à grave situação em
que se encontra a ponte Eiffel sobre o rio Lima. “Neste encontro ficou
sobretudo patente a enorme predisposição das Juntas de Freguesia e habitantes
para uma intervenção conjunta”, realçou o porta-voz da recém-criada
comissão, Arménio Belo
http://jn.sapo.pt/2006/06/11/minho/protesto_contra_estado_ponte_eiffel.html

==========================
==========================
Para se desligar ou religar veja informações no rodapé da mensagem.

O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
http://groups.yahoo.com/group/pned/

Se quiser consultar os boletins atrasados veja
http://campoaberto.pt/boletimPNED/

==========================
INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresentam-se sumários ou resumos de notícias de interesse urbanístico
ou ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de Notícias e de O
Primeiro de Janeiro (e ocasionalmente de outros jornais ou fontes de
informação).

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito
específico são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste,
basicamente entre o Vouga e o Minho.

Para mais informações e adesão à Associação Campo Aberto:
contacto@campoaberto.pt
telefax 229759592
Apartado 5052, 4018-001 Porto

Selecção hoje feita por Manuela D.L.Ramos
___________________________________________________________________

O SAPO já está livre de vírus com a Panda Software, fique você também!
Clique em: http://antivirus.sapo.pt

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Para difundir mensagens escreva para: pned@yahoogrupos.com.br

Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogrupos.com.br e com o corpo da mensagem vazio.

Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@yahoogrupos.com.br

Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

http://br.groups.yahoo.com/group/pned/

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário