• Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto
  • Jun : 15 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação

Quarta 10 de Maio às 21:20 na sede da Campo Aberto:

Rua de Sta Catarina, 730-2.º perto do cruzamento com Gonçalo Cristóvão

Mais uma Conversa na Sede, a que se convidam sócios e amigos da Campo Aberto
e simples curiosos e interessados. Com uma apresentação e respectivos comentários.

“Conservação em zonas urbanas e outras zonas construídas”

Paulo Santos, Biólogo, Professor Auxiliar da FCUP, vice-presidente do FAPAS

Resumo:

Diferentes culturas lidaram com o ambiente natural de diferente modo, ao
longo da sua história. Na maior parte dos casos, o desenvolvimento das
sociedades humanas conduziu a aglomerados, ainda hoje em expansão, ocupando
todo o espaço disponível para as diversas cinturas urbanas e industriais,
sempre à custa das zonas agrícolas e florestais que abasteciam o núcleo
urbano inicial. Muitas das grandes cidades tiveram um desenvolvimento
desordenado, viram-se privadas de zonas verdes de dimensão significativa, e
dissipou-se o património natural na maior parte da sua área de influência.

Como reacção a um movimento crescente de cidadãos que reclamam melhores
condições de vida e mais respeito pelo ambiente, os últimos anos têm
trazido algumas perspectivas de evolução. Assim, numa abordagem
necessariamente limitada, discutem-se algumas metodologias de manutenção e
recuperação do património faunístico em zonas urbanizadas.

Imprimir esta página Imprimir esta página

Deixar comentário