• Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto
  • Jun : 15 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação

O número de Dezembro de O TRIPEIRO foca A Questão dos Aliados podendo ler-se, entre outros, os artigos de Teresa Andresen “O espaço público histórico do Porto” e de José Alberto Rio Fernandes “A Praça e a Avenida: marcas do séc. XX”.
Ver ÍNDICE GERAL DO VOLUME XXIV – REVISTA 12

(A propósito reler aqui e aqui o que destes autores se publicou nos ALIADOS.)

Ver o que no número anterior de O TRIPEIRO, em Setembro 2005, se publicou sobre esta Questão dos Aliados

Imprimir esta página Imprimir esta página

2 comentários até agora.

  1. Anonymous diz:

    Ainda não está nas bancas…

  2. Fernando_Vilarinho diz:

    Denotam muito senso e sabedoria a Profª Teresa Andresen da estimada FCUP e o Prof. Rio Fernandes (que foi meu professsor e dos bons).
    O Prof. Siza e o Prof. Souto Moura com certeza vão deixar uma marca indelével no coração da cidade. Infelizmnte no meu humilde entendimento não será um marca prestigiante, mas uma marcada cicatriz que rasga parte da alma da Invicta.
    Pelo menos no Porto sempre se debate a obra de Siza. Em Vila do Conde apenas se observa e resta-se resignado.
    O tríptico (Praça H. Delgado, Aliados e Praça da Liberdade) não acabou por ser cinzelado na sua actual forma pela ‘mão’ do maior arquitecto do Porto “José Marques da Silva” ? Porventura, alguém quer ainda ser Maior que ele.

Deixar comentário