• Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto
  • Jun : 15 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação


No sábado dia 7 de Maio de 2005, realizou-se mais um passeio organizado pela Campo Aberto. Participaram 33 pessoas, num belo dia de sol e confraternização.

O local: Maciço da Gralheira, segunda edição de um passeio de grande sucesso em 2004, tanto pela extraordinária beleza da sua paisagem como pelo profundo conhecimento da serra e extrema simpatia do nosso guia, Mário Ribeiro.

Na Serra da Freita, começámos pelo alto do S. Pedro Velho (1077 m.), com extenso panorama para o miolo da Serra, a litoral e as serranias a norte, até ao Gerês e ao Soajo.

Fizemos a pé um trajecto pelo planalto de Albergaria, ao longo dum dos cursos de água que drenam o planalto e se juntam para formar o Rio Caima, até à divisão das bacias hidrográficas dos rios Douro e Vouga e onde alguns corajosos se refrescaram um pouco.

À tarde, após um revigorante piquenique, seguimos para nascente, apreciando o panorama do Detrelo da Malhada, sobranceiro ao vale de Arouca e seguimos por Tebilhão, Cabreiros (paragem para água e café), Candal, Póvoa das Leiras, Coelheira (povoação num “vale em berço” a 900 m. de altitude). Contemplámos depois o deslumbrante panorama do vale superior do Rio Paivó e rumámos a Drave, aldeia perdida num vale escondido, com casas em pedra Lousinhã e cobertura de xisto.

O regresso fez-se pela estrada do Portal do Inferno, com paragem para apreciar uma panorâmica invulgar sobre a aldeia de Covas do Monte, uma povoação de casas concentradas e extensos campos, bem cultivados, passando depois em Ponte de Telhe, Moldes e Arouca.

(Veja também, o primeiro passeio organizado por nós ao Maciço da Gralheira)

Imprimir esta página Imprimir esta página

Deixar comentário