• Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto
  • Jun : 15 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação

NO DIA 26 DE FEVEREIRO (sábado), a associação Campo Aberto convida a conhecer a colecção de camélias do Viveiro Municipal, na Rua das Areias, em Campanhã. A visita, que inaugura o Ciclo de Visitas a Jardins que a associação organiza em 2005 à semelhança do que fez em 2004, tem início às 14h30 e é guiada pelo Dr. João Gonçalves da Costa, colaborador do Jardim Botânico do Porto, estudioso de Botânica e cronista d’O Primeiro de Janeiro.

A camélia no Porto é uma tradição com dois séculos. Foi no Porto que esta planta asiática fez, no início do século XIX, a sua entrada oficial no nosso país; e foi do Porto que partiu para conquistar todo o norte de Portugal e mesmo a Galiza. Hoje em dia a camélia é uma presença abundante nos nosso jardins e um dos traços mais característicos da fisionomia urbana do Porto. O acervo de camélias do Viveiro Municipal do Porto, enriquecido há poucos anos com a aquisição de uma importante colecção particular, conta com mais de trezentas variedades (a maioria em flor nesta altura do ano), e é a melhor garantia de que essa grande tradição portuense é hoje dignamente perpetuada.

Sobre este passeio, veja os seguintes artigos no blogue Dias com Árvores:

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Árvores e jardins

Deixar comentário