• Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto
  • Jun : 15 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação

[PNED] Boletim 03.02.05

[Esta lista tem actualmente cerca de 290 participantes inscritos.]

=================================
Caro Leitor do Boletim Diário PNED:

Se ainda não o é, e se concorda, ainda que apenas em parte, com o que é e
faz a Campo Aberto, e se julga útil apoiá-la, faça-se sócio!

Em alternativa assine a revista Ar Livre (que os sócios também recebem).

Peça informações:
campo_aberto@oninet.pt

=================================

BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

=================================
Quinta-feira, 3 de Fevereiro de 2005

1.Rinque adaptado a cidadãos deficientes

A partir do final de Abril, nenhum
portuense “terá desculpa para não praticar desporto”. O rinque desportivo de
Vilar, junto ao seminário com o mesmo nome, vai ser requalificado e adaptado
para acolher cidadãos com mobilidade reduzida.

http://jn.sapo.pt/2005/02/03/grande_porto/rinque_adaptado_a_cidadaos_deficie
nt.html

=================================

2. Associação ambientalista critica nova marina Marina do Freixo

Menos de uma semana depois da inauguração da marina do Freixo, a associação
ambientalista “Onda Verde” contesta a localização da estrutura, implantada
na foz dos rios Tinto e Torto, “completamente poluídos a despejarem contra
os barcos atracados”. Pior, diz a associação, a “fluvina” está em zona de
correntes, o que em caso de cheias pode levar a estrutura rio abaixo. Num
texto irónico, enviado à Comunicação Social, os ambientalistas dizem que “a
localização é concerteza a melhor, pois não há outro sítio tão poluído no
rio Douro entre a Foz e a barragem de Crestuma-Lever”. Além disso,
argumentam, “outra prova de que está bem localizada é estar no canal da
corrente e não numa ‘piscina’ do rio. Quer isto dizer que em ano de cheias a
corrente levará a estrutura pelo rio abaixo e mais dinheiro será preciso
para a recolocar no lugar”. No mesmo estilo, contestam, ainda, as opções
tomadas para evitar a realização de um estudo de impacte ambiental. “A
redução da capacidade de cem embarcações para 70 foi uma boa forma de
contornar a necessidade de fazer um estudo de impacte ambiental. Parabéns”.
A Onda Verde questiona também “porque foi abandonada a ideia de localizar a
fluvina junto da Alfândega”. E, em jeito de conclusão, os ambientalistas
referem que vão “continuar à espera da implementação de transportes
fluviais” no rio Douro “tão mal tratado pelos responsáveis das autarquias,
que lá continuam despejar as suas águas residuaisnão tratadas”.

http://jn.sapo.pt/2005/02/03/grande_porto/associacao_ambientalista_critica_n
ov.html

=================================

3. PSD insiste na criação de pousada no Freixo

Rio decide em breve o que fazer para aprovar proposta Se não
voltar ao Executivo, projecto entra no programa eleitoral do partido
adelino meireles

Rui Rio não desiste do projecto, mas ainda não sabe o que fazer para
convencer Rui Sá

Inês Schreck

Opresidente da Câmara do Porto vai decidir nos próximos dias o que fazer
para conseguir aprovar no Executivo a instalação de uma Pousada de Portugal
no antigo edifício das Moagens Harmonia e no Palácio do Freixo. O chumbo da
Oposição caiu que nem um balde de água fria a Rui Rio. O autarca discorda da
atitude do PS, mas condena com ainda mais veemência a posição do vereador da
CDU.

http://jn.sapo.pt/2005/02/03/grande_porto/psd_insiste_criacao_pousada_freixo
.html

=================================

4. Barcelinhos invadida por grandes superfícies

Três unidades já receberam aval para se instalar na zona a sul do
Cávado Moda dos fóruns chega à cidade dos galos, com multiusos para acolher
jogos de hóquei

Liliana Rodrigues Duas grandes superfícies comerciais receberam luz verde
para se instalar na zona urbana da cidade de Barcelos. Ambas na freguesia de
Barcelinhos. O último projecto, aprovado na mais recente reunião da comissão
que decide sobre esta matéria, realizada no Ministério da (…)

http://jn.sapo.pt/2005/02/03/minho/barcelinhos_invadida_grandes_superfi.html

4.1 Prédios da zona urbana só de quatro andares
LUIS FORRA/ LUSA

Plano Director Municipal regulará construção na zona urbana

O vereador do Planeamento e Gestão Urbanística de Barcelos garante que, a
ser construído o Sport Fórum, em Arcozelo, aquela zona não se tornará numa
“cidade cogumelo, à semelhança do que aconteceu em Braga”, junto das grandes
superfícies.

Manuel Marinho assegura que, nesta altura, tudo está a ser planeado a esse
nível, pelo que não há perigo de surgirem “antigas arcozelos (leia-se Quinta
daFormiga), porque as zonas envolventes a esses espaços vão ser muito
equilibradas, com espaços abertos públicos”.

http://jn.sapo.pt/2005/02/03/minho/predios_zona_urbana_de_quatro_andare.html

=================================

5. valença Avenidas centrais em requalificação

Em Valença, as empreitadas previstas para as principais avenidas continuam a
bom ritmo. Agora é a vez da Avenida dos Bombeiros Voluntários, principal
porta de entrada na vila para quem chega pela auto-estrada, ser alvo de uma
intervenção que atinge o montante de cerca de 100 mil euros. “Com esta
intervenção pretende-se humanizar Valença e proporcionar um carácter mais
urbano e agradável a uma das principais avenidas da área central” adianta, a
propósito, o autarca José Luís Serra. O presidente da Câmara reforça, ainda,
“o impacto positivo que terá a intervenção na redução da velocidade e no
consequente aumento da segurança das pessoas”.

http://jn.sapo.pt/2005/02/03/minho/avenidas_centrais_requalificacao.html

=================================

6. Proposta da Associação Comercial para o Palácio do Freixo “esquecida”

Rui Moreira, presidente da ACP, lamenta que a Câmara do Porto tenha
“ignorado” alternativa Projecto entregue na autarquia em 2003 previa pólo
turístico e cultural para o Palácio do Freixo ANA CRISTINA GOMES E ANA
ISABEL PEREIRA

A Associação Comercial do Porto (ACP) manifestou ontem “estranheza” pelo
facto da Câmara do Porto não ter tomado “em conta” a proposta feita pela
instituição para a exploração do Palácio do Freixo. Em causa estava a
criação de um pólo de “dinamização turística e cultural”, semelhante ao
projecto do Palácio da Bolsa.
O projecto foi apresentado à autarquia em 2003 mas “nunca obteve qualquer
resposta”. Para além disso, alerta a ACP, tratava-se de uma ideia que
permitiria “devolver o espaço à cidade” para que pudesse “ser fruído
democraticamente pela população da cidade e da região”.

http://www.ocomerciodoporto.pt/

=================================

7. Lojistas ponderam avançar a título individual contra o El Corte Inglés de
Gaia

Recurso a providência cautelar acarreta custos e, por isso, alguns dos
comerciantes entendem não esperar pela vontade colectiva MARLENE SILVA
Alguns comerciantes da Rua Raimundo Carvalho, afectados pela construção da
loja do El Corte Inglés nas imediações, pretendem recorrer individualmente
ao tribunal para exigirem indemnizações. A hipótese de os cerca de 30
lojistas avançarem em conjunto com um pedido de providência cautelar para
parar a empreitada foi colocada mais uma vez anteontem à noite durante um
plenário.
Porém, um dos membros da comissão que representa os vendedores, Fernando
Lopes, lembrou que saía caro contratar um advogado e… ninguém contestou.

http://www.ocomerciodoporto.pt/

=================================

8. Distrito do Porto registou um acréscimo de acidentes mortais rodoviários

MANUELA PINTO Em 2004 houve menos acidentes do que em 2003, mas
registaram-se mais três mortos, anunciou ontem o Governador Civil do Porto,
Manuel Moreira, após a primeira reunião do ano entre diversas entidades do
distrito, designadamente forças de segurança, bombeiros e INEM. De acordo
com Manuel Moreira, durante 2004, no distrito do Porto registaram-se 31.189
acidentes de viação, dos quais 5.630 resultaram danos corporais nos seus
intervenientes: 145 mortos, 448 feridos graves e 7.129 feridos ligeiros.

http://www.ocomerciodoporto.pt/

=================================

9. Providência cautelar contra a Metro entra no tribunal nos próximos dias

Metro continua a recusar diálogo com a Faculdade de Medicina. Em causa
terrenos junto ao “S. João” Empresa expropriou só o Hospital. Medicina não
foi ouvida e reclama: terrenos são propriedade de ambos ANA TROCADO MARQUES
Entrará dentro de dias no Tribunal a providência cautelar da Faculdade de
Medicina da Universidade do Porto (FMUP) contra a Metro. A empresa que gere
o metropolitano, acusa o director da FMUP, José Amarante, continua a recusar
o diálogo, depois de ter iniciado as obras junto ao Hospital de S. João em
terrenos privados da Faculdade e do Hospital, sem autorização daquela
instituição de ensino. Perante a “falta de respeito” mesmo após o alerta
lançado na semana passada pela FMUP, José Amarante pretende agora acelerar a
entrada em Tribunal da providência cautelar, por forma a parar as obras. “A
Metro entrou num terreno que é propriedade conjunta do Hospital e da
Faculdade, sem ter dado conhecimento à faculdade”, voltou a frisar José
Amarante, acrescentando que mesmo depois de ter voltado a advertir a
empresa, na passada semana, a Metro continua a recusar o diálogo com a FMUP,
prosseguindo com as obras no local.

http://www.ocomerciodoporto.pt/

=================================

10. Crianças vítimas de alergia voltam à escola em ambiente de serenidade

Reacção alérgica à lagarta do pinheiro, que levou mais de 80 crianças ao
hospital, não foi grave, nem sequer é motivo para alarme MARTA ARAÚJO A
normalidade regressou, ontem, à escola EB 2, 3 de S. Paio, em Moreira de
Cónegos, concelho de Guimarães, depois de, anteontem, mais de 80 alunos
terem sido vítimas de uma reacção alérgica ao chamado “bicho do pinheiro”. O
estabelecimento de ensino abriu as portas, os alunos foram para as aulas e
os organismo de saúde afirmam não haver motivos para preocupação.

http://www.ocomerciodoporto.pt/

=================================

11. A Valsousa (Comunidade Urbana do Vale do Sousa) tem menos de um ano e
debate-se já com diversas dificuldades. Destacam as diferenças programáticas
dos partidos para as Legislativas e a indefinição de um modelo de
financiamento.

http://www.oprimeirodejaneiro.
pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=5a2555b15a4369
4fa4
f2ec1a34123da4

=================================

12. Fumar em Locais de Trabalho Fechados Passa a Ser Proibido

Por CATARINA GOMES

Vai passar a ser proibido fumar “em locais de trabalho fechados”, a venda de
tabaco ficará interditada a menores de 16 anos e alguns restaurantes têm até
ao início do próximo ano para criarem espaços para não fumadores. Estas são
as medidas mais significativas do pacote legislativo anti-tabaco ontem
aprovado em Conselho de Ministros. O Governo recuou na proibição de fumo em
bares e discotecas.

http://jornal.publico.pt/2005/02/03/Sociedade/S05.html

=================================

13. CDS “Modernizou-se” e Fez do Ambiente Uma “Prioridade”

Paulo Portas, presidente do CDS/PP e ministro da Defesa, afirmou ontem que o
partido que lidera quer ser “um partido do século XXI” e, por isso, fez das
questões ambientais “uma prioridade” para a próxima legislatura.

http://jornal.publico.pt/2005/02/03/Destaque/X30.html

=================================

14. Ministério da Educação Quer Promover Troca Directa de Manuais Escolares

Por ISABEL LEIRIA

Os alunos dos 2º e 3º ciclos do ensino básico (do 5º ao 9º ano) que no final
deste ano lectivo entregarem os seus manuais escolares em condições de serem
reutilizados poderão ganhar o direito a receber, gratuitamente, os do nível
de escolaridade seguinte. Basta que a escola onde estejam inscritos adira ao
novo sistema de troca directa de manuais proposto pelo Ministério da
Educação (ME).
Se nesse mesmo agrupamento de escolas não houver livros disponíveis, o ME
compromete-se a transferir o dinheiro necessário à compra.
A iniciativa foi revelada pela ministra da Educação, Maria do Carmo Seabra,
que pretende assim promover a reutilização dos livros e contribuir para a
redução do peso dos custos com a educação no orçamento das famílias.
“A maneira como se tratam os livros num país como o nosso é aflitiva. Há
muitos países ricos em que os livros são reutilizados de forma muito mais
eficaz.
Promover esta ideia de que os livros são para estimar e que os recursos da
natureza são para preservar é tão importante quanto o efeito secundário
desta medida, que é permitir às famílias poupar muito dinheiro”, justifica
Maria do Carmo Seabra.

http://jornal.publico.pt/2005/02/03/Sociedade/S11.html

=================================

15. Especialistas Alertam para “Refugiados Climáticos”

O aumento da temperatura global pode forçar 150 milhões de pessoas a
abandonarem os locais em que vivem até 2050, transformando-se em “refugiados
climáticos”, segundo números apresentados ontem numa conferência no Reino
Unido.

http://jornal.publico.pt/2005/02/03/Sociedade/S43.html

=================================

16. Pavilhão de Portugal no Japão Aposta na História e na Relação do Homem
com a Natureza
Por JOANA GORJÃO HENRIQUES

http://jornal.publico.pt/2005/02/03/Cultura/C03.html

=================================

17. Pousada – a Solução Possível

Por JOSÉ MANUEL LOPES CORDEIRO*

eventual reutilização do edifício das antigas Moagens Harmonia para a
instalação de uma pousada é, nas circunstâncias em que actualmente se
encontra o projecto do Museu da Ciência e Indústria (MCI) – inicialmente
previsto para ocupar aquele espaço -, a melhor solução, não só para a
indispensável salvaguarda daquele exemplar do nosso património industrial,
como para os interesses da cidade. É sabido que o Porto dispõe de uma oferta
museológica extremamente reduzida, e que o projecto do MCI, uma vez
concretizado, iria contribuir para o preenchimento daquela lacuna, tanto
mais que, no passado, a cidade entreteve uma importante relação com a
indústria, constituindo esta uma dimensão significativa da sua memória
histórica que importa salvaguardar e valorizar.

http://jornal.publico.pt/2005/02/03/LocalPorto/LPOPI.html

=================================

Para desligar-se/religar-se ou para ler as mensagens em modo página, net
veja informações no rodapé da mensagem.

O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
http://groups.yahoo.com/group/pned/

=================================

INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresenta-se o sumário e/ou resumos de notícias de interesse
urbanístico/ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
Notícias, de O Primeiro de Janeiro, Comércio do Porto e do Público Local
Porto e Minho (em um ou vários dos citados, não necessariamente em todos).

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito específico
são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste, basicamente entre o
Vouga e o Minho.

Selecção hoje feita por José Carlos Marques

Para mais informações e adesão à associação Campo Aberto:
campo_aberto@oninet.pt
telefax 229759592
Apartado 5052, 4018-001 Porto

=================================

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Para difundir mensagens escreva para: pned@yahoogrupos.com.br

Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogrupos.com.br e com o corpo da mensagem vazio.

Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@yahoogrupos.com.br

Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

http://br.groups.yahoo.com/group/pned/

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============
Links do Yahoo! Grupos

<*> Para visitar o site do seu grupo na web, acesse:
http://br.groups.yahoo.com/group/pned/

<*> Para sair deste grupo, envie um e-mail para:
pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

<*> O uso que você faz do Yahoo! Grupos está sujeito aos:
http://br.yahoo.com/info/utos.html

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário