• Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto
  • Jun : 15 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação

[PNED] Boletim de 05/XII/2004

[Esta lista tem actualmente 293 participantes inscritos.]

==========================
BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

Domingo,5 de Dezembo de 2004

==========================
Para os textos integrais das notícias consulte as ligações indicadas.
==========================
1-Barreiras acústicas na VCI à espera de despacho da Câmara do Porto

Paulo Morais, vereador do Urbanismo, deve dar andamento ao projecto esta
semana
Garantia dada aos moradores da Prelada pelo deputado do PSD Fernando Charrua
O arranque da construção das barreiras acústicas na Via de Cintura Interna
(VCI), no Porto, pode arrancar antes do final do ano. A convicção foi,
ontem, demonstrada pela deputado social-democrata na Assembleia da
República, Fernando Charrua, durante um encontro com representantes da
Comissão Executiva da Cidade Cooperativa da Prelada/Comissão da VCI do
Porto, onde este responsável afirmou que o despacho que permitirá o avanço
das obras está “em cima da mesa de Paulo Morais”, vereador do Urbanismo na
Câmara do Porto, e deverá ser assinado ainda esta semana
http://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=19625&pIdSec
cion=7

==========================
2-“A História de um Olhar” ou a cidade do Porto vista do atelier de Jaime
Isidoro
A obra, da autoria de Laura Castro, foi lançada na Galeria Alvaréz com
apresentação de Viale Moutinho

Jaime Isidoro, o pintor da cidade, autor que – como o próprio tem vindo a
dizer ao longo da sua vida – não se revê artisticamente “em nada que não
esteja ligado à infância e ao Porto”, lançou ontem oficialmente, na Galeria
Álvaréz, o álbum “A História de um Olhar”, da autoria de Laura Castro. A
apresentação da edição coube à própria autora e ao jornalista Viale
Moutinho, tendo na altura sido inaugurada uma exposição de trabalhos
recentes do artista.
http://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=19699&pIdSec
cion=4

==========================
3- Programa comemorativo realiza-se amanhã
Massarelos apaga 172 velas

A freguesia de Massarelos comemora amanhã 172 anos. Do passado da freguesia,
património, pólo industrial, terra de pesca e agricultura, Fernando Pinheiro
de Oliveira fala de como essas características desapareceram e de como se
apresenta o futuro.
A 4 de Dezembro de 1832 foi criada a Junta de Freguesia de Massarelos, mas
só ficou registada em acta a sua instalação a 8 de Março de 1836, baptizada
a freguesia com o nome de N.ª S.ª da Boa Viagem de Massarelos. No entanto,
as origens da freguesia remontam a 1293, quando um grupo de massarelenses
fundou a Câmara de Mercadorias, talvez o primeiro grande passo para a
criação de uma localidade que viria a ser Massarelos. Numa franja da cidade
junto ao rio, a freguesia tem um passado bastante diferente da realidade de
hoje. “Massarelos teve tudo, pescas, agricultura. Havia campos agrícolas,
por exemplo onde é agora o mercado do Bom Sucesso; havia também na
Arrábida”, recorda
http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=c16a5320fa475530d9583c34fd35
6ef5&subsec=&id=caef36fc4a662b2e91bf0ea2f04b34cc

==========================
4-ASCR-CQ formalmente instalada no Solar Condes de Resende
Confraria Queirosiana assina protocolos

A associação Amigos do Solar Condes de Resende – Confraria Queirosiana
assinou protocolos com a Gaianima, que lhe concedem formalmente o usufruto
do Solar Condes de Resende, com O PRIMEIRO DE JANEIRO e com a Gailivro. A
assinatura decorreu durante uma cerimónia de insigniação.

Intimamente ligado à biografia de Eça de Queirós, o Solar Condes de Resende
é o local ideal para sede da associação Amigos do Solar Condes de Resende –
Confraria Queirosiana (ASCR-CQ). Foi lá que decorreu, no passado dia 20 de
Novembro, a segunda sessão de insigniação da confraria e foram assinados
três protocolos, um dos quais concede, precisamente, o usufruto do solar à
associação que tem como objectivo divulgar a obra e o pensamento do escritor
português.
O primeiro protocolo, vital para o funcionamento da ASCR-CQ, representado
pelo presidente Gonçalves Guimarães, foi assinado com a Gaianima, empresa
municipal que desde 1982 é proprietária do solar, representada pelo
administrador Guilherme Aguiar.
http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=6364d3f0f495b6ab9dcf8d3b5c6e
0b01&subsec=&id=9258ac4958b94ca0c3fbbda187751d74
==========================
5- Homenagem ao escritor relembra facetas do homem por detrás da obra
Garrett: vida eternizada

Almeida Garrett é recordado 150 anos após a sua morte. Na Biblioteca Pública
de Vila Nova de Gaia, Cristina Mello abordou a vida e obra do notável
escritor. Personalidade carismática e reveladora que imprimiu às criações os
sentimentos e experiências vividos.

Um dos maiores escritores do século XIX, Almeida Garrett, permanece vivo na
memória dos portugueses. A sua obra tem hoje grande utilidade educativa e é
usada nos manuais escolares.
Cristina Mello, docente da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra,
presidiu à conferência, denominada “Lembrar Garrett: coesão da obra;
coerência da vida”, que decorreu na Biblioteca Pública de Vila Nova de Gaia,
cidade onde o escritor passou a infância. Admiradora indiscutível do autor,
a docente garante que “há uma estreita ligação entre o homem – Garrett – e a
vida”, descrevendo-o como grande defensor dos ideais liberais: liberdade e
patriotismo. Em 1817, escreveu o primeiro de muitos poemas alusivos ao tema.
Orador exímio, participou em várias lutas, tal como na revolução liberal do
Porto, em 1820. A colaboração frenética com a imprensa levou-o à prisão.
“Com sentido genuíno e grande amor pela pátria, empenhou-se em causas,
críticas e polémicas”, garante Cristina Mello.
http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=6364d3f0f495b6ab9dcf8d3b5c6e
0b01&subsec=&id=48e83574d1a8c086c9ea27f3d71b8c17
==========================
6-Centro Hípico do Mosteiro possibilita terapia a crianças com necessidades
especiais

Um universo muito especial

Na Quinta do Mosteiro, em Moreira da Maia, funciona há seis anos o Centro
Hípico Equestre, dotado de 21 boxes, seis paddocks, um picadeiro coberto, um
picadeiro aberto, um campo de obstáculos, dois campos de cultivo e espaços
verdes para passeios a cavalo.
http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=e369853df766fa44e1ed0ff613f5
63bd&subsec=&id=9031cdbdfdd0786a3b5b9b206cb2d7c2
==========================
7-SANTO TIRSO

Câmara investe 79 mil euros em seis novos ecopontos
Num investimento que ultrapassa os 79 mil euros, a Câmara Municipal de Santo
Tirso decidiu instalar seis novos ecopontos em locais com grande densidade
populacional, que garantissem a fácil recolha dos contentores e onde fosse
possível abrir uma vala de seis por três metros.

Cada ecoponto enterrado é constituído por um fosso que aloja três
contentores distintos. Um para deposição de embalagem de vidro, outro para
papel/cartão e outro para embalagens de plástico e metal.
A capacidade de cada um dos contentores é de cinco metros cúbicos. O
utilizador coloca os resíduos separadamente nos marcos de deposição situados
no exterior do equipamento, ao nível da via pública. Em cada marco de
deposição estarão afixadas placas com a identificação dos materiais a
depositar correctamente.

Os equipamentos ficarão implantados nos seguintes locais: Praça Camilo
Castelo Branco, Rua Ferreira Lemos, Rua Nova das Telheiras, Rua Encosta
Nascente, Rua Luís de Camões e Rua Carneiro Pacheco
http://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=19659&pIdSec
cion=9
==========================
8-TERRAS DE BOURO

Melhoria dos acessos às terras promete ajudar a revitalizar a agricultura em
Carvalheira
Aberto o concurso público, no valor de 26 mil euros, para a construção de
caminho agrícola.
Projecto vai permitir revitalizar a agricultura da região

Apesar de já se aguardar há algum tempo, a abertura do concurso público para
um caminho agrícola em Quintão (freguesia de Carvalheira) acaba de ser
saudado pela Câmara de Terras de Bouro, pelas implicações que o facto
engloba para o sector agrícola local. Trata-se de uma empreitada que é
financiada pela Medida Agris (Caminhos Agrícolas e Rurais), num investimento
a rondar os 26 mil euros e para o qual a autarquia terrabourense apresentou
a respectiva candidatura.
http://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=19635&pIdSec
cion=9

==========================
9- “O NOME BANCO ALIMENTAR CONTRA A FOME DESPERTA CONSCIÊNCIAS”
Domingo, 05 de Dezembro de 2004

Explica-se aos mais pequenos que ajudam na recolha de alimentos: os pobres
não são só os da televisão e os sem-abrigo na rua. “Objectivamente há fome
em Portugal, está é encapotada”. A campanha de Natal decorre este
fim-de-semana. Por Catarina Gomes

As desculpas ouvidas à entrada dos supermercados são “esfarrapadas” mas dão
para perceber que quem não contribui para a campanha do Banco Alimentar
Contra a Fome, que decorre este fim-de-semana, já sente necessidade de se
justificar: “Como eu não sou de cá…”, “vou viajar amanhã”, “dei no
fim-de-semana passado” ou ainda: “Passam recibos para efeitos de IRS?”
http://jornal.publico.pt/2004/12/05/Sociedade/S10.htmlto/LP25.html

==========================
10-Modelos despem-se em protesto contra a venda de peles de animais
encenação mereceu o aval de muitos populares que concordaram com esta
iniciativa promovida pela associação Animal

Duas manequins vestidas com casacos de pele e pintadas de vermelho
despiram-se hoje perante o olhar de muitos curiosos em frente à cadeia de
lojas “El Corte Inglês”, Lisboa, para protestar contra o comércio de peles
de animais.
http://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?pIdNoticia=19651&pIdSec
cion=2

==========================
==========================
INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresentam-se sumários ou resumos de notícias de interesse
urbanístico ou ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal
de Notícias, de O Primeiro de Janeiro, de O Comércio do Porto e do
Público Local Porto e Minho (em um ou vários dos citados, não
necessariamente em todos).

Para se desligar ou religar veja informações no rodapé da mensagem.

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e
está aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu
âmbito específico são as questões urbanísticas e ambientais do
Noroeste, basicamente entre o Vouga e o Minho.

O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
http://groups.yahoo.com/group/pned/

Para mais informações e adesão à Associação Campo Aberto:
campo_aberto@oninet.pt
telefax 229759592
Apartado 5052, 4018-001 Porto

Selecção hoje feita por Manuela D.L.Ramos

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Para difundir mensagens escreva para: pned@yahoogrupos.com.br

Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogrupos.com.br e com o corpo da mensagem vazio.

Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@yahoogrupos.com.br

Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

http://br.groups.yahoo.com/group/pned/

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============
Links do Yahoo! Grupos

<*> Para visitar o site do seu grupo na web, acesse:
http://br.groups.yahoo.com/group/pned/

<*> Para sair deste grupo, envie um e-mail para:
pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

<*> O uso que você faz do Yahoo! Grupos está sujeito aos:
http://br.yahoo.com/info/utos.html

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário