• Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto

[PNED] Boletim de 31/VIII/2004
BOLETIM PORTO E NOROESTE EM DEBATE
resumo das notícias de ambiente e urbanismo em linha

Terça-feira, 31 de Agosto de 2004
===========================

Para os textos integrais das notícias consultar as ligações indicadas.

===========================
O alar das redes em Mira

Manhã. Primeira ida ao mar das quatro e quarenta e cinco minutos. Um
serouqueiro do sul que envolveu de bruma a noite acaba de
desaparecer. Mas da névoa ficou névoa misturando-se ao azul e à
frescura que dilata os pulmões e inebria. Um rapaz, no alto da duna,
sopra o búzio com as bochechas cheias, chamando a companha para a
pesca. O barco está pronto. Uma esteira de varas, duas juntas
de bois para o puxar, homens nus metidos na água e agarrados às
cordas, e a onda que os salpica e os alaga. Entra para dentro a
companha. Refervem as ondas que o sacodem lá no alto… Os fortes
rapagões agarram-se aos quatro remos, a proa alvora… É este o
momento angustioso, enquanto se não safam da cova do mar.

Os pescadores
Raul Brandão

http://jornal.publico.pt/2004/08/31/Sociedade/S97.html

===========================
1. Cidades do interior podem ser o motor da luta contra a
desertificação
Por ANA FERNANDES

A chave da luta contra o despovoamento em Portugal está no
desenvolvimento das cidades do interior, através de um investimento
público que faça uma discriminação positiva, em nome da coesão
nacional. Quem o diz, em entrevista, é Francisco Nunes Correia,
professor do Instituto Superior Técnico, que liderou uma equipa que
fez o levantamento da desertificação em Portugal

http://jornal.publico.pt/2004/08/31/Destaque/X01.html

===========================
2. Habitação e comércio de luxo com parque subterrâneo

O quarteirão da Casa Forte é um dos três projectos-piloto de
reabilitação da Baixa. Juntamente com a Praça de Carlos Alberto e o
quarteirão do Palácio das Cardosas (aos Lóios) deverá avançar com
obras nos imóveis até ao final do ano.

No quarteirão da Casa Forte, a Invesprédio pretende recuperar os
imóveis para ali implantar habitação e lojas-âncora, num cenário bem
diferente do actual, pressupondo o encerramento definitivo das várias
valências da Casa Forte. Além disso, a empresa do grupo Bragaparques
propõe-se construir um parque de estacionamento subterrâneo com dois
pisos: um destinado ao público em geral, outro para os trabalhadores
e moradores do imóvel entretanto recuperado.

Por outro lado, e segundo assinalou já o responsável pela Sociedade de
Reabilitação Urbana Porto Vivo, Joaquim Branco, no Palácio das
Cardosas deverá ser implantado um hotel. De resto, o próprio vereador
do Urbanismo da Câmara do Porto, Ricardo Figueiredo, admitiu, no
contexto do projecto, a necessidade de se redefinir o espaço público
da Praça da Liberdade.

A intervenção nos quarteirões da Baixa do Porto serão coordenadas
pela Sociedade de Reabilitação Urbana Porto Vivo, sediada na Rua de
Mouzinho da Silveira.

Depois dos projectos-piloto, Joaquim Branco também já assinalou que
os alvos preferenciais da Sociedade de Reabilitação Urbana serão os
quarteirões devolutos existentes na Baixa do Porto.

http://jn.sapo.pt/2004/08/31/grande_porto/habitacao_e_comercio_luxo_pa
rque_sub.html

===========================
3. Coerência, acima de tudo
Por RUI SÁ

http://jn.sapo.pt/2004/08/31/grande_porto/coerencia_acima_tudo.html

===========================
4. Câmara de Azeméis remete protesto de ambientalistas para a
Assembleia da República
Por SDO

A instalação de uma central de betuminoso na freguesia de Fajões está
na origem do protesto agendado pelos ambientalistas.

http://jornal.publico.pt/2004/08/31/LocalPorto/LP35.html

===========================
5. Narciso propõe circulação do Metro na marginal de Matosinhos
Por MARGARIDA GOMES

O presidente da Câmara de Matosinhos, Narciso Miranda, admitiu ontem a
possibilidade de o metro poder vir a circular na marginal de
Matosinhos.

http://jornal.publico.pt/2004/08/31/LocalPorto/LP15.html

===========================
6. Porto de Angeiras encalha por questões ambientais

Mais um revés para o porto de abrigo de Angeiras (Matosinhos). O
projecto foi chumbado pela secretaria de Estado do Ambiente, na
sequência da Avaliação de Impacte Ambiental, e o equipamento, ansiado
há várias décadas pela comunidade piscatória local, volta a
ficar “encalhado” no papel. Narciso Miranda garantiu que vai
contestar e contactar o primeiro-ministro

http://jn.sapo.pt/2004/08/31/grande_porto/porto_angeiras_encalha_quest
oes_ambi.html

===========================
7. Construção de nova via ameaçava isolar Canelas

A ameaça de uma providência cautelar à obra da ER 1.18 – auto-estrada
que vai ligar a EN109/IC1 ao IP1 -, pela Junta de Freguesia de
Canelas, em Gaia, acabou por resolver a situação de parte da
população da freguesia, que ficaria isolada com a abertura da nova
via. O Instituto de Estradas de Portugal (IEP) comprometeu-se a
construir uma ligação do nó de Canelas à EN1/IC2.

http://jn.sapo.pt/2004/08/31/grande_porto/construcao_nova_ameacava_iso
lar_cane.html

===========================
8. Os peixes do rio Este
Por FRANCISCO TEIXEIRA

Ainda há cerca de 30 anos eu tomava banho nos riachos de Guimarães,
efluentes do Ave, hoje transformados em esgotos a céu aberto. É que o
Minho fez-se, em grande parte, à volta das suas bacias hidrográficas,
compostas por miríades de efluentes que são como que a seiva da
região. Ora, esse património é, não só, um património biologicamente
vital, mas é ele mesmo um património cultural, o fautor de uma
paisagem e uma identidade humanas.

http://jn.sapo.pt/2004/08/31/minho/os_peixes_rio_este.html

===========================
9. Pista de remo a concurso mais curta e mais barata
Por JOSÉ CARLOS MAXIMINO

A pista de remo do Rio Novo do Príncipe ( no rio Vouga) vai, de novo,
a concurso público, em Setembro, depois do primeiro concurso, lançado
em Dezembro de 2000, ter sido anulado na sequência das alterações ao
projecto, que a Câmara de Aveiro, dona da obra, foi obrigada a
introduzir, por forma a poder obter a necessária declaração de
conformidade ambiental. “Era uma decisão que tinha de ser tomada
depois da reformulação do projecto a que fomos obrigados. Agora,
estamos em condições de avançar para o concurso, já com luz verde do
Ambiente”, disse, ontem, o presidente da Câmara.

http://jn.sapo.pt/2004/08/31/centro/pista_remo_a_concurso_mais_curta_e
_m.html

===========================
10. Centro da Póvoa só para peões
Por EDUARDA VASCONCELOS

As zonas centrais da cidade da Póvoa de Varzim estão a transformar-se
em espaços pedonais, tendo já algumas ruas totalmente
descongestionadas. O novo Plano de Urbanização levará ainda à
construção de um parque de estacionamento junto à Avenida do Mar.

http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?
op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=7cfcced0805b
c698cfa67f8ded22f29b

===========================
11. Linha do Douro pode ser reactivada

O presidente da Câmara de Figueira de Castelo Rodrigo quer reabrir a
Linha do Douro, entre a Estação do Pocinho e Barca D’Alva. Por isso,
já em Setembro, reúne-se com o conselho de administração da Refer
para analisar a reabilitação da linha férrea. Tudo em prol do turismo.

http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?
op=artigo&sec=e4da3b7fbbce2345d7772b0674a318d5&subsec=&id=ff3315df974a
82424353d399b7a68c07

===========================
12. Câmara cria Parque Ambiental

A Câmara de Freixo de Espada à Cinta vai investir, com o apoio do
programa PIQTUR, 800 mil euros num parque ambiental, a criar na zona
do Piocão. O espaço contará com dois lagos artificiais, parque de
campismo e de merendas e infra-estruturas de recepção aos visitantes.

http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?
op=artigo&sec=e4da3b7fbbce2345d7772b0674a318d5&subsec=&id=baa5ef9c7a8f
b2b437bb495b7d49caea

===========================
13. Vale do Sousa vai receber estação de tratamento de lixo
biodegradável
Por ARMINDO MENDES

O ministro do Ambiente e do Ordenamento do Território, Luís Nobre
Guedes, garantiu aos autarcas do Vale do Sousa que a candidatura para
a construção de uma estação de tratamento de resíduos biodegradáveis
(Unidade de Digestão Anaeróbia) na região, paralisada há mais de dois
anos nos corredores governamentais, vai finalmente ser desbloqueada,
perspectivando-se um investimento estimado em cerca de seis milhões
de euros.

http://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?
pIdNoticia=9291&pIdSeccion=9

===========================
14. Setembro é tempo de visita ao Jardim Botânico
Por PATRÍCIA CARVALHO

Com a chegada de Setembro, as plantas do Jardim Botânico do Porto
continuam à espera de ser visitadas. Quanto mais não seja, ao abrigo
da iniciativa “Ciência Viva – Biologia no Verão”, que promove mais
uma iniciativa já amanhã. Desta vez, oferecendo a oportunidad de
conhecer a adaptação de plantas a situações extremas.

http://www.ocomerciodoporto.pt/secciones/noticia.jsp?
pIdNoticia=9283&pIdSeccion=7

===========================
===========================
INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresentam-se sumários ou resumos de notícias de interesse
urbanístico/ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
Notícias, de O Primeiro de Janeiro, de O Comércio do Porto e do
Público Local Porto e Minho (em um ou vários dos citados, não
necessariamente em todos).

O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
http://groups.yahoo.com/group/pned/

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito
específico são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste,
basicamente entre o Vouga e o Minho.

Para mais informações e adesão à Associação Campo Aberto:
campo_aberto@oninet.pt
telefax 229759592
Apartado 5052, 4018-001 Porto

===========================
Selecção hoje feita por Maria Carvalho

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Para difundir mensagens escreva para: pned@yahoogrupos.com.br

Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogroups.com.br e com o corpo da mensagem vazio.

Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@yahoogrupos.com.br

Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

http://groups.yahoo.com/group/pned/

Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============
Links do Yahoo! Grupos

<*> Para visitar o site do seu grupo na web, acesse:
http://br.groups.yahoo.com/group/pned/

<*> Para sair deste grupo, envie um e-mail para:
pned-unsubscribe@yahoogrupos.com.br

<*> O uso que você faz do Yahoo! Grupos está sujeito aos:
http://br.yahoo.com/info/utos.html

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário