• Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto

[PNED] infoPNED 15.12.03
Para desligar-se/religar-se ou para ler as mensagens em modo página, net
veja informações no rodapé da mensagem.

O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
http://groups.yahoo.com/group/pned/

Segunda-feira, 15 de Dezembro de 2003

INDICE

1.Câmara Propõe “Negócio” Aos Senhorios do Porto e Agrava Multas
2.Casas das Fontainhas Valem “Zero”
3.Impacientemente à Espera do Governo
4.”O Património Municipal Também Está Num Estado Calamitoso”
5.Bloco do Bairro de Aldoar Vai Ser Demolido
6.Oliveira de Azeméis Investe na Construção de Uma Biblioteca Transparente
7.Barragem no Sabor Poderá Evitar Cheias do Douro
8.Intervenções nas escolas primárias
9.”Limpeza” arrancou na Rua das Fontainhas (Porto)
10.Barcos ficam em terra (Viana do Castelo)
11.Circulação de viaturas pesadas bloqueia trânsito na Armada (Braga)
12.Solução com rotunda envolve centro comercial (Guimarães)

RESUMOS

1.Câmara Propõe “Negócio” Aos Senhorios do Porto e Agrava Multas
Por ANDREA CUNHA FREITAS
Público – Local Porto

“Os senhorios do Porto já não têm desculpa para não recuperar as casas
degradadas”. A conclusão é do vereador da Habitação e Acção Social da Câmara
do Porto, Paulo Morais, que afirma ter encontrado a solução para que os
proprietários de casas habitadas “que estão a cair” possam intervir no seu
património “a custo zero”.
http://jornal.publico.pt/publico/2003/12/15/LocalPorto/LP11.html

2.Casas das Fontainhas Valem “Zero”
Público – Local Porto

“Ou fazem a demolição e comparticipam no realojamento das famílias, ou então
entregam o imóvel à câmara por um valor simbólico – ou de borla – e nós
tratamos do assunto”, propõe o vereador da Habitação aos senhorios da
escarpa das Fontainhas, onde vivem cerca de 80 famílias.
http://jornal.publico.pt/publico/2003/12/15/LocalPorto/LP12.html

3.Impacientemente à Espera do Governo
Público – Local Porto

A estratégia da Câmara do Porto para a “Valorização do Património e Melhoria
das Condições de Habitabilidade” está incompleta.
http://jornal.publico.pt/publico/2003/12/15/LocalPorto/LP13.html

4.”O Património Municipal Também Está Num Estado Calamitoso”
Público – Local Porto

Após cerca de mil casas em ilhas municipais demolidas ( entre o Verão de
2002 e o Outono de 2003) e mais de duas mil famílias transferidas, o
vereador da Habitação reconhece que ainda há muito a fazer no parque
habitacional da câmara.
http://jornal.publico.pt/publico/2003/12/15/LocalPorto/LP14.html

5.Bloco do Bairro de Aldoar Vai Ser Demolido
Por ANDRÉIA AZEVEDO SOARES
Público – Local Porto

Um dos blocos do Bairro de Aldoar, no Porto, deverá vir abaixo “nos próximos
meses”, anunciou ontem Paulo Morais, vice-presidente da câmara.
http://jornal.publico.pt/publico/2003/12/15/LocalPorto/LP21.html

6.Oliveira de Azeméis Investe na Construção de Uma Biblioteca Transparente
Por SARA DIAS OLIVEIRA
Público – Local Porto

Vai ter a forma de “U” e vai nascer junto ao complexo escolar e desportivo,
na parte sul da cidade de Oliveira de Azeméis, numa zona de construção com
cerca de 4.200 metros quadrados. Numa área privilegiada, portanto. A nova
biblioteca começou ontem a gatinhar, depois do secretário de Estado da
Cultura, José Amaral Lopes, ter lançado a primeira pedra. O primeiro passo
está dado.
http://jornal.publico.pt/publico/2003/12/15/LocalPorto/LP32.html

7.Barragem no Sabor Poderá Evitar Cheias do Douro
Público – Local Porto

O Director de Produção Hidráulica da EDP, José Franco, assegurou que “a
maior parte” das cheias do Douro seriam evitáveis com a construção da
barragem no rio Sabor, prevista desde 1995.
http://jornal.publico.pt/publico/2003/12/15/LocalPorto/LP41.html

8.Intervenções nas escolas primárias
Céu Salazar
JN – Grande Porto

obras Autarquia construiu refeitório, eliminou barreiras e melhorou
pavimentos
Os problemas da educação continuam a merecer a atenção da Câmara Municipal
de Vila do Conde, que procede actualmente a obras de melhoramento de vários
estabelecimentos de ensino do concelho, no sentido de proporcionar melhores
condições de trabalho e reforçar o sucesso escolar.
http://jn.sapo.pt/textos/out2034.asp

9.”Limpeza” arrancou na Rua das Fontainhas
N.S.
JN – Grande Porto

A Rua das Fontainhas passou a ter, ontem, menos “focos de insalubridade e
insegurança”. A demolição de imóveis municipais devolutos, à margem da
artéria, de um parque infantil desactivado e do Bairro da Nossa Senhora das
Dores (nas traseiras), assinalou a “limpeza” O objectivo, segundo Paulo
Morais, vereador da Habitação, foi tornar a zona “aberta e requalificada”.
Relativamente ao antigo bairro, explicou que se trata da quinta demolição de
bairros municipais degradados, a seguir aos das Areias, Condominhas Velha,
Capela e urbanização da Faculdade de Engenharia, numa lógica de erradicar
aglomerados sem recuperação possível. Seguir-se-á o Bairro das Cruzes.
http://jn.sapo.pt/textos/out2035.asp

10.Barcos ficam em terra
Luís Henrique Oliveira
JN – País – Viana do Castelo

Pesca Assoreamento força pescadores de Castelo de Neiva a recorrer a
tractores Parlamento chumba inclusão de obra no PIDDAC de 2004
Os pescadores de Castelo de Neiva, em Viana do Castelo, estão revoltados com
o assoreamento do porto de abrigo da localidade. Assinalam que a situação
verifica-se desde a criação do esporão, junto à costa, obrigando os
marítimos a recorrer a tractores, em alturas de maré cheia, para atravessar
o areal e colocar as embarcações na água.
http://jn.sapo.pt/textos/out2054.asp

11.Circulação de viaturas pesadas bloqueia trânsito na Armada
Magalhães Costa
JN – País – Braga

trânsito Em causa está o serviço de cargas e descargas no hipermercado
Feira Nova Câmara de Braga estuda solução de sentido único para evitar o
“caos” em S. Víctor

ARua da Quinta da Armada, em Braga, está tansformada, diariamente, num
parque de estacionamento de viaturas pesadas. As faixas de rodagem, nos dois
sentidos, são ocupadas por viaturas, dificultando o trânsito local. O “caos
instalou-se na rua”, advertem moradores, atirando culpas para o cais de
cargas e descargas do hipermercado Feira Nova.
http://jn.sapo.pt/textos/out2056.asp

12.Solução com rotunda envolve centro comercial
J.F.
JN – País – Guimarães

O projecto provisório com que a Câmara municipal esperar minorar os
problemas de trânsito habituais em frente ao Guimarãeshopping passa por
alterar a postura de trânsito, fazendo do centro comercial uma rotunda para
evitar que os automóveis que deixam a superfície comercial desemboquem nas
duas faixas frontais à entrada principal do centro e que conduzem ao centro
da cidade. É neste ponto que reside o principal «bico d´obra», com os carros
que querem entrar e os que saem a causar constantes congestionamentos. Uma
vez que não é possível, tecnicamente, adoptar outra solução, que seria
rebaixar as vias que passam em frente ao centro comercial (isso obrigava,
conforme explicou o vereador António Castro, responsável pelo Urbanismo, a
um desnivelamento de cinco metros), a autarquia quer implementar aquela
solução provisória.
http://jn.sapo.pt/textos/out20516.asp

INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresentou-se o sumário e/ou resumos de notícias de interesse
urbanístico/ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
Notícias.

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito
específico são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste,
basicamente entre o Vouga e o Minho. Em «Fora do Noroeste» podem
inserir-se notícias de outras regiões que possam apresentar interesse
como exemplo negativo ou positivo para situações equivalentes no Noroeste.

Selecção hoje feita por Alexandre Bahia

Para os textos integrais consultar:

http://jornal.publico.pt/publico/2003/12/15/indice.html

http://jn.sapo.pt/eddia/eddia2.asp

ou as respectivas edições em papel.

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Para difundir mensagens escreva para: pned@yahoogrupos.com.br

Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogroups.com e com o corpo da mensagem vazio.

Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@egroups.com

Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@egroups.com

Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

http://groups.yahoo.com/group/pned/

Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Seu uso do Yahoo! Grupos é sujeito às regras descritas em: http://br.yahoo.com/info/utos.html

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário