• Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto
  • Jun : 15 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação

[PNED] infoPNED 02.12.03

Para desligar-se/religar-se ou para ler as mensagens em modo página, net
veja informações no rodapé da mensagem.

O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
http://groups.yahoo.com/group/pned/

Terça-feira, 2 de Dezembro de 2003

INDICE

1.Ainda o Fundo Florestal Permanente
2.Problemas Imediatos da Viticultura Tornam Alertas Irrelevantes
3.Fungo Invulgar na Europa Encontrado nas Florestas Ardidas de Portugal
4.Trânsito “Excessivo” em Viana por Causa do Novo Centro Comercial
5.Zona comercial do Porto vai ficar acessível a cidadãos deficientes
6.Câmara Porto corta imposto
7.Divisão Municipal de Jardins sob investigação
8.Moradores das Andresas pedem um milhão para reparar prejuízos
9.O caso de Nantes
10.Pescadores ameaçam parar obras póvoa de varzim
11.Alerta Petroleiro monocasco repete rota do “Prestige”
12.Mindelo – Primeiro troço da Via Circular liga Rua da Praia à Escola D.
Pedro IV

RESUMOS

1.Ainda o Fundo Florestal Permanente
Público – ´Cartas ao Director
Sérgio Paulo Leal Nunes

O Orçamento de Estado para 2004 engloba no seu articulado a criação de um
Fundo Florestal Permanente (FFP) financiado através do aumento do imposto
sobre os combustíveis. Meio cêntimo por cada litro de gasolina e um quarto
de cêntimo por cada litro de gasóleo.
Não está em causa a necessidade de tal fundo, que aliás foi criado em 1996,
ou de preservar a floresta e os quintais de alguns particulares. O que nos
deve deixar estarrecidos são os fundamentos que, embora não visíveis, estão
na criação da modalidade de financiamento. Como numa sociedade que se preze
os fins devem ser moldados pelos meios, a modalidade de financiamento deste
FFP diz muito do tipo de governação a que vamos estando sujeitos.
http://jornal.publico.pt/publico/2003/12/02/EspacoPublico/OCRT01.html

2.Problemas Imediatos da Viticultura Tornam Alertas Irrelevantes
Público – Ciências
Por MARCO CARVALHO

Ainda que o efeito de variantes como a temperatura e o dióxido de carbono
sobre o desenvolvimento das plantas seja conhecido já há algum tempo, não há
em Portugal estudo algum que equacione qual poderá ser o impacte do aumento
da temperatura no sector vitivinícola nacional e mesmo os alertas que chegam
do estrangeiro nem sempre são acolhidos com a devida atenção, defende João
Nicolau de Almeida, enólogo e presidente da Associação para o
Desenvolvimento da Viticultura no Douro.

http://jornal.publico.pt/publico/2003/12/02/Ciencias/H01CX01.html

3.Fungo Invulgar na Europa Encontrado nas Florestas Ardidas de Portugal
Público – Ciências
Por ANDRÉIA AZEVEDO SOARES

Três espécies de “Neurospora”, um género de fungo invulgar na Europa, foram
encontradas, por investigadores do Instituto de Biologia Molecular e Celular
(IBMC) da Universidade do Porto, em algumas florestas ardidas no Verão. As
amostras foram recolhidas em pequenas áreas queimadas do Norte do país e,
posteriormente, nas zonas mais castigadas pelo fogo: Sertã e Vila de Rei, no
Centro, Mafra e Monchique, no Sul. Uma das espécies detectadas, “Neurospora
crassa” é um fungo muito utilizado como organismo modelo em investigações
científicas, mas nunca havia sido identificado em terras lusitanas.
http://jornal.publico.pt/publico/2003/12/02/Ciencias/H02.html

4.Trânsito “Excessivo” em Viana por Causa do Novo Centro Comercial
Público – Local Minho
Por ANA PEIXOTO FERNANDES
A administração do Centro Hospitalar do Alto-Minho (CHAM) solicitou, no
âmbito da Comissão Distrital de Segurança Rodoviária (CDSR), a tomada de
medidas para a resolução dos congestionamentos no tráfego automóvel na zona
circundante daquela unidade, decorrentes em grande parte da recente abertura
do Estação Viana Shopping.
http://jornal.publico.pt/publico/2003/12/02/LocalMinho/LM04.html

5.Zona comercial do Porto vai ficar acessível a cidadãos deficientes
Público – última hora
Lusa

A zona pedonal da Rua de Cedofeita, no Porto, está a ser alvo de um
projecto-piloto que a tornará mais acessível aos cidadãos, nomeadamente aos
portadores de deficiência, anunciou hoje o vice-presidente da Câmara do
Porto.
“Está já a decorrer um conjunto de alterações e obras na via pública, nos
edifícios públicos e nas casas comerciais com o objectivo de criar
acessibilidade generalizada”, explicou Paulo Morais.
O projecto, que será apresentado amanhã, envolve a Associação dos
Comerciantes da Rua de Cedofeita e a Câmara do Porto e deverá ficar
concluído em Abril de 2004.
http://ultimahora.publico.pt/shownews.asp?id=1177473&idCanal=59

6.Câmara Porto corta imposto
JN – grande porto
Carla Sofia Luz

Proposta Obras de reabilitação de edifícios no Centro Histórico isentas de
taxas de ocupação da via pública até 2005 Palácio dos Correios à venda
Mais uma isenção para a Zona Histórica do Porto. A Câmara pretende que os
promotores de obras de recuperação e de conservação de edifícios no Centro
Histórico não paguem taxas municipais de ocupação da via pública até ao
final de 2005.
http://jn.sapo.pt/textos/out3035.asp

7.Divisão Municipal de Jardins sob investigação
JN – grande porto
C.S.L.

Uma auditoria à Divisão Municipal de Jardins da Câmara do Porto detectou
indícios da “prática de irregularidades graves”. A investigação, conduzida
pelo Gabinete de Auditoria e Controlo Interno, foi espoletada por duas
denúncias anónimas, datadas de Julho e de Outubro. O Executivo vota, na
reunião de hoje, a instauração de um processo de inquérito para “o
apuramento integral das irregularidades”.
http://jn.sapo.pt/textos/out3036.asp

8.Moradores das Andresas pedem um milhão para reparar prejuízos
JN – grande porto
Inês Schreck

Porto Viaduto Indeminização que o Estado vai pagar aos habitantes de um
prédio em Lisboa vista como um importante passo em frente Demolições das
casas expropriadas devem começar hoje
Os moradores das urbanizações que serão “agredidas” pelo futuro viaduto das
Andresas, que fará a ligação do Pinheiro Manso ao Bessa, no Porto, numa via
paralela à Avenida da Boavista, ficaram satisfeitos com a decisão judicial
que vai obrigar o Estado a indeminizar em um milhão e cem mil euros os
moradores de um prédio em Algés, Lisboa, junto ao qual foi construído um
viaduto de ligação da Circular Regional Interna de Lisboa (CRIL).
http://jn.sapo.pt/textos/out3037.asp

9.O caso de Nantes
por bernardino guimarães ambientalista

Em França, usam-se os espaços rurais na cidade em prol do desenvolvimento
social
O Congresso das Eurocidades, que há dias decorreu no Porto, foi assinalado –
e premiado – um projecto levado a cabo pela cidade francesa de Nantes,
distinguido como “o mais inovador programa na área dos espaços verdes em
áreas degradadas”. Em que consiste este projecto? Basicamente, numa acção da
autarquia que, desde 1986, combina “a vertente do lazer com a entrega de
lotes onde os moradores fazem crescer pequenas hortas de frutas e legumes,
conseguindo, deste modo, auxiliar as finanças familiares e promover laços de
vizinhança e integração social das várias etnias e grupos sociais”, conforme
foi divulgado.
http://jn.sapo.pt/textos/out3038.asp

10.Pescadores ameaçam parar obras póvoa de varzim

Querem ser ouvidos pela autarquia sobre a construção de equipamentos de
desporto e lazer no porto de pesca José de Azevedo “Queremos ser ouvidos nas
obras a realizar no porto de pesca e já marcámos uma entrevista com o
presidente da Câmara (da Póvoa de Varzim) para esse efeito. Não faz sentido
obras para desportos e lazer numa zona reservada a pescadores sem que a
classe piscatória seja ouvida. O aviso aqui fica: se não formos ouvidos
embargamos os trabalhos”. Quem o afirma é o mestre José Calais, presidente
da direcção da Apropesca, Organização de Produtores de Pesca Artesanal com
sede na Casa dos Pescadores, mesmo defronteà zona de intervenção camarária.
http://jn.sapo.pt/textos/out3039.asp

11.Alerta Petroleiro monocasco repete rota do “Prestige”

Uma empresa petrolífera norte-americana contratou um petroleiro monocasco,
semelhante ao “Prestige”, para transportar 50 mil toneladas de fuel pesado
pela rota que passa ao largo da Galiza e do Norte de Portugal. Tal como o
petroleiro afundado há pouco mais de um ano, o “Geroi Sevastopolya” tem 24
anos e não cumpre as normas entretanto postas em vigor na União Europeia.
http://jn.sapo.pt/textos/out3028.asp

12.Primeiro troço da Via Circular liga Rua da Praia à Escola D. Pedro IV
o primeiro de janeiro
Vânia Esteves

Primeiro troço da Via Circular liga Rua da Praia à Escola D. Pedro IV
Mindelo em desenvolvimento
Foi ontem inaugurado o que Pereira Cardoso define como “o primeiro passo na
construção daquilo que será a Via Circular de Mindelo, a mais importante”.
Numa cerimónia solene, foi ainda apresentado o projecto do Centro Cívico de
Mindelo e os símbolos heráldicos da freguesia.
Após seis meses de obra, o primeiro lanço da futura Via Circular de
Mindelo, que ao longo de um quilómetro e meio vai fazer a ligação entre a
Rua da Praia e a Escola D.Pedro IV, foi ontem inaugurado, numa cerimónia
solene em que foram revelados outros projectos que vão permitir o
desenvolvimento da freguesia de Mindelo.
http://www.oprimeirodejaneiro.pt

INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresentou-se o sumário e/ou resumos de notícias de interesse
urbanístico/ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
Notícias, do jornal Público e do jornal O Primeiro de Janeiro.

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito
específico são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste,
basicamente entre o
Vouga e o Minho. Em «Fora do Noroeste» (só ocasionalmente), podem
inserir-se notícias de outras regiões que possam apresentar interesse
como exemplo
negativo ou positivo para situações equivalentes no Noroeste.

Selecção hoje feita por Alexandre Bahia

Para os textos integrais consultar:

http://jornal.publico.pt/publico/2003/12/02/indice.html

http://jn.sapo.pt/eddia/eddia3.asp

http://www.oprimeirodejaneiro.pt

ou as respectivas edições em papel.

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Para difundir mensagens escreva para: pned@yahoogrupos.com.br

Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogroups.com e com o corpo da mensagem vazio.

Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@egroups.com

Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@egroups.com

Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

http://groups.yahoo.com/group/pned/

Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Seu uso do Yahoo! Grupos é sujeito às regras descritas em: http://br.yahoo.com/info/utos.html

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário