• Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto
  • Jun : 15 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação

[PNED] infoPNED 01.12.03

Para desligar-se/religar-se ou para ler as mensagens em modo página, net
veja informações no rodapé da mensagem.

O arquivo desta lista desde o seu início é acessível através de
http://groups.yahoo.com/group/pned/

Segunda-feira, 1 de Dezembro de 2003

INDICE

1.Bairro do Leal O Terceiro Mundo ao Virar da Esquina
2.Antiga por Fora, “Hi-tech” por Dentro
3.Um Gabinete para Explicar Obra no Centro de Famalicão
4.Concurso do IC24 atrasado meio ano
5.Factura do Parque há-de chegar…
6.Metro vai tirar 300 mil passageiros à STCP
7.Ovo e galinha da Trindade
8.Sindicato teme maior insegurança no aeroporto
9.Souto Moura será o responsável pela decoração “sóbria e funcional”
10.Câmara tenta despoluir rio Este
11.Investimento de 7,5 milhões de euros para evitar derrocada do
monumento.Fortaleza quatro anos em obras
12.Seis projectos apresentados privilegiam o peão em relação ao automóvel.
Centro histórico recuperado

RESUMOS

1.Bairro do Leal O Terceiro Mundo ao Virar da Esquina
Publico – local porto
Por JORGE MARMELO

O Porto não é só aquilo que vemos quando andamos pelas ruas de todos os
dias. Por trás das suas fachadas, mais ou menos imponentes, há vida.
Escondida, é certo. Mas existe. Está lá e pulsa em casebres diminutos, em
corredores apertados, entre paredes pingando humidade, estuque apodrecido,
bolores. Envelhecido e aviltado. Genuíno. Pobre, mas orgulhoso.
http://jornal.publico.pt/publico/2003/12/01/LocalPorto/LP51.html

2.Antiga por Fora, “Hi-tech” por Dentro
Por I.N.

Recuperar o edifício mais antigo da Foz transformando-o no edifício mais
moderno da Foz: foi mais ou menos este o objectivo que presidiu à
intervenção efectuada em parceria pela Barbosa & Guimarães Arquitectos e
pela empresa v2i – Valorização e Inovação Imobiliária na Casa Setecentista,
que anteontem teve as portas abertas à curiosidade do público.
http://jornal.publico.pt/publico/2003/12/01/LocalPorto/LP52.html

3.Um Gabinete para Explicar Obra no Centro de Famalicão
Publico – local minho
Por ÂNGELO TEIXEIRA MARQUES

A Avenida de 25 de Abril, uma das mais movimentadas artérias do centro de
Vila Nova de Famalicão, vai entrar em obras no princípio do próximo ano e,
para acautelar a obtenção da compreensão por parte de comerciantes e
moradores, a Câmara Municipal abre amanhã um “Gabinete de Informação de
Obra” onde, entre as 9h30 e o 12h30 (de segunda a sexta-feira) os
interessados podem conhecer a forma como os trabalhos estão previstos.
http://jornal.publico.pt/publico/2003/12/01/LocalMinho/LM52.html

4.Concurso do IC24 atrasado meio ano
JN – grande porto
josé mota Hugo Silva

deslize Ministro das Obras Públicas disse que seria lançado até Agosto, mas
continua por concretizar até hoje
Aconclusão dos anéis rodoviários da Área Metropolitana do Porto vai custar
274 milhões de euros. E se o concurso para a construção do último troço do
IC23, em Gaia, foi lançado na sexta-feira passada, o concurso destinado à
construção do IC24, entre Valongo e a Feira, deverá ser lançado em breve.
Ainda que Carmona Rodrigues, ministro das Obras Públicas, tenha garantido,
em Maio, que o concurso seria lançado até Agosto.
http://jn.sapo.pt/textos/out2032.asp

5.Factura do Parque há-de chegar…
JN – país
por rafael barbosa jornalista

É um um caso de paixão. Dos cidadãos. Dos políticos. Dos empreiteiros. Os
primeiros, porque perceberam que é um oásis quase inacreditável num mundo
urbano caótico. Os segundos, porque perceberam que um distanciamento
negligente seria considerado intolerável.Os terceiros, porque perceberam que
não lhes faltaria clientela disposta a pagar o dobro ou o triplo só para
ficar perto dele. O objecto de desejo, já se percebeu, é o Parque da Cidade.
http://jn.sapo.pt/textos/out2034.asp

6.Metro vai tirar 300 mil passageiros à STCP
JN – país
Hugo Silva textos José Mota fotos

Presidente da STCP alerta que novo meio “não resolve todos os problemas de
mobilidade”
A”revolução” está em marcha e tem de ser implementada em “poucos meses”.
Juvenal Peneda, presidente da Sociedade dos Transportes Colectivos do Porto
(STCP), garante que em 2004 não haverá despedimentos e acrescenta que só
depois de haver nova rede (trabalho encomendado à Faculdade de Engenharia do
Porto) serão conhecidas as mudanças internas na empresa. [Jornal de
Notícias] O seu antecessor, Oliveira Marques, saiu em polémica e com alertas
à situação financeira.
http://jn.sapo.pt/textos/out2035.asp

7.Ovo e galinha da Trindade
JN – país
por jorge vilas jornalista

Câmara do Porto continua com a carcaça do edifício da pedreira nos braços
Há dias, Fernando Albuquerque, vereador do Pelouro das Actividades
Económicas da Câmara do Porto, disse aos jornalistas que o problema do
malfadado edifício da pedreira da Trindade estava em vias de solução: a mole
de cimento armado em vias de degradação iria ser transformada em hotel…
Dito isto no contexto da alegada falta de unidades daquele género na cidade,
a notícia tinha foros de sensação, tanto mais que essa seria uma das
alavancas a utilizar na tão reclamada revitalização da Baixa Portuense
http://jn.sapo.pt/textos/out2036.asp

8.Sindicato teme maior insegurança no aeroporto
Porto

O Sindicato dos Trabalhadores da Aviação e Aeroportos (SITAVA) teme que haja
um crescendo na insegurança no Aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto,
quando do Euro 2004. Por isso, pediu a intervenção da Inspecção-Geral do
Trabalho, que intimou a direcção do aeroporto a fazer obras de alteração.
Até hoje, nada.
http://jn.sapo.pt/textos/out2038.asp

9.Souto Moura será o responsável pela decoração “sóbria e funcional”
Interior das estações será comum
O Primeiro de Janeiro-porto
Enquanto em Lisboa cada estação do metropolitano tem características
próprias de decoração, no Porto a opção tomada foi exactamente a contrária.
O arquitecto Souto Moura deliciou a administração da Metro com um projecto
que reúne sobriedade e elegância.
As estações subterrâneas do Metro do Porto vão ter uma decoração interior
comum, concebida pelo arquitecto Souto Moura, revelou o presidente da
Comissão Executiva da empresa.
http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3&subsec=&id=a4d945774122580022b6bb79edfaa1c4

10.Câmara tenta despoluir rio Este
O Primeiro de Janeiro-regiões – Braga
Luís Moreira

Plano de Actividades para 2004 disponibiliza dois milhões de euros
Apesar de já ter um plano de reabilitação, o rio Este continua a sofrer
constantes agressões ambientais. Por isso, a Câmara de Braga vai investir
dois milhões de euros na sua despoluição. Os trabalhos de reconversão
começam já em 2004.
A Câmara de Braga vai investir dois milhões de euros na requalificação do
rio Este, durante o próximo ano. Os serviços do pelouro do Ambiente do
município referem, no Plano de Actividades para 2004, que a intervenção
ambiental vai ter em conta as conclusões do Plano de Reabilitação do Rio
Este, já encomendado há algum tempo e que, entretanto, sofreu algumas
alterações.

11.Investimento de 7,5 milhões de euros para evitar derrocada do
monumento.Fortaleza quatro anos em obras
O Primeiro de Janeiro-regiões – Valença do Minho
Vítor Pereira

A Fortaleza de Valença vai estar quatro anos em obras. Tudo para evitar a
derrocada de mais um monumento nacional. O investimento total está avaliado
em 7,5 milhões de euros. O autor do projecto de recuperação é Souto Moura.
Quatro anos é o tempo que deverão durar as obras de recuperação da fortaleza
de Valença, um monumento nacional que “ameaça derrocada”. Os trabalhos
arrancarão na próxima Primavera. O respectivo projecto, riscado pelo
arquitecto Souto Moura, já foi entregue à Câmara e será apresentado
publicamente este mês.
http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=artigo&sec=e4da3b7fbbce2345d7772b0674a318d5&subsec=b2eb7349035754953b57a32e2841bda5&id=c06685da3174c8e5562202dea93d48ee

12.Seis projectos apresentados privilegiam o peão em relação ao automóvel.
Centro histórico recuperado
O Primeiro de Janeiro – Regiões > Ovar
Ana Magalhães

Cerca de 580 mil euros é quanto vai custar a requalificação e reconversão do
Centro Histórico de Ovar. A prioridade será dada à circulação pedonal, com
os automóveis a serem convidados a ficarem à entrada ou a reduzirem a
velocidade quando passarem no centro.
Passado uma semana de ruas estarem cortadas ao trânsito no centro da cidade
e de terem sido colocadas grades à volta de certas estruturas, Armando
França, presidente da Câmara Municipal de Ovar, explicou aos vareiros os
objectivos das escavadoras já em marcha. “Não é uma intervenção casuística
nem pontual, mas estrategicamente orientada para a requalificação urbana”,
referiu. Na prática, o Centro Histórico da cidade vai ganhar uma cara nova,
com o automóvel a ser secundário e a circulação pedonal a ganhar lugar de
destaque. Orçados em cerca de 580 mil euros, os seis projectos apresentados
vão ser financiados 30 por
cento pela Urbcom, sendo o restante suportado pela autarquia.

INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresentou-se o sumário e/ou resumos de notícias de interesse
urbanístico/ambiental publicadas na edição electrónica do Jornal de
Notícias
e do Público Local Porto e Minho, em 24de Novembro de 2003.

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito
específico
são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste, basicamente entre o
Vouga e o Minho. Em «Fora do Noroeste» (só ocasionalmente), podem
inserir-se
notícias de outras regiões que possam apresentar interesse como exemplo
negativo ou positivo para situações equivalentes no Noroeste.

Selecção hoje feita por Alexandre Bahia

Para os textos integrais consultar:

http://jornal.publico.pt/publico/2003/12/01/indice.html

http://jn.sapo.pt/eddia/eddia2.asp

http://www.oprimeirodejaneiro.pt

ou as respectivas edições em papel.

>
>

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Para difundir mensagens escreva para: pned@egroups.com

Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogroups.com e com o corpo da mensagem vazio.

Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@egroups.com

Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@egroups.com

Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

http://www.egroups.com/group/pned

Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Seu uso do Yahoo! Grupos é sujeito às regras descritas em: http://br.yahoo.com/info/utos.html

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário