• Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto

[PNED] infoPNED 13.10.2003

> Para desligar-se/religar-se ou para ler as mensagens em modo pagina
> > net veja informacoes no rodape da mensagem.
> >
> > O arquivo desta lista desde o seu inicio e acessivel atraves de
> > http://groups.yahoo.com/group/pned/
> >
> > Novidade experimental: oprimeirodejaneiro.pt
>
> > Segunda-feira, 13 de Outubro de 2003
> >
> > INDICE
> >
> 1.Arranjo do nó da Arrábida foi anulado pela Câmara
> 2.Proposta mais cara que previsto O processo da remodelação do nó de
> Arrábida
> 3.As megapolémicas Do CCB, em Lisboa, à implosão da Casa da Música, no
> Porto, com o “El Corte Inglés
> 4. Conclusão das obras do Polis em risco Matosinhos
> 5. Estádio do Salgueiros passou a zona de pesca
> 6.Jardins de cruzes na cidade como nos filmes americanos
> 7.Agricultores de Fonte Boa com melhores acessos
> 8.Ainda a Marina da Barra
> 9.Fermentões projecta aldeia para idosos e crianças
> 10.Nova biblioteca nasce em Arco do Baúlhe
> 11. Fábrica da Vista Alegre quer ser o primeiro destino cultural do
distrito
> 12.Paraíso de Pitões das Júnias sem licença para construir
> 13. Paredes atrasam mercado Manuel Firmino
> 14.Governo Adiou Construção de Molhes na Barra de Esposende
> 15.Quatro Mil Escuteiros do Baixo Minho Concentraram-se em Braga
> 16.Comunistas Responsabilizam Autarquias por Poluição do Rio Homem
> 17.Projecto dará a conhecer variedade da serra de Santa Justa, em Valongo
> 18.Saneamento na Trofa
> 19.Processo com dois anos está a um passo do final, Área de Paisagem
> Protegida, da serra de Santa Justa
> 20.Presidente da Câmara continua a defender a prioridade na ligação
> Porto/Vigo
> Rio apreensivo com linha do TGV
> 21. A espera do património
> 22. Assembleia municipal recebeu a visita da Comissão Cívica da Biblioteca
>
>
> 1.
> JN – Grande Porto
> Arranjo do nó da Arrábida foi anulado pela Câmara
>
> recuo Autarquia lançou o concurso público em Julho de 1999 e, volvidos
> quatro anos, decidiu não adjudicar a obra Demora obrigaria a pagar mais de
> 474 mil euros ao empreiteiro escolhido
> Há mais de quatro anos que os gaienses esperam pela remodelação do nó da
> Arrábida. O concurso público foi lançado em Julho de 1999 e a Câmara de
Gaia
> chegou a escolher o consórcio Jaime Ribeiro & Filhos/Contacto para
executar
> a intervenção. Mas, em final do mês passado, decidiu anulá-lo.
> José Carmo Carla Sofia Luz
> http://jn.sapo.pt/eddia/grporto.asp
>
> 2.
> JN – Grande Porto
> Proposta mais cara que previsto
>
> O processo da remodelação do nó de Arrábida remonta a 20 de Abril de 1999.
> Então, a Câmara de Gaia aprovou o projecto de execução da obra para, em 16
> de Julho desse ano, abrir o concurso público com o preço base de 2,19
> milhões de euros. Apenas quatro empresas concorreram e a proposta do
> consórcio Jaime Ribeiro & Filhos/Contacto saiu vencedora. No entanto, o
> valor (2,78 mi-lhões de euros) excedia em 594 mil euros o preço base do
> concurso. De 1999 até agora, não houve mais evoluções. No passado mês, e
> tendo em conta a obrigação de fazer a revisão de preços em caso de
> adjudicação, a proposta da Direcção Municipal de Obras e Equipamentos
> Municipais, aprovada pelo Executivo, lembra que seria “ilegal” en- tregar
a
> obra ao consórcio escolhido, uma vez que o seu projecto ultrapassava em
27%
> o preço base do concurso de 2,19 milhões de euros.
> http://jn.sapo.pt/eddia/grporto.asp
>
> 3.
> JN – Grande Porto
> As megapolémicas
>
> Do CCB, em Lisboa, à implosão da Casa da Música, no Porto, com o “El Corte
> Inglés”, em Gaia
> Devem estar lembrados da megapolémica que se instalou no país por causa da
> construção do Centro Cultural de Belém. Desejoso de marcar o facto de
> Portugal ir assumir pela primeira vez a presidência da CEE, o Governo do
> prof. Cavaco Silva deliberou construir algo que simbolizasse a nossa
> “entrada” na Europa.
> por Jorge Vilas, jornalista
> http://jn.sapo.pt/eddia/grporto.asp
>
> 4.
> JN – Grande Porto -Matosinhos
> Conclusão das obras do Polis em risco
>
> Narciso Miranda alerta para o facto de várias empreitadas ainda não terem
> avançado na marginal
> Narciso Miranda teme que algumas das obras de requalificação da marginal
de
> Matosinhos não estejam concluídas até 31 de Dezembro de 2004, a data da
> extinção da Sociedade Polis, entidade encarregue das empreitadas. “Já só
> faltam 15 meses. É muito pouco tempopara uma série de projectos que já
> deviam ter avançado”, afirmou o presidente da autarquia.
> Estádio do Salgueiros passou a zona de pesca
> artur machado Nuno Silva
> http://jn.sapo.pt/eddia/grporto.asp
>
> 5.
> JN – Grande Porto
> Estádio do Salgueiros passou a zona de pesca
>
> “Olha, mais um”. Com o cigarro ao canto da boca, José Félix, 58 anos, puxa
a
> cana e tira o pimpão, que esperneia, preso ao anzol. Atira-o para a rede e
> volta a lançar a linha para as águas turvas do lago em que se transformou
o
> terreno do futuro estádio do Salgueiros, em Paranhos. Na margem, dezenas
de
> pessoas de cana na mão tentam a sorte. É um passatempo “que ajuda a
acalmar
> os nervos”, dizem. Ao final do dia levam para casa os baldes cheios de
> peixe. “30, 40, é conforme”. O destino são aquários ou lagos, mas a
fartura
> é tanta que até há quem os venda na Feira da Vandoma. O cenário é
> surpreendente.
> leonel de Castro Inês Schreck
> http://jn.sapo.pt/eddia/grporto.asp
>
> 6.
> JN – Grande Porto
> Jardins de cruzes na cidade como nos filmes americanos
>
> Um cemitério feito de longo relvado, entrecortado por cruzes. Não é o
> cenário de um filme americano, mas uma imagem futura do Cemitério do Prado
> de Repouso, no Porto. “Há muitas pessoas que não gostam dos cemitérios
> devido ao peso dos jazigos e das mármores. A tradição anglo-saxónica é
> interessante e vamos tentar reproduzi-la no Prado do Repouso”, refere o
> vereador Rui Sá, lembrando que será aproveitado um talhão de jazigos
> abandonados (que serão demolidos) para criar a área de relvado e dar uma
> alternativa aos portuenses.
> http://jn.sapo.pt/eddia/grporto.asp
>
> 7.
> JN – país – Esposende
> Agricultores de Fonte Boa com melhores acessos
>
> Cerca de 84 mil euros é o valor da empreitada que a Câmara de Esposende
> acaba de lançar a concurso. A obra visa beneficiar o caminho agrícola de
> Girão, na freguesia de Fonte Nova. O caminho é estreito e não está
> pavimentado.
> http://jn.sapo.pt/eddia/nortsul.asp
>
>
> 8.
> JN – país
> Ainda a Marina da Barra
>
> Caro amigo Carlos Borrego, gostaria de o esclarecer sobre alguns aspectos
do
> projecto
> Meu caro amigo Carlos Borrego: no seu artigo de opinião publicado no JN de
2
> de Outubro, o Sr. Professor, revelou um certo desconhecimento do dossier.
Se
> me permite gostaria de contribuir para esclarecer e corrigir sobre alguns
> aspectos de natureza mais técnica. Concretizemos
> por Eduardo Gomes Administrador da Sociedade de Desenvolvimento e
Exploração
> da Marina da Barra
> http://jn.sapo.pt/eddia/nortsul.asp
>
> 9.
> JN – país – Guimarães
> Fermentões projecta aldeia para idosos e crianças
>
> A Casa do Povo de Fermentões, Guimarães, quer construir um aldeamento, em
> condomínio fechado, para juntar, no mesmo local, idosos e crianças de
risco.
> Por agora, trata-se apenas de um projecto, mas a instituição diz-se
> empenhada na sua implementação a breveprazo. O primeiro passo é a
negociação
> com o proprietário dos terrenos circundantes das actuais instalações da
Casa
> do Povo, uma instituição particular de solidariedade social, com valências
> na área da terceira idade e infância, que está a comemorar 25 anos
> Joaquim Forte
> http://jn.sapo.pt/eddia/nortsul.asp
>
> 10.
> JN – país Cabeceiras
> Nova biblioteca nasce em Arco do Baúlhe
>
> A Câmara de Cabeceiras de Basto acaba de abrir o concurso para a
construção
> da biblioteca municipal, em Arco de Baúlhe. A obra tem um preço base de
> 918.608,14 euros e deverá estar concluída 400 dias após o seu início.
> Novos recintos de lazer e para a Feira dos Treze
> P.V-C.
> http://jn.sapo.pt/eddia/nortsul.asp
>
> 11.
> JN – país Íhavo
> vista alegre Empresa e Câmara inauguraram parque para 400 carros
>
> Fábrica da Vista Alegre quer ser o primeiro destino cultural do distrito
> O município de Ílhavo, representado pelo presidente Ribau Esteves, e a
> fábrica de porcelanas de Vista Alegre inauguraram, ontem, um parque
> desportivo, um no-vo recinto para a Feira dos 13 e um parque de
> estacionamento para 400 automóveis, além de uma nova ligação à EN 109 e um
> parque de lazer renovado Trata-se de um conjunto de infra-estruturas e
> melhoramentos que resulta de uma parceria, estabelecida entre a Câmara e a
> fábrica de porcelanas da Vista Alegre , há cerca de dois anos, e que, numa
> segunda fase, ainda em estudo e negociação, abrangerá a requalificação
> José Carlos Maximino
> http://jn.sapo.pt/eddia/nortsul.asp
>
>
> 12.
> JN – país, Montalegre
> Paraíso de Pitões das Júnias sem licença para construir
>
> entraves Proprietários que adquiriram terrenos em hasta pública com
> dificuldades em identificá-los População da aldeia está pouco receptiva em
> ajudar os futuros vizinhos
> A beleza agreste da sua cascata, a história do seu mosteiro e o encanto do
> apinhado de casas em granito espaldadas pelo Gerês fazem da aldeia de
Pitões
> das Júnias um dos destinos turísticos mais apetecidos do concelho de
> Montalegre. Ter uma casa neste paraísotornou-se, por isso, um sonho. Há
> cerca de um ano, o Estado pôs à venda, em hasta pública, seis terrenos ali
> penhorados por impostos em dívida. À repartição de Finanças de Montalegre
> chegou uma centena de propostas escritas de compra.
> Margarida Luzio
> http://jn.sapo.pt/eddia/nortsul.asp
>
> 13.
> JN – país, Aveiro
> Paredes atrasam mercado
>
> obra parada Estrutura do Manuel Firmino estava desfeita e a cobertura em
> ruínas Mau estado do edifício obriga a Câmara e o empreiteiro a
reavaliarem
> o processo
> As obras de recuperação do mercado Manuel Firmino encontram-se paradas
desde
> meados de Setembro devido a problemas técnicos que se prendem com o mau
> estado das paredes e da cobertura metálica. “Quando se começou a lascar as
> paredes verificaram-se alguns problemas com o material”, admitiu, ao JN, o
> presidente da Câmara, Alberto Souto, anunciando que a situação está a ser
> reavaliada. O vereador Domingos Cerqueira vai mais longe.
> José Carlos Maximino*
> http://jn.sapo.pt/eddia/nortsul.asp
>
>
>
> 14.
> Público – Local Minho
> Governo Adiou Construção de Molhes na Barra de Esposende
>
> O Ministério do Ambiente (MA) anulou o Estudo de Impacte Ambiental (EIA)
> relativo à obra de regularização da barra de Esposende, na foz do rio
> Cávado, uma decisão que provocou um novo adiamento na resolução de um
> problema que vem sendo denunciado pelos pescadores desde há mais de 50
anos.
> Por FRANCISCO FONSECA
> http://jornal.publico.pt/publico/2003/10/13/LocalMinho/index.html
>
> 15.
> Público – Local Minho
> Quatro Mil Escuteiros do Baixo Minho Concentraram-se em Braga
>
> O lenço enrolado ao pescoço. As meias grossas até ao joelho. A camisa azul
> ou castanha com os dois bolsos. O inconfundível chapéu. O olhar
aventureiro.
> Foram quatro milhares os escuteiros do Baixo Minho que ontem se deslocaram
à
> cripta do Sameiro, em Braga, para comemorar a abertura de mais um ano
> escutista.
> Por NUNO PASSOS
> http://jornal.publico.pt/publico/2003/10/13/LocalMinho/index.html
>
> 16.
> Público – Local Minho
> Comunistas Responsabilizam Autarquias por Poluição do Rio Homem
>
> O PCP de Amares e Vila Verde responsabilizaram as Câmaras de Terras do
> Bouro, Vila Verde e Amares por terem permitido as construções que
constituem
> os maiores focos de poluição do rio Homem.
> Por ISABEL GERALDES FREIRE
> http://jornal.publico.pt/publico/2003/10/13/LocalMinho/index.html
>
>
> 17.
> O Primeiro de Janeiro – Porto
> Projecto dará a conhecer variedade da serra de Santa Justa, em Valongo
>
> Centro Ambiental abre em Novembro
> Tal como outros concelhos da Área Metropolitana, Valongo vai dispor de um
> Centro de Interpretação Ambiental. Com abertura prevista para o próximo
mês,
> a estrutura servirá para mostrar as potencialidades da serra de Santa
Justa,
> o pulmão do concelho.
>
http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=tema&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3
>
> 18.
> O Primeiro de Janeiro – Vila de Coronado
> Saneamento na Trofa
>
> A Câmara Municipal da Trofa lança hoje, às 10 horas, a primeira pedra das
> obras de saneamento e de abastecimento de água na Vila do Coronado
> (constituída pelas freguesias de S. Romão e S. Mamede do Coronado).
>
http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=tema&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3
>
> 19.
> O Primeiro de Janeiro – Porto
> Processo com dois anos está a um passo do final. Área de Paisagem
Protegida
>
> A serra de Santa Justa será classificada Área de Paisagem Protegida muito
> brevemente. Após cerca de dois anos a aguardar por uma resposta positiva,
a
> Câmara de Valongo poderá receber a certificação do seu ex-libris natural a
> qualquer momento.
>
http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=tema&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3
>
>
> 20.
> O Primeiro de Janeiro – Porto
> Presidente da Câmara continua a defender a prioridade na ligação
Porto/Vigo
> Rio apreensivo com linha do TGV
>
> O projecto ainda não foi assumido pelo Governo, mas Rui Rio admite estar
> preocupado com a hipótese da ligação do Comboio de Alta Velocidade não ser
> feita através de Vigo. O socialista Jorge Coelho vai mais longe e garante
> que a ligação até já podia estar a ser construída.
>
http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=tema&sec=eccbc87e4b5ce2fe28308fd9f2a7baf3
>
>
> 21.
> O Primeiro de Janeiro – Gaia
> A espera do património
>
> As obras de reconversão em alguns edifícios municipais já se arrastam há
> alguns anos. Casos como o do Solar do Conde de Resende, Galerias Diogo de
> Macedo ou até a antiga Fábrica das Devesas são exemplos que, segundo o
> executivo camarário, vão ser rentabilizados muito em breve.
>
http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=tema&sec=6364d3f0f495b6ab9dcf8d3b5c6e0b01
>
> 22.
> O Primeiro de Janeiro – Espinho
> Assembleia municipal recebeu a visita da Comissão Cívica da Biblioteca
>
> “Não a um projecto minimal”
> A última sessão da assembleia municipal ficou marcada pela intervenção do
> público, na voz da Comissão Cívica Pró-Nova Biblioteca. A visita ao
plenário
> serviu para esclarecerem algumas dúvidas. Outro dos temas foi o início do
> ano lectivo que, para o PSD, começou com deficiências.
> Ver Noticia»»
>
http://www.oprimeirodejaneiro.pt/?op=tema&sec=1c383cd30b7c298ab50293adfecb7b18
>
>
> >
> >
> > INFORMACAO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:
> >
> > Acima apresentou-se o sumario e/ou resumos de noticias de interesse
> > urbanistico/ambiental publicadas na edicao electronica do Jornal de
> Noticias
> >, de O Primeiro de Janeiro e do Público, Local Porto e Local Minho.
> >
> > Esta lista foi criada e e animada pela associacao Campo Aberto, e esta
> > aberta a todos os interessados socios ou nao socios. O seu ambito
> especifico
> > sao as questoes urbanisticas e ambientais do Noroeste, basicamente entre
o
> > Vouga e o Minho. Em «Fora do Noroeste» (so ocasionalmente), podem
> inserir-se noticias de outras regioes que possam apresentar interesse como
> exemplo
> > negativo ou positivo para situacoes equivalentes no Noroeste.
> >
> > Selecção hoje feita por Alexandre Bahia
> > Para os textos integrais consultar:
> >
> > http://jn.sapo.pt/eddia/eddia2.asp
> >
> http://jornal.publico.pt/publico/2003/10/13/indice.html
>
> http://www.oprimeirodejaneiro.pt
>
> > ou as respectivas edições em papel.
> >
> >
> >
> >
> >
>

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Para difundir mensagens escreva para: pned@egroups.com

Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogroups.com e com o corpo da mensagem vazio.

Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@egroups.com

Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@egroups.com

Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

http://www.egroups.com/group/pned

Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Seu uso do Yahoo! Grupos é sujeito às regras descritas em: http://br.yahoo.com/info/utos.html

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário