• Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============
Para contactar esta lista, ver informacoes no final da mensagem.

infoPNED – Terça-feira, 19 de Agosto de 2003

PÚBLICO
Local Minho

1.Público Espaço Público

Apagar Fogos
Por EDUARDO DÂMASO Com o país a arder e muitos portugueses mais idosos a
morrerem nos hospitais devido ao agravamento da sua saúde por causa da vaga de
calor o Governo deixou bem a nu todas as suas fragilidades na gestão deste tipo
de crises. Não soube prever, não foi capaz de preparar-se nem técnica nem
politicamente, não deu respostas ou as que deu foram insuficientes, com
magríssimas excepções.

2.Público Sociedade

Nova Árvore de Crescimento Rápido Pode Vir para Portugal
Por RICARDO GARCIA
O Governo está a estudar um pedido para a plantação, em Portugal, de um novo
tipo de árvore que cresce tão ou mais rápido quanto o eucalipto. A árvore, um
híbrido de duas espécies da paulónia – uma planta originária da Ásia – irá
servir sobretudo para a produção de madeira. Mas a sua fibra também pode ser
utilizada na fabricação de pasta de papel.

3.Público Sociedade

Três Plantas Problemáticas
Terça-feira, 19 de Agosto de 2003
Acácia – A acácia foi introduzida no país há cerca de cem anos, pelos serviços
florestais, com o objectivo de fixar dunas e recuperar solos. Hoje, é uma praga
que compete com espécies florestais nativas. Depois de um incêndio florestal
numa área onde haja acácias por perto, as sementes desta planta são as primeiras
a brotar, ocupando o espaço das espécies que antes lá estavam. A Universidade de
Coimbra tem um projecto para testar a utilização de uma espécie exótica de
insecto para controlar a proliferação da acácia – que está legalmente
classificada como planta invasora.
Incenso – O incenso é uma das muitas plantas infestantes do arquipélago dos
Açores. A árvore foi introduzida para a produção de madeira para sebes mas, tal
como em muitos outros pontos do mundo, transformou-se numa praga difícil de
controlar. Transportadas por aves, as sementes do incenso facilmente
dispersam-se. A planta acaba por impedir que outras espécies florestais vinguem,
reduzindo a diversidade biológica da área onde se instala. Tal como as acácias,
o incenso também é oficialmente considerado como planta invasora.
Eucaliptos – O eucalipto não é uma planta invasora, ou seja, não se espalha
incontroladamente, como as acácias ou o incenso. Embora existente em Portugal
desde o final do século passado, só na década de 1980 é que as plantações
industriais de eucaliptos se expandiram em força. Inicialmente, esta expansão
foi feita sem qualquer controlo, com árvores plantadas em qualquer lugar, mesmo
em áreas onde a espécie não se dava bem. O eucalipto acabou por se tornar na
mais polemizada espécie exótica de árvore do país.

4. Público Ciências

Investigadores Analisam Resíduos das Minas de Urânio Portuguesas
Por ANA MACHADO
Com o fim da exploração de urânio em Portugal, em 2001, ficaram desprotegidos os
resíduos acumulados desde 1912, quando teve início a extracção e tratamento
químico deste metal radioactivo.

5. Público Local, Porto

Nova Cantina, Residência e Estacionamento para a Faculdade de Letras
Por LUÍSA PINTO
A Universidade do Porto está a construir uma nova cantina, residência e parque
de estacionamento junto à Faculdade de Letras, respondendo desta forma a algumas
das necessidades mais sentidas pela comunidade daquela escola, que integra o
Pólo Universitário do Campo Alegre (Pólo III) .

6. Público Local, Maia

Aeródromo da Maia Fica Remodelado no Final do Ano
Por MARGARIDA GOMES
As questões técnicas a que terá de obedecer o projecto do futuro heliporto que
será construído no aeródromo da Maia para permitir a utilização daquela base por
helicópteros do Instituto Nacional de Emergência Médica foram ontem debatidas,
em Lisboa, numa reunião que juntou a Câmara da Maia, representantes do INEM e do
Instituto Nacional de Aviação Civil, a entidade que em Portugal certifica todas
as infraestruturas de aeronáutica para operadores aéreos.

7. Público Local Minho

Minho contraria desinteresse geral dos autarcas pela possibilidade de associação
entre freguesias
Por ABEL COENTRÃO
Os presidentes de junta parecem pouco sensibilizados para a possibilidade de se
juntarem aos vizinhos em associações de freguesia, entidades com atribuições que
as localidades, por si só, não conseguem muitas vezes cumprir.

8. Público Local Minho

Câmara de Famalicão Disponível para Apoiar Concelhos Afectados Pelos Incêndios.
Por VICTOR FERREIRA
A Câmara Municipal de Famalicão aprovou ontem, durante a reunião do executivo
camarário, um voto de pesar pelas mortes que resultaram dos incêndios florestais
no país, assumindo, igualmente, a sua disponibilidade para “dentro do quadro
legal, apoiar materialmente” os municípios afectados na tarefa de “reconstrução
das zonas de domínio público” destruídas pelas chamas.

9. Público Local Minho

Variante Sul de Apúlia Inaugurada Hoje
Por ISABEL FREIRE
A inauguração formal da nova variante sul de Apúlia – que ligará o IC1 e a
Estrada Nacional 13 à zona das praias – será um dos pontos fortes das
celebrações do dia da cidade de Esposende e dos dez anos da sua elevação a
município.

JORNAL DE NOTÍCIAS

1.JN grande Porto , Matosinhos

Brincando com letras em braille
Elisabete Correia
No âmbito da iniciativa “Bibliotecas de Praia de Matosinhos”, irá realizar-se,
hoje e na próxima sexta-feira, um ateliê que tem por tema “Os cegos, a escrita e
a leitura”. A actividade terá lugar na Praia da Memória e na Praia do Titan,
respectivamente, por volta das 14.30 horas. A iniciativa tem por objectivo dar a
conhecer a realidade dos deficientes invisuais na nossa sociedade. Entre outras
coisas, será apresentada a biografia de Louis Braille, criador do sistema
braille, um alfabeto que permite que através do toque dos dedos, os invisuais
leiam e tenham acesso à informação. Serão ainda demonstrados alguns dos
equipamentos e documentos de Braille, que estas pessoas têm ao seu dispôr.

2. JN grande Porto, Areosa

Famílias romenas ocupam antiga escola da Areosa

Porto queixas várias dezenas de imigrantes estão acampados no espaço educativo
desactivado há cinco anos vizinhos reclamam da sujidade e identificam-nos como
os pedintes dos semáforos
Inês Schreck
Os muros de betão que em tempos envolviam a antiga Escola C+S da Areosa escondem
um acampamento onde vivem dezenas de imigrantes de origem romena. Dizem estar há
dois anos em Portugal e ocupar o espaço, desactivado há cerca de cinco anos, há
pelo menos oito meses. Vivem em tendas, carrinhas e caravanas e sobrevivem com
os trocos que amealham nos semáforos da cidade. Garantem que ali não incomodam
ninguém, mas a vizinhança não tem a mesma opinião.

3. JN grande Porto, Gondomar

Novo centro de saúde para 35 mil utentes
Gondomar obra câmara lançou concurso público para construção do equipamento em
Rio Tinto intervenção arranca em novembro e custará 1,4 milhões
Carla Sofia Luz
As exíguas instalações do Centro de Saúde de Rio Tinto, em Gondomar, vão ser
substituídas, no final do próximo ano. O concurso público para a construção do
equipamento foi lançado este mês, pela Câmara Municipal de Gondomar e, em
Novembro, devem iniciar-se os trabalhos. 6. JN grande Porto
Bairro histórico convertido em sala de chuto ao ar livre.

4. JN grande Porto, Matosinhos

Qualidade de habitação social do Telheiro premiada pelo INH
Matosinhos distinção empreendimento da câmara, em S. Mamede de infesta,
galardoado na categoria de promoção municipal elogiada a simplicidade e a
articulação da obra com a envolvente
Nuno Silva
O Conjunto Habitacional do Telheiro, em S. Mamede de Infesta, Matosinhos, foi um
dos distinguidos do Prémio Instituto Nacional de Habitação (INH) 2003. A
qualidade do empreendimento da Câmara de Matosinhos, cujo projectista
coordenador foi o arquitecto Manuel Correia Fernandes , foi reconhecida na
categoria Promoção Municipal, entre 23 candidatos.

5. JN grande Porto, Matosinhos

Transportes escolares e refeições gratuitas
Câmara municipal preocupada em adaptar comunidade escolar com os desafios da
sociedade moderna
A Câmara Municipal de Matosinhos vai assegurar transportes escolares gratuitos a
cerca de mil alunos por mês, no próximo ano lectivo, numa acção direccionada a
estudantes do Ensino Básico carenciados e deficientes. A iniciativa, que implica
um investimento na ordem dos 365 mil euros, é dirigida aos alunos carenciados
residentes a mais de três quilómetros da escola e ,também, a alunos deficientes
que frequentem quer escolas oficiais quer particulares.

6. JN País Vila Nova de Cerveira

Água e saneamento básico levam um milhão de euros
Investimento trabalhos estarão concluídos no início de 2004
A Câmara Municipal de Vila Nova de Cerveira está a investir um milhão de euros
nas redes de água e saneamento básico. Os trabalhos arrancaram em Março passado,
numa extensão de quatro quilómetros.

7. JN País Ílhavo

Mais de seis mil euros para as vítimas dos fogos
Solidariedade desfile nocturno na ria, frente à marginal da costa nova, reuniu
meia centena de barcos à vela
José Carlos Maximino
Mais de seis mil de euros foi a quantia que o Clube de Vela da Costa Nova (CVCN)
conseguiu angariar, no último fim-de-semana, no âmbito de uma campanha de apoio
às vítimas dos incêndios florestais, que devastaram o país nas últimas semanas.

8. JN País

Selvas e destinos de betão
por mário contumélias sociólogo

Urbanizações sem infra-estruturas produzem cidadãos fechados em casa e em
si mesmos

A urbanização que se vai fazendo nas nossas cidades parece, com uma
desagradável regularidade, fruto de um equívoco ou de ausência de
responsabilidade. Com frequência, as construções avançam, os prédios nascem, os
apartamentos são colocados à venda, comprados e habitados, como uma sequência
natural que ninguém questiona. Mesmo que, à volta dos novos edifícios, tudo o
mais esteja por fazer, e faltem as estruturas de apoio, os jardins, os espaços
sociais.

9. JN País, Minho

Setembro seco poderá ser infernal nas matas distritais
Fafe foi o concelho mais castigado pelas chamas até ontem, e Guimarães aquele
que registou mais deflagrações festas e romarias causaram muito menos incêndios
este ano
Elmano Madail
Enquanto o Centro e o Sul do País contabilizam os prejuízos legados pelas
chamas, o distrito de Braga continua em alerta máximo, até porque se avizinha a
época crítica dos incêndios, quando a secura dos terrenos tornar a mata propícia
à deflagração.

9. JN País, Apúlia

Variante da Apúlia melhora acessos à vila e ao IC1
Esposende trânsito nova via permitirá mais fluidez na ligação porto-viana e
descongestionará trânsito na vila obra custou 1,25 milhões de euros e é
inaugurada hoje pelo ministro marques mendes
Manuel Vitorino
Anova variante sul da Apúlia, prometida e projectada há vários anos, será hoje
formalmente inaugurada com a pompa devida à circunstância. O ministro Marques
Mendes apadrinha a cerimónia e a Câmara , dirigida pelo social-democrata João
Cepa, integrou-a no Dia da Cidade e do Município. À noite, junto ao parque
radical, haverá fogo-de-artifício. A festa promete. São, apenas, 1,7 quilómetros
e a empreitada demorou um ano a executar. Os automoblistas já circulam por lá,
mas a sinalização ainda não foi montada.

INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresentou-se o sumário e/ou resumos de notícias de interesse
urbanístico/ambiental publicadas na edição electrónica do JN e do
Público Local Porto e Minho, em 19 de Agosto de 2003.

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito
específico são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste,
basicamente entre o Vouga e o Minho.

Selecção hoje feita por Alexandre Bahia

Para os textos integrais consultar:

http://jn.sapo.pt/eddia/eddia3.asp

http://jornal.publico.pt/publico/2003/08/19/indice.html

ou as respectivas edições em papel.

PNED = Porto e Noroeste em Debate

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Para difundir mensagens escreva para: pned@egroups.com

Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para:
pned-subscribe@yahoogroups.com e com o corpo da mensagem vazio.

Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe
PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@egroups.com

Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a:
pned-owner@egroups.com

Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas
mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

http://www.egroups.com/group/pned

Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário