• Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto
  • Jun : 15 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação

[PNED] 6 Agosto INFO
(Para qualquer problema com esta lista, ver informações no final do texto e
instruções no rodapé da mensagem)

Terça-feira, 6 de Agosto de 2003
Selecção hoje feita por JCMarques

JN

1. Porto: Imóvel degradado “deu à luz” Casa das Mães

N.S.
A Casa das Mães, o mais recente equipamento ao serviço da Maternidade Júlio
Dinis, no Porto, entrará em funcionamento a partir da próxima semana. O
edifício, situado no nº 8 do Largo de Alexandre Sá Pinto, junto à Rua da
Torrinha, está apto a acolher as mães que necessitem de acompanhar mais de
perto os seus bebés, nos casos em que estes estejam internados por
apresentarem uma situação clínica mais complexa ou terem nascido
prematuramente. Tratava-se de um imóvel devoluto em ruína que, graças às
obras de requalificação, dispõe, agora, de cinco camas, entre outras
divisões, em jeito de residencial. As instalações foram apresentadas, ontem,
pelo director da maternidade, Strecht Monteiro, ao presidente da ARS/Norte,
Avides Moreira, e ao governador civil do Porto, Manuel Moreira.

2. Senhora da Hora: Metro fala muito alto e perturba moradores

Sistema sonoro da estação da Avenida Vasco da Gama não deixa dormir os
vizinhos Áreas residenciais sofrem com informações
Hugo Silva

“Estimado cliente. O próximo veículo terá como destino a estação da Trindade
e chegará ao cais dentro de momentos”. A mensagem, debitada sempre que um
veículo do Metro se aproxima das estações, em ambos os sentidos, está a
levar ao desespero moradores da Avenida Vasco da Gama, na Senhora da Hora
(Matosinhos). Com uma plataforma de embarque instalada a escassos metros dos
prédios onde habitam, há residentes que lamentam o facto do sistema sonoro
do Metro funcionar como despertador… mesmo durante os fins-de-semana,
quando se espera dormir até mais tarde.

3. Gaia: Obras prejudicam comércio

Comerciantes da Rua de Cândido dos Reis criticam escolha do mês de Agosto
para avançar com a requalificação Prometem expor o seu desagrado em reunião
de Câmara
Elisabete Correia

As obras de reabilitação da Rua de Cândido dos Reis, em Gaia, começaram na
passada sexta-feira, o que provocou uma onda de insatisfação junto dos
comerciantes que possuem estabelecimentos na artéria. Todos são unânimes
quanto à necessidade de se fazer obras na rua, mas criticam a altura
escolhida pela Câmara Municipal, dado que Agosto é sinónimo de época alta de
vendas. Queixam-se, ainda, de apenas terem sido informados desta data com
pouco tempo de antecedência.

4. Vila do Conde: Polis explicado à população

exposição É possível observar, através de maquetas e CD-Rom, os planos de
intervenção
C.S.

Os projectos que integram o Programa Polis em Vila do Conde estão desde o
passado fim-de-semana em exposição nos jardins da avenida Júlio Graça, junto
ao recinto do Feira de Artesanato. Uma série de maquetas, filmes em CD-Rom e
fotografias que documentam asvárias empreitadas previstas para a zona de
intervenção. A Sociedade Polis local editou uma revista, cujo conteúdo
apresenta as linhas gerais do programa, que, segundo o presidente da Câmara,
Mário de Almeida, “vai renovar de uma forma extraordinariamente positiva a
cidade”. A primeira obra do Polis, o Parque Urbano das Caxinas, da autoria
de Siza Vieira, começou há cerca de dois meses.

5. Espinho: PSD agradece a Carmona enterramento da linha

Natacha Palma
O ministro das Obras Públicas, Transportes e Habitação, Carmona Rodrigues,
admitiu, anteontem à noite, em Espinho, que o enterramento da linha férrea
não vai beneficiar em nada os utentes da Linha do Norte. “Só a população de
Espinho sairá beneficiada”, afirmou o ministro, que acrescentou, por outro
lado, que aquela obra, que irá custar aos cofres do Estado e da REFER cerca
de 40 milhões de euros, representará um “acto de justiça para com um
conjunto de expectativas criado há muitos anos que nunca teve resposta”.

6. Vila do Conde: Rendas certificadas

Arte de Bilros será dos primeiros produtos artesanais a serem reconhecidos
no país Projecto estende-se a outras regiões no próximo mês
Céu Salazar

As rendas de bilros de Vila do Conde serão um dos primeiros produtos
artesanais a ser reconhecido em Portugal. Com o apoio da Comissão de
Coordenação da Região Norte e a supervisão do Programa para a Promoção dos
Ofícios e das Microempresas Artesanais (PPART), está a ser desenvolvido um
projecto-piloto que visa a certificação das rendas como produto artesanal
típico de Vila do Conde, que serão incluídas no futuro Sistema Nacional de
Certificação de Produtos Artesanais.

7. Porto: “Vende-se, contactar telef…”
por gomes fernandes arquitecto

Mercado imobiliário em transformação: há mais de 100 mil casas prontas e sem
comprador

O Conselho de Ministros realizado no Porto, na passada semana, aprovou a
criação das “Sociedades de Reabilitação urbana”, destinadas a intervir nas
zonas centrais das cidades do Porto, Coimbra e Lisboa, porventura noutras se
o modelo vier a colher resultados positivos.

8. Viseu: Crónica de guerra anunciada

por Carlos Vieira e Castro Dirigente do Núcleo de Viseu da Associação Olho
Vivo Os planos estavam há dois anos na gaveta mas ainda lá continuam e
continuarão

O país está em estado de choque. Como se tivéssemos sido atacados de
surpresa por um inimigo inimaginável que está a arrasar Portugal. Chora-se
de dor e de raiva. Os portugueses resistem, debalde, de balde na mão. Os
soldados sentem-se impotentes perante a ofensiva feroz do inimigo. Muito
voluntarismo. Muito heroísmo. Pouco profissionalismo. Só 5% tem formação
específica para lutar em campo aberto. Assume-se mal a manifesta falta de
coordenação, tanto a nível nacional como no terreno.

9. Barcelos: Feira de artesanato encerra com expectativas superadas

Concorrência de Vila do Conde não afastou visitantes
Liliana Rodrigues

Afinal, a concorrência da feira de artesanato da vizinha Vila do Conde não
foi suficiente para espantar os visitantes da XXI Mostra de Artesanato e
Cerâmica de Barcelos, conforme temiam os artesãos participantes, devido à
coincidência de datas.

1O. Terras de Bouro: Produtos biológicos locais com candidatura europeia

Gil Diniz
Apostar na produção e comercialização de produtos biológicos é o objectivo
da candidatura a un programa europeu, a efectuar pela Câmara Municipal de
Terras de Bouro.

Público Edição Porto e Edição Minho

1. Porto: Associação dos Comerciantes do Porto Convoca Associados a
Pronunciarem-se Sobre o El Corte Inglés
Por MARGARIDA GOMES

A direcção da Associação de Comerciantes do Porto vai colocar nas mãos dos
associados a decisão sobre a instalação de uma loja âncora na cidade ligada
ao conhecido grupo espanhol El Corte Inglés.

2. Porto: Maternidade Júlio Dinis Apresenta a Casa das Mães
Por ANDREA CUNHA FREITAS

É o número 8 do Largo Alexandre de Sá Pinto (Largo da Torrinha), no centro
do Porto. Uma pequena casa de azulejos vermelho escuro com dois quartos
ocupados por cinco camas. O imóvel antigo foi doado há vários anos à
Maternidade Júlio Dinis que o restaurou para que pudesse acolher as mães que
querem estar perto de bebés prematuros ou com uma situação clínica complexa.

3. Porto: Distrito do Porto com Menos Incêndios
Por LUÍS OCTÁVIO COSTA

As mesmas verbas, menos área ardida. A estratégia do Governo Civil do Porto
está longe de ser milagrosa, mas ainda assim o governador civil, Manuel
Moreira, também na condição de presidente da Comissão Especializada dos
Fogos Florestais do distrito, pretende atravessar a época mais complicada de
incêndios com uma estatística inferior à média nacional. TEXTO

4. Bragança (Nordeste!): Governo Civil de Bragança Intransigente na
Proibição de Fogo-de-artifício
Por ANA FRAGOSO

A resolução foi tomada na última reunião do Conselho de Ministros e
comunicada ontem a todas as entidades envolvidas no licenciamento da
utilização de fogo-de- artifício em festas e arrais populares: o uso do fogo
está proibido em todo o território nacional. TEXTO

5. Minho: Autoridades Prevêm Grandes Incêndios no Minho nos Próximos Dias
Por NUNO PASSOS

A probabilidade de o Minho ser atingido por incêndios de média e grande
dimensão, semelhantes aos que assolam o Centro do país, pode aumentar ainda
durante esta semana, porque a temperatura do ar tende a subir e a humidade
que a vegetação apresenta, causada pela chuva que caiu em Junho e Julho,
está a diminuir significativamente.
            Medo Chegou ao Minho Antes do Fogo
            Por ABEL COENTRÃO
            “Devia Haver Mais Solidariedade”
            Por ADÉLIA ABREU

6. Melgaço: Descobertas em Melgaço Rochas com Inscrições Únicas em Portugal
Por LUSA

Duas rochas únicas em Portugal, incrustadas com motivos do primeiro milénio
antes de Cristo, foram encontradas durante um estudo sobre arte rupestre em
Castro Laboreiro, Melgaço, anunciou a câmara municipal. Em comunicado, a
Câmara de Melgaço sublinha que se trata de rochas de grande dimensão, que se
encontram integralmente gravadas com centenas de motivos abstractos e
simbólicos.

INFORMAÇÃO SOBRE O BOLETIM INFOPNED:

Acima apresentou-se o sumário e/ou resumos de notícias de interesse
urbanístico/ambiental publicadas na edição electrónica do JN e do Público
Local Porto e Minho, em 6 de Agosto de 2003.

Esta lista foi criada e é animada pela associação Campo Aberto, e está
aberta a todos os interessados sócios ou não sócios. O seu âmbito específico
são as questões urbanísticas e ambientais do Noroeste, basicamente entre o
Vouga e o Minho.

Para os textos integrais consultar:

http://jn.sapo.pt/eddia/eddia4.asp

http://jornal.publico.pt/publico/2003/08/06/indice.html

ou as respectivas edições em papel.

PNED = Porto e Noroeste em Debate

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Para difundir mensagens escreva para: pned@egroups.com

Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogroups.com e com o corpo da mensagem vazio.

Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@egroups.com

Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@egroups.com

Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

http://www.egroups.com/group/pned

Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Seu uso do Yahoo! Grupos é sujeito às regras descritas em: http://br.yahoo.com/info/utos.html

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário