• Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto

[PNED] 23 Abr/ Excelências e Paraísos
Quarta-feira, 23 de Abril de 2003

(Para qualquer problema com esta lista, seguir por favor as instruções do
rodapé desta mensagem.)

DESTAQUE: Excelências e Paraísos

A propósito das utilizações da Ponte D. Maria, no Porto, relata o Público
(ver infra) que, segundo Poças Martins, Presidente do Gaia Polis, a escarpa
de Gaia (sobre o rio Douro) pode vir a ser um local com habitação de
excelência, após a sua reabilitação no âmbito do programa Polis.

Mas não deveriam antes as escarpas ser protegidas e libertas o mais possível
de construções, preservando-se antes o que ainda nelas possa restar de não
construído? Não têm sido certas construções na escarpa do lado do Porto
feitas contra o que aconselharia a protecção e conservação da estrutuira
ecológica fundamental do estuário do Douro? Não será a tal excelência
habitacional uma ruptura mais nessa estrutura? Ou, pelo contrário,
contribuirá para a sua conservação? Aguardam-se elucidações.

Em Vila do Conde, o Polis associa também requalificação e imobiliário, um
par que nem sempre dá muito certo. Em 22 de Abril, arrancou a construção do
primeiro parque urbano desenhado pelo arquitecto Siza Vieira, segundo o qual
serão criadas duas grandes manchas verdes de relva e arboração, um lago no
interior e dois edifícios de baixa densidade… Tenho insistido para que nas
redondezas não seja permitida a construção em altura, porque quem viver
aqui, vai viver no paraíso, prognosticou Siza Vieira no final do ano
transacto.

Mesmo que os edifícios previstos sejam frentes urbanas do parque (o que é
uma concepção contestável de um parque urbano, em relação ao qual qualquer
construção habitacional deveria ser exterior e não interior, parece-nos),
esta concepção é já uma boa evolução em relação à defesa que o reputado
arquitecto fez publicamente do projecto de torres para o Parque da Cidade do
Porto. Honra lhe seja.

Seguem-se o sumário de notícias de interesse urbanístico/ambiental
publicadas na edição electrónica do Público e do JN, em 23 de Abril de 2003,
e os respectivos resumos JN. A selecção é da associação Campo Aberto. Para
os textos integrais consultar as referidas páginas ou a respectiva edição em
papel.

PNED = Porto e Noroeste em Debate

23 de Abril de 2003

SUMÁRIOS

Público Porto Norte

1. Porto: despejos no Bairro S. João de Deus; PSP e PJ negam ter fornecido
informações à Câmara do Porto; PS e CDU apelam à autarquia para dialogar com
moradores
2. Porto: Ponte D. Maria pode vir a ter utilização pedonal
3. AMP: viagem pelo ciclo da matéria orgânica na Horta da Formiga; Dia
Internacional da Terra assinalado pela Lipor com visitas à cultura biológica
orientada por três ecoconselheiras; a compostagem caseira nas escolas
4. Vila do Conde: Polis avança com novidade de Siza Vieira
5. S. João da Madeira; retoma queima de resíduos do calçado

JN

1. Gondomar: Do lixo ao fertilizante; explicar processos de compostagem
2. Porto: Maria Pia sem Metro; Renovação da ponte exige requalificação das
margens
3. Porto: Monte Tadeu reclama obras prometidas há anos
4. Esposende: Adjudicada ampliação da rede de saneamento
5. Guimarães: Cidades património catalogam monumentos
6. Braga: Inspecção pode fechar três firmas de construção
7. Aveiro : Ondas vão produzir energia eléctrica
8. Aveiro: Plano de Ambiente com três anos de atraso
9. Terras de Bouro: População de corços tende a aumentar
10. Vila Praia de Âncora: Praia das Crianças sem bandeira azul: poluição

JN

RESUMOS

1. Gondomar: Do lixo ao fertilizante

sensibilização Horta da Formiga abriu as portas para explicar processos de
compostagem Visitantes puderam fazer plantações
artur machado Nuno Silva

“Vim aqui quando tinha sete anos e isto era uma lixeira. Impressiona-me,
agora, esta limpeza toda”, admitiu Ana Sofia Reis, de 24 anos, referindo-se
à Horta da Formiga, espaço da Lipor situado em Baguim do Monte (Gondomar) e
que ontem foi cenário de uma acção de sensibilização ao nível da
compostagem.

2. Porto: Maria Pia sem Metro

Soluções Projecto para reutilização da ponte seguirá para o Governo até ao
Verão Transformação em via pedonal e de bicicletas é forte hipótese
leonel de castro Hugo Silva

O futuro da ponte de Maria Pia não passa pelo Metro do Porto. Um estudo
efectuado pela Empresa do Metro refere que a estrutura não reúne as
condições para se integrar no projecto. A primeira travessia do Douro ­
inaugurada há 125 anos ­ deverá ser transformada em via para peões e
bicicletas. A sua integração num circuito turístico ou a eventual utilização
rodoviária também são hipóteses em ponderação.

Renovação da ponte exige requalificação das margens

A reutilização da ponte de Maria Pia, provavelmente também integrada num
circuito turístico, obriga as autarquias a renovarem as margens, actualmente
marcadas por focos de degradação. Um processo que já está em marcha,
asseguraram Ricardo Figueiredo e Poças Martins. O vereador do Urbanismo da
Câmara do Porto sublinhou que, nesse contexto, avança o projecto da ligação
entre o Largo Baltasar Guedes e a Rua do Freixo. O seu congénere de Gaia
destacou que a escarpa da serra do Pilar será alvo de uma intervenção no
âmbito do programa Polis. Actualmente, está em execução um plano de
pormenor, a cargo do arquitecto Pedro Ramalho. Os autarcas sublinharam que a
travessia, mais do que aos turistas, será muito útil para as populações.

3. Porto: Monte Tadeu reclama obras prometidas há anos

Muita promessa, nenhuma obra. A Associação de Moradores de Monte Tadeu/Santo
Isidro esgotou a paciência com a Câmara do Porto. Os melhoramentos pedidos
na via pública continuam por executar e os requerimentos entregues na
autarquia para saber quando as empreitadas serão efectivamente concretizadas
continuam sem resposta capaz. Quem o assegura é Mário Sousa, presidente da
referida associação de moradores, denunciando que uma das obras até já está
adjudicada.

4. Esposende: Adjudicada ampliação da rede de saneamento

A Câmara Municipal de Esposende adjudicou a ampliação da rede de saneamento
em Mar e Belinho, no valor de 125 mil euros. A empreitada abrange as ruas do
Calvário, Cangosta Nova e do Jogo, na freguesia de Mar, e a Rua do Alto da
Rendeira, em Belinho.

5. Guimarães: Cidades património catalogam monumentos

projecto Tem como objectivo dar maior visibilidade aos municípios
classificados A 8 de Setembro, haverá entradas grátis em todos os museus
arquivo jn Armindo Cachada

A Organização das Cidades Património Mundial (OCPM), que Guimarães integra
desde 13 de Dezembro de 2001, tem, entre os seus projectos para os próximos
anos, a organização de um grande banco de dados, em três línguas, destinado
a dar visibilidade às cidades que a enquadram e a favorecer o intercâmbio de
conhecimentos técnicos entre os gestores das cidades históricas.

6.Braga: Inspecção pode fechar três firmas de construção

ilegalidades Inquérito ao loteamento de Montélios pode resultar no
cancelamento dos certificados às construtoras Eurolímpica e Silvares Coelho
josé mota Gil Diniz

Três construtoras de Braga – José da Silva Gomes & Filhos (JSG), Eurolímpica
e Silvares Coelho – poderão sofrer sanções – desde coimas ao cancelamento do
certificado de construtor – devido a alegadas irregularidades no loteamento
de Montélios.

7. Aveiro : Ondas vão produzir energia eléctrica

Um sistema de produção de energia a partir das ondas, desenvolvido pelo
inventor português Virgílio Preto, vai ser instalado no porto de Aveiro,
anunciou ontem a Agência Regional do Ambiente e Energia da Ria de Aveiro
(Área-Ria). O presidente da Área-Ria, Maia Miguel, revelou que o sistema
permitirá produzir dois megawatts/ano de energia que será vendida à EDP –
Electricidade de Portugal. Actualmente, existem em Portugal dois sistemas de
produção de energia a partir das ondas – um na ilha do Pico, à superfície, e
outro na Póvoa de Varzim , a 50 metros de profundidade), mas o que está
previsto para Aveiro “é mais eficiente, tendo em conta que os custos de
instalação e manutenção são mais baratos”, disse Maia Miguel. O sistema foi
especialmente concebido por Virgílio Preto para funcionar em molhes
portuários.

8. Aveiro: Plano de Ambiente com três anos de atraso

José Carlos Maximino

Reduzir a poluição e o consumo de energia, maximizar a utilização dos
transportes públicos e introduzir uma perspectiva ambiental nas estratégias
de planeamento e gestão do uso do solo são, apenas, alguns dos objectivos do
Plano Municipal de Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, divulgados ontem,
durante as comemorações do Dia da Terra, promovidas pela Associação
Portuguesa de Educação Ambiental (ASPEA) e pela Câmara de Aveiro.

9. Terras de Bouro: População de corços tende a aumentar

A população de corços do Parque Nacional da Peneda-Gerês, um animal que
integra o próprio símbolo do Parque, encontra-se estabilizada e com
tendência para aumentar, disse, ontem, Nuno Negrões, técnico do organismo.
Segundo o biólogo, é possível encontrar corços em várias zonas do Parque
Nacional, nomeadamente, em algumas matas e bosques de carvalho, como a do
Mariscal, nos Arcos de Valdevez, do Rio Mau, em Montalegre, ou da
Albergaria, em pleno coração do Gerês. O corço vai ser, a partir de hoje, o
tema central de um congresso internacional que junta, na vila do Gerês, 120
especialistas portugueses e de vários países europeus. A iniciativa,
intitulada 6.º European Roe Deer Meeting, decorre no auditório do Complexo
de Animação Termal até depois de amanhã.

10. Vila Praia de Âncora: Praia das Crianças sem bandeira azul

poluição Agentes contaminantes na água levaram a que a Câmara nem sequer
propusesse a sua candidatura
Luís Almeida

A Câmara de Caminha não apresentou a praia de Vila Praia de Âncora –
popularmente conhecida por Praia das Crianças – à candidatura da Bandeira
Azul para 2003.

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Para difundir mensagens escreva para: pned@egroups.com

Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogroups.com e com o corpo da mensagem vazio.

Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@egroups.com

Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@egroups.com

Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

http://www.egroups.com/group/pned

Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Seu uso do Yahoo! Grupos é sujeito às regras descritas em: http://br.yahoo.com/info/utos.html

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário