• Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto

[PNED] 16 Dez/Quem da a licao?
16 de Dezembro de 2002

(Para qualquer problema relativo a lista, seguir as instrucoes que se encontram no rodape desta e de todas as mensagens).

Destaque: Quem da a lição? A entidade que manda abater arvores ou as criancas da escola que se opoem? E nao ha outra maneira de ampliar uma escola ou de a renovar sem passar pelo abate de arvores? Falta de imaginacao? Ou simplesmente o desprezo por tudo o que nao e ou parece nao ser imediatamente utilitario?

Como habitualmente, seguem-se os resumos das noticias de interesse urbanistico-ambiental tal como se encontram nas paginas electronicas do JN e do Publico Porto e Minho de 16 de Dezembro de 2002. A seleccao e da responsabilidade de Campo Aberto. Para os textos integrais consultar as referidas paginas ou as respectivas edicoes em papel.

PNED = Porto e Noroeste em Debate

JN

A Lipor e o Metro

Dois bons exemplos de cooperacao

A Lipor – Serviço Intermunicipalizado de Gestao de Residuos e a Empresa do Metro sao a prova provada de que a Junta Metropolitana do Porto, pese a quase inexistencia de competencias e de financiamento proprios, soube encontrar soluções para os problemas da regiao, que sao, claro esta, aqueles com que se debatem as suas populacoes.

Alunos da Senhora da Hora lutam para salvar arvores

Camara disponivel para transplantar especimes escolhidos pela DREN erika nunes

Os alunos da turma H do 6º ano da escola EB 2/3 da Senhora da Hora estao preocupados com o destino de cerca de meia centena de arvores quando estiverem concluidas as obras de construcao da nova escola, em curso, no mesmo local da actual. Ate ao momento, ja foram destruidas cerca de 15 arvores, mas as sobreviventes tambem serão afectadas pelas obras, incluindo as que crescem na frente da escola – onde, futuramente, sera o interior do edificio.

Demolicao em Janeiro

“Os moradores queixam-se, mas nao se queixam mais do que eu”, argumenta Paulo Morais, que tutela o pelouro da Habitacao na Camara Municipal do Porto, ao JN, admitindo, no entanto, que “eles tem toda a razao”.

Dívidas condicionam um mau orçamento

Vereador comunista ainda nao decidiu o sentido de voto carla sofia luz textos artur machado fotos

Sem papas na lingua, o comunista Rui Sa não tem duvidas que o Orcamento para 2003 da Camara do Porto e “mau” por nao responder as necessidades da populacao da cidade. Mas o voto podea nao ser negativo, tendo em conta as dividas e a escolha da habitacao como prioridade. Num momento de aperto financeiro da autarquia, sugere mais imaginacao e poder reivindicativo ao presidente Rui Rio.

Farsa a volta das tarifas do Metro

Aplaudiu a estreia da primeira linha de Metro?

Vi com satisfacao. O projecto passou por momentos complicados. Por isso, conseguir abrir a linha e positivo, mas não ha bela sem senao. Ha um problema de integração do Metro na cidade. As zonas de Francos e do Viso foram muito mal tratadas. O segundo problema e o tarifario.

Marginais ocupam casas arruinadas em Requesende

Assaltos e atentados ao pudor afligem moradores, que exigem demolicao a Camara alice rios

Os moradores da Travessa de Requesende, em Ramalde, ameaçam ir com os filhos para a porta da Camara Municipal do Porto clamar por uma solucao que devolva a tranquilidade aquela arteria, onde um nucleo de habitacoes em ruina se transformou num foco de insegurança generalizada. Um problema que dura ha largos meses.

Musica no Metro

Um trombone, um trompete, uma trompa e um violoncelo. Um quarteto de musicos do Remix Ensamble da Casa da Musica, actuou durante meia hora na estacao de Metro com o mesmo nome, sobrepondo-se ao ruido de fundo da multidao que, mais uma vez, durante o fim-de-semana, nao quis perder a oportunidade de experimentar o Metro do Porto. Uma semana depois da estreia e ainda a borla – e assim se mantera ate ao final do mes –, foram milhares a percorrer a Linha Azul, entre as estacoes da Trindade e do Senhor de Matosinhos. Os mais avisados aproveitaram para fazer um intervalo na Estacao da Casa da Musica. Onde outros concertos se seguirao.

Ninguem entenderia a queda da Camara

ENTREVISTA rui sa

Rui Rio já admitiu a possibilidade de queda do Executivo. Considera extemporaneo levantar-se a hipotese?

Sim. O poder autarquico abre muitas solucoes, que nao passam pela queda da Camara. Com a sua veia parlamentar, o presidente pensa no cenario do Orcamento do Estado nao ser aprovado na Assembleia da Republica. Na Camara, a situacao e distinta. O eleitorado nao entenderia a queda ao fim do primeiro ano de mandato devido a incapacidade de gerar consensos.

“E um erro devolver o Batalha”

Ha dois anos mobilizou-se contra o fecho do Cinema Batalha que, agora, corre o risco de nao reabrir…

Concordei com a operacao montada para o Batalha. Houve um erro: a reabilitacao demorou mais do que se esperava, mas se o entregarmos aos proprietarios sem reabrir o edificio, apenas fizemos o filho em casa alheia. Nao demonstramos a exequibilidade do projecto. E um erro nao apostar na animac ao do cinema, pois tem um papel importante na dinamizacao nocturna do Porto.

Braga: Estatua e ASPA geram discordia

PSD e PP chumbaram plano municipal MAGALHAES COSTA

O projecto da estatua ao conego Melo e a Associacao para a Defesa do Patrimonio de Braga (ASPA), dominaram parte da sessao da Assembleia Municipal de Braga, que aprovou, anteontem a noite, as Opcoes do Plano e Orcamento para 2003, com os votos favoraveis do PS. A coligacao “Juntos por Braga”, que integra o PSD e o PP, votou contra o plano. Ja a CDU absteve-se do documento.

Armamar : Plano iberico contra fogos

Camaras dos dois paises projectam rede de aerodromos comum almeida cardoso

Alguns municipios portugueses e galegos vao criar uma rede de aerodromos, destinados a servir meios utilizados no combate a fogos florestais e aeronaves turisticas e comerciais de pequena dimensao. O projecto e liderado pelo municipio de Armamar e envolve, ainda, as camaras de Boticas, Macedo de Cavaleiros e tres espanholas, ainda em fase de seleccao. O projecto esta a ser levado a cabo por uma equipa da Universidade de Tras-os-Montes e Alto Douro e, depois de concluido, sera realizada uma candidatura, em conjunto pelas seis camaras, ao programa comunitario transfronteiriço INTERREG.

Povoa de Lanhoso : Turismo rural vai revitalizar aldeias de Varzeas e Carreira

BERTA CARVALHO

O Andre, de 16 anos, deixou de ir apanhar diospiros, para servir de guia pela aldeia da Carreira, em Sobradelo da Goma. Trata-se de um aglomerado de casas de lavoura tradicionais, algumas delas ja alvo de intervenções pelo Programa Leader II. Agora, vai ser o Agris, a permitir que o local onde vive o pequeno calceteiro ganhe novo dinamismo, atraindo forasteiros e promovendo a forma de vida da populacao local. Os poucos habitantes (sobretudo jovens e mulheres) vivem da agricultura. Apresentada pela Camara Municipal e pela ATHACA (Associacao das Terras Altas do Homem, Cavado e Ave), a candidatura vai recuperar patrimonio e paisagem dos nucleos de Carreira e de Varzeas.

Publico

Projecto Social Resgata Jovens da Exclusao
Por ANA CRISTINA PEREIRA

Não era assiduo e muito menos pontual: “Ia um dia [a escola], faltava um mes”. Houve mesmo um ano em que faltou “dois periodos seguidos”. Agora, e capaz de tirar um 20 em Matematica, um 17 em Ciencias, um 16 em Comunicacao ou um 15 em Portugues. Varinha magica? Dedicacao e trabalho. Seu e de outros. TEXTO

A Importancia dos Saberes Certificados
Por ANA CRISTINA PEREIRA

O projecto “Reconstruir a Identidade Social no Contexto da Socializacao Inclusiva” resulta da conjugacao de factores multiplos, como sejam a existencia de um centro de formacao e extensao comunitaria no Instituto Superior de Serviço Social do Porto ou a firmeza das relacoes que este estabeleceu com instituicoes viradas para as criancas e para os jovens, aponta Marielle Christine Gros, uma das coordenadoras. TEXTO

Freguesia de Aveiro Cria Comissao de Urbanismo Contra Nova Avenida
Patricia Coelho Moreira TEXTO

Quinto Predio”com Pinta”

Rua Sa da Bandeira, numeros 592, 594, 596. Uma mulher com um penteado feito de colheres e as orelhas compostas por brincos de chavenas toma banho em aguas negras. Crude? Não. Cafe. De marca Lavazza. Ja esta em sentido a mega-mancha publicitaria que indica que mais uma fachada comecou a ser recuperada na Baixa. Esta e a “quinta” intervencao feita no ambito do projecto “Porto com Pinta”. TEXTO

OPINIAO
O Planeamento Urbanistico em Guimaraes
Por FILIPE FONTES*

Verificada a conclusao das quatro sessoes publicas de reflexao sobre o urbanismo praticado em Guimaraes, inseridas no ambito da revisao do Plano Director Municipal, importa descrever e entender a pratica desse mesmo urbanismo nas ultimas duas decadas completando-se, assim, um conjunto de tres textos (os outros dois ja publicados neste jornal) que, ao abordarem um caso especifico e singular, duas realidades urbanas distintas e a pratica de planeamento urbanistico se desejam passiveis de contribuir para o enriquecimento do debate sobre o urbanismo em Guimaraes e divulgacao do pensamento de um “actor” que, enquanto arquitecto e tecnico municipal, participa no planeamento, gestao e desenho da cidade. TEXTO

CRONICA
Um Olhar Sobre Estrategias

E altura de findar, neste espaco, o olhar lancado sobre as apostas do plano estrategico de desenvolvimento urbano de Viana do Castelo, em vigor desde 1995. A afirmacao da capital no seu distrito, mesmo que em “fileiras especificas”, como e pretendido, e um caminho que continua a desembocar no quase nada, ou nada. TEXTO

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Para difundir mensagens escreva para: pned@egroups.com

Para assinar a lista envie mensagem sem assunto para: pned-subscribe@yahoogroups.com e com o corpo da mensagem vazio.

Para cancelar a assinatura envie mensagem em que o único texto é “unsubscribe PNED” (sem assunto/subject) para: pned-unsubscribe@egroups.com

Para contactar directamente os coordenadores da lista envie mensagem a: pned-owner@egroups.com

Se quiser informar-se das várias possibilidades para a leitura das suas mensagens ou da forma de alterar os seus dados pessoais, pode consultar:

http://www.egroups.com/group/pned

Neste grupo não são permitidas mensagens com anexos.

=============== PNED: Porto e Noroeste em Debate ===============

Seu uso do Yahoo! Grupos é sujeito às regras descritas em: http://br.yahoo.com/info/utos.html

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário