• Abr : 24 : 2019 - Poluição Luminosa
  • Ago : 11 : 2014 - Apelo ao boicote de alimentos com milho transgénico
  • Nov : 23 : 2011 - Petição pela salvaguarda das Sete Fontes
  • Jul : 6 : 2011 - Perigo para Paisagem Protegida Valongo
  • Jun : 17 : 2010 - Corte de Árvores na Circunvalação – resposta da C.M. Porto

Interessa a alguém? Tem utilidade?

Refiro-me a este apanhado de notícias de 9 a 15 de Julho, disponíveis na
internet na página do Jornal de Notícias.

Seleccionei as que me pareceram de interesse urbanístico/ambiental, tanto
relativas ao Porto e AMP como Noroeste do país.

O desenvolvimento pode ser lido explorando os links indicados.

Aí vai. E digam se interessa…

JN

9.7.02

Braga: Centro de Valorização de Resíduos avança em 2003

MAGALHÃES COSTA
A Universidade do Minho (UM) assumiu a liderança na criação do Centro para a
Valorização de Resíduos (CVR) que visa dar solução a mais de 100 mil toneladas
de inertes perigosos produzidos, anualmente, no Minho. http://jn.
pt/textos/out3056.asp

http://jn.pt/textos/out3056.asp

Barcelos: «Verdes» solidários com povo de Panque Proprietários de moinhos
continuam com obras já embargadas por duas vezes CONCEIÇÃO ROCHA Depois da
população de Panque, freguesia de Barcelos, e da Associação Ambiental
Crepúsculos ter vindo a público denunciar os atentados ecológicos que estão a
ser levados a cabo pelos proprietários de vários moinhos do rio Neiva, ontem
foi a vez do Partido «Os Verdes» visitar o local, numa acção de solidariedade
para com a população. http://jn.pt/textos/out3059.asp
http://jn.pt/textos/out3059.asp

Viana do Castelo: Crepúsculos contra construção sem lei

Avisa sobre loteamento em zona ecológica
A associação ambientalista Crepúsculos manifestou-se, ontem, preocupada com a
eventual destruição de uma zona de elevado valor ecológico em Barroselas, Viana
do Castelo, para dar lugar a um loteamento.

Câmara aprova projecto de Siza Vieira para Leça Reabilitação da marginal
prolonga-se até Perafita. Obra avaliada entre 10 e 15 milhões de euros poderá
arrancar no início de 2003 Virgínia Alves A reabilitação da marginal de Leça
da Palmeira deu ontem um passo significativo, com a aprovação por unanimidade,
em reunião de Câmara, das linhas gerais do projecto da autoria de uma equipa
liderada pelo arquitecto Siza Vieira. http://jn.pt/textos/out3032.asp
http://jn.pt/textos/out3032.asp

Riscos Naturais

Pós-graduação na Universidade do Porto
Vale do Jamor, 1967. As chuvas e as enxurradas que elas originaram mataram mais
de 500 pessoas. Vale do Jamor, 2002. Será que as obras efectuadas para minorar
aqueles efeitos foram suficientes ou, pelo contrário, o risco de nova
catástrofe mantém-se ? Sendo o risco um dos problemas mais graves que as
sociedades modernas enfrentam, tanto pelas consequências ambientais como pelos
impactes económicos e sociais negativos que eles provocam, o Departamento de
Geografia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto inicia, em 26 de
Setembro próximo, um curso de pós-graduação em gestão de “Riscos Naturais”.
http://jn.pt/textos/out3035.asp

http://jn.pt/textos/out3035.asp

Uma via bloqueada

Nunca sabemos quando vamos sair da VCI
Rafael Barbosa
Via de Cintura Interna. Filas de vários quilómetros em direcção à Arrábida. O
mesmo em direcção ao Freixo. Troço final da A3 bloqueado. Dificuldades na Via
Norte. Via Rápida entupida. Milhares de automobilistas desesperados. Cenário
habitual à hora de ponta de um qualquer dia de Inverno? Nada disso. A cena teve
lugar a meio de uma manhã solarenga, a um sábado, em pleno mês de Julho.
http://jn.pt/textos/out30313.asp

http://jn.pt/textos/out30313.asp

10.7.02

Novo bairro em 2006 Plano de reconversão do S. João de Deus, orçado em oito
milhões e meio de euros, foi apresentado por Rui Rio e aclamado pela população
Virgínia Alves Daqui a quatro anos, o Bairro S. João de Deus, no Porto, estará
irreconhecível. Em 2006, estará concluído o plano de reconversão do bairro,
cujo estudo prévio foi ontem apresentado à população pelo presidente da
autarquia. http://jn.pt/textos/out4031.asp
http://jn.pt/textos/out4031.asp

Parque da Cidade com futuro incerto

Desconhece-se se o futuro PDM erradicará as frentes urbanas. Referendo
discutido em reunião de Câmara
CARLA SOFIA LUZ
A indefinição continua a marcar o futuro do Parque da Cidade. Ainda não se sabe
se o Plano Director Municipal (PDM) do Porto poupará a zona de construções. A
revisão do documento encontra-se praticamente concluída. O presidente da Câmara,
Rui Rio, mantém a promessa de chumbar qualquer edifício na envolvente ao parque
nestes quatro anos, mas admite que “está a estudar-se uma forma de conciliar”
as posições. http://jn.pt/textos/out4039.asp

http://jn.pt/textos/out4039.asp

“Moratória de quatro anos não chega” O Movimento pelo Parque da Cidade exige
mais do que a promessa de recusa de construção de frentes urbanas nos próximos
quatro anos. “Uma moratória de quatro anos não chega”, atenta Bernardino
Guimarães, um dos elementos do grupo. A vontade dos cidadãos é que o futuro
Plano Director Municipal do Porto erradique, a título permanente, as
construções. http://jn.pt/textos/out40312.asp
http://jn.pt/textos/out40312.asp

12.7.02

S. Torcato acolhe certame com mais de cem expositores ligados ao
desenvolvimento local
ARMINDO CACHADA
Terminadas as festas do «Linhal» e da «Romaria Grande» em honra do seu santo
patrono e primeiro mártir do cristianismo, S. Torcato, sucedem-se, nesta vila
vimaranense, novas manifestações de cunho popular e etnográfico, com a
realização da «Feira da Terra», um certame voltado para a economia rural.

Viana do Castelo: Irregularidades ambientais levam “Os Verdes” a Afife ABÍLIO
FARIA O dirigente nacional do partido ecologista “Os Verdes”, Celso Ferreira,
juntamente com activistas e simpatizantes, visita, hoje à tarde, vários locais
da freguesia de Afife, onde foram ou estão a ser cometidos eventuais atentados
ambientais. A associação local de protecção e conservação do ambiente, APCA,
denunciadora das situações, orienta a deslocação. http://jn.pt/textos/out60516.
asp
http://jn.pt/textos/out60516.asp

Viana do Castelo: Apagão nas lojas contra shopping

As lojas do Centro Histórico de Viana do Castelo vão, amanhã, ficar às escuras,
num apagão de protesto contra a grande área comercial que vai ser construída no
futuro interface da cidade. A iniciativa, que foi aprovada em Assembleia Geral
da Associação Empresarial de Viana do Castelo (AEVC), repetir-se-á nos outros
dois sábados deste mês, por forma a sensibilizar o maior número possível de
pessoas para a “ameaça que aquela área comercial representará para o comércio
tradicional”. http://jn.pt/textos/out60518.asp

http://jn.pt/textos/out60518.asp

Aveiro: Plano Sá-Barrocas volta à fase de inquérito Jesus Zing O plano de
pormenor Sá-Barrocas vai voltar a inquérito público depois de a Assembleia
Municipal (AM) ter aprovado, na última reunião, algumas alterações ao documento.
http://jn.pt/textos/out60519.asp
http://jn.pt/textos/out60519.asp

13.7.02
Alunos embelezam jardins das escolas Cerca de 3500 jovens do Porto participam
em projecto camarário sobre o Ambiente CARLA SOFIA LUZ De olho nos canteiros
e de sachola nas mãos, 3500 alunos de 20 escolas do Porto entregaram-se à
paixão pelo verde. As aulas nem sempre moram entre as paredes das salas e, com
arte e imaginação, converteram os pequenos jardins das secundárias e das EB 2,3
num gigantesco livro de estudo. http://jn.pt/textos/out7031.asp
http://jn.pt/textos/out7031.asp

Aves apreendidas Espécies protegidas eram mantidas em cativeiro nuno silva
Dezenas de aves protegidas, que eram ilegalmente mantidas em cativeiro, foram
apreendidas, ontem, pelo Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente (SEPNA)
da GNR, numa operação desenvolvida em S. Pedro da Cova, Gondomar. http://jn.
pt/textos/out7032.asp
http://jn.pt/textos/out7032.asp

Descarga polui ribeiro de Joane

Curso de água de Matosinhos fica inundado, mais uma vez, por espuma. Câmara
fala em “crime público”
carla sofia luz
O ribeiro de Joane, que desagua no areal de Perafita (Matosinhos), voltou a
inundar-se, ontem de manhã, de espuma branca, dez meses após a última grande
descarga poluente. Os principais suspeitos do “crime” são as empresas, situadas
nas margens do curso de á gua. http://jn.pt/textos/out7035.asp

http://jn.pt/textos/out7035.asp

14.7.02

Associações de S. João de Deus recebidas na Câmara Carla sofia luz As
associações do Bairro de S. João de Deus vão reunir-se, no próximo dia 24, com
o vereador da Habitação Social, Paulo Morais, da Câmara do Porto, para acertar
o plano de reconversão do empreendimento, que arrancará em Novembro. http://jn.
pt/textos/out1033.asp
http://jn.pt/textos/out1033.asp

Banhistas insistem apesar dos riscos

Presença de salmonelas e coliformes nas praias do Porto não afasta veraneantes
das águas do Castelo do Queijo, Gondarém e Ourigo
Alice Rios
Mal o sol ressurgiu, os veraneantes voltaram às praias. E as do Porto não foram
excepção. Nem mesmo aquelas que estão sob interdição, decretada pelo Centro
Regional de Saúde Pública do Norte – as do Castelo do Queijo, de Gondarém e do
Ourigo, cujas águas se apresentam contaminadas. Isto é: apresentam elevados
valores de coliformes fecais e de salmonelas. Microorganismos susceptíveis de
levar os banhistas a contrair febres intestinais, designadamente febre tifóide
ou paratifóide, conforme alertou, há uma semana, o delegado de Saúde do Porto,
Arnaldo Araújo. http://jn.pt/textos/out1035.asp

http://jn.pt/textos/out1035.asp

15.7.02

Barroso encanta com mil mistérios Por Pitões se inicia um percurso pelos
trilhos longínquos da Natureza “Quando se fala de Trás-os-Montes ou é pelas
misérias, ou pelos analfabetos ou então pelas ruas com burros a cair de podres.
Mas há tanta coisa bonita para mostrar…”. O desabafo é de Maria Júlia Pereira,
habitante de Vassal, Valpaços. Só quem visita a região pode regalar a vista com
paisagens de cortar a respiração e património antiquíssimo, saborear
gastronomia única e conhecer as suas gentes. Homens e mulheres de “antes
quebrar que torcer”, que trazem espelhada no rosto – queimado no Inverno pelo
frio e no Verão pelo sol – uma vida de trabalho árduo. http://jn.
pt/textos/out2051.asp
http://jn.pt/textos/out2051.asp

O Couto Mixto A norte de Montalegre situa-se o Couto Mixto composto pelas
aldeias de Meaus, Rubiás e Santiago. Hoje, pertencem a dois municípios galegos,
mas, até 1855, formaram um território com apenas 27 quilómetros quadrados, que
gozava de uma série de privilégios, a começar pela auto-governação, embora
dependessem das Casas do Duque de Bragança e do Conde de Monterrei. http://jn.
pt/textos/out2052.asp
http://jn.pt/textos/out2052.asp

Na quinta do Pinheiro respira-se o Douro Casal Agrícola de Cevêr abriu-se ao
Turismo no Espaço Rural MANUEL VITORINO O dono da Quinta do Pinheiro andou
anos a fio a viajar do Porto para o Douro. Como a paixão venceu o desejo,
vendeu a empresa de mobiliário e trocou a Invicta pela pacatez de Sarnadelo, em
Santa Marta de Penaguião. O seu mundo passa por lá e a casa comprada à família
representa o sonho da sua vida.

Vale do Ave: Modelos ambientais tentam resgatar o Ave Cerca de 230 milhões de
euros para aplicar em grandes projectos PEDRO VILA-CHÃ O Plano Estratégico
para o Vale do Ave prevê um investimento colossal em toda a região. Os modelos
ambientais apontados contemplam uma vigilância apertada em todas as áreas
susceptíveis de conspurcar a região. Água, lixo e ar estão na mira ecológica da
Associação de Municípios do Vale do Ave (Amave), agora que à despoluição vem
juntar-se um projecto grandioso de abastecimento de água. http://jn.
pt/textos/out2056.asp
http://jn.pt/textos/out2056.asp

Imprimir esta página Imprimir esta página

Categorias: Boletim

Deixar comentário